Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
 Ciclista na Via da Prata passando pela Extremadura

A Via da Prata de bicicleta

none

A Via da Prata, um fascinante percurso de sul a norte da península para os autênticos amantes do ciclismo de montanha. Uma opção é começar por Sevilha e terminar em Santiago de Compostela, atravessando quatro regiões diferentes: Andaluzia, Estremadura, Castilla y León e Galiza Através destes 800 quilômetros de caminho você desfrutará de grandes mudanças paisagísticas e diversidade cultural. Você poderá contemplar os campos de oliveiras do sul, as pastagens da Estremadura, o planalto central e os impressionantes vales do norte.  

Etapas

O itinerário proposto a seguir é composto de 16 etapas:Etapa 1. Sevilha - Castilblanco de los Arroyos, 39 quilômetros.Etapa 2. Castilblanco de los Arroyos – Monesterio, 63 quilômetros.Etapa 3. Monesterio – Zafra, 45 quilômetros.Etapa 4. Zafra – Mérida, 65 quilômetros.Etapa 5. Mérida – Valdesalor, 61 quilômetros.Etapa 6. Valdesalor – Cañaveral, 55 quilômetros.Etapa 7. Cañaveral – Aldeanueva del Camino, 78 quilômetros.Etapa 8. Aldeanueva del Camino – Fuenterroble de Salvatierra, 43 quilômetros.

Ciclista na Via da Prata passando pela Extremadura

Etapa 9. Fuenterroble de Salvatierra – Salamanca, 51 quilômetros.Etapa 10. Salamanca – Zamora, 66 quilômetros.Etapa 11. Zamora – Santa Marta de Tera, 87 quilômetros.Etapa 12. Santa Marta de Tera – Puebla de Sanabria, 67 quilômetros.Etapa 13. Puebla de Sanabria – A Gudiña, 53 quilômetros.Etapa 14. A Gudiña – Xunqueira de Ambia, 66 quilômetros.Etapa 15. Xunqueira de Ambia – Castro Dozón, 64 quilômetros.Etapa 16. Castro Dozón – Santiago de Compostela, 66 quilômetros.

Ciclista em sua passagem pela Via da Prata

Conselhos

Treinamento. Se você vai realizar uma aventura desta envergadura deve preparar-se com tempo e sendo consciente de que você vai levar os alforjes mais carregados do que o habitual. Bagagem. Em sua bagagem não pode faltar o capacete, a roupa de ciclista, a garrafa de água, a capa impermeável e os tênis apropriados. Além disso, não esqueça as ferramentas necessárias para o caso de que haja alguma avaria.Alimentação. O ideal sempre é um café da manhã reforçado. Se é possível inclua doces e frutos secos, para começar o dia com energia. A hidratação também é fundamental, leve sempre a garrafa de água carregada porque pode ser que haja trechos onde seja mais complicado encontrar água.Alojamentos. Se você se vai se hospedar em albergues públicos, deve ter em conta que a grande maioria deles fecha suas portas às 22:00h. Se, pelo contrário, você prefere desfrutar da noite, o melhor é optar por pousada ou albergues privados.Época do ano.  Embora você possa realizar qualquer época do ano, a melhor para fazer este percurso de bicicleta é a primavera. Você evitará o calor sufocante do verão, sobretudo no sul, e poderá contemplar paisagens mais verdes e floridas.

Ciclistas na Espanha
Descubra mais sobre...