Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Calle Balboraz, uma das ruas mais antigas de Zamora (Castilla y León)

Zamora

Zamora

A cidade castelhano-leonesa de Zamora conserva em seu centro histórico um importante legado de arte românica que lhe possibilitou a declaração de Conjunto Histórico-Artístico.

Localizada nas margens do rio Duero e em pleno Roteiro da Via da Prata, sua importância medieval ficou marcada através de muralhas, palácios e templos. Para conhecer um pouco mais a história e a arte da província, nada melhor que percorrer algum dos povoados do Roteiro do Duero e da Via da Prata. Um conhecimento no qual você pode se aprofundar através de sua culinária e de tradições como a celebração da Semana Santa, festa declarada de Interesse Turístico Internacional.

A Ponte de Pedra que cruza o Duero é a entrada desta cidade de forte caráter medieval, conhecida como a Cidade do Românico. Suas construções o transportarão sem esforço à Idade Média, época em que a cidade resistiu a ataques e estados de sítio. Chamada de “a Bem Cercada” devido ao seu triplo cinturão defensivo, Zamora conserva quase integralmente o primeiro deles. Entre suas telas se destaca o Portillo de la Lealtad (antiga Puerta de la Traición), além da Puerta de Doña Urraca y del Obispo. E dominando todo este traçado, se impõem o Castelo e a Catedral. Joia do RomânicoRodeada pelo Parque do Castelo, encontra-se esta fortaleza de origem árabe que ainda conserva a Torre da Homenagem, a porta e o fosso. Ao seu lado levantam-se a torre e o zimbório da Catedral de Zamora, sem dúvida seus elementos mais característicos. A cúpula galonada e coberta com escamas de pedra, de estilo bizantino, foi construída no século XII, enquanto a torre românica que a acompanha data do séc. XIII. No interior do templo, destacam-se as grades e púlpitos de ferro forjado, os baixos-relevos do cadeiral do coro e o claustro neoclássico, onde funciona o Museu da Catedral. Este conta com uma coleção de tapeçarias flamengas que é considerada uma das melhores da Europa devido ao seu bom estado de conservação.No caminho até a Plaza Mayor, por estreitas ruas de pedra, você poderá admirar um abundante conjunto de igrejas românicas, como as de Santiago el Burgo, La Magdalena e San Cipriano. Abóbadas de cruzaria gótica, absides e portais enfeitados com motivos vegetais e os relevos mais antigos da cidade são algumas das joias que você pode ver neste bonito passeio monumental. Vale a pena parar para admirar os capitéis e arquivoltas de todos os templos românicos que você encontrar pelo caminho. Dentro da arquitetura civil, destacam-se alguns edifícios mais emblemáticos de traços renascentistas: o Hospital de la Encarnación, sede da Diputación Provincial; a Prefeitura Velha, construída por ordem dos Reis Católicos; o Palácio dos Momos, atual sede da Audiência Provincial; e o Palácio del Cordón, onde funciona o Museu de Zamora. Outra joia da arquitetura renascentista é o Palácio dos Condes de Alba de Aliste (século XV), que atualmente é um Parador de Turismo. Nele você pode descansar em uma cama com dossel, admirar seus pátios e provar as especialidades culinárias da região. O arroz a la zamorana, a merluza rellena (pescada recheada) e as natillas almendradas (creme amendoado) são algumas das sugestões de um variado cardápio centrado nos produtos de Castilla y León. Porém, se o que você quer é praticar os costumes do lugar, dirija-se aos arredores da rua Herreros, onde lhe servirão vinho da Denominação de Origem Toro (Toro, Arribes e Tierra del Vino), acompanhado de uma fatia de toucinho ou carne de porco frita (tapa).Semana SantaAs melhores ocasiões para ir a Zamora são durante a celebração da Semana Santa, uma Festa de Interesse Turístico Internacional; ou no verão, quando os visitantes podem percorrer a cidade guiados pelas lendas medievais do Romanceiro, que são encenadas nos lugares mais charmosos da cidade. A província de Zamora tem interessantes localidades históricas situadas em lugares de alto valor paisagístico e natural, que você pode conhecer através de algum dos roteiros mais conhecidos desta região. O Roteiro da Via da Prata, que liga Sevilha com Oviedo, passa por aqui desde a época dos romanos. Assim você vai descobrir os tesouros conservados em Benavente e La Hiniesta.Toro, coberta de vinhedos, e Arribes del Duero são outros lugares de interesse. Os amantes dos espaços naturais têm a possibilidade de visitar o Parque Natural do Lago de Sanabria, onde se encontra, entre lindas paisagens montanhosas, o maior lago da Espanha. Seu Centro de Interpretação lhe mostrará as melhores trilhas para percorrer a área.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

O que fazer

Planos para inspirar-se


Agenda

Exposições, festivais, esportes...


Consulta alguns dos eventos mais relevantes que você poderá aproveitar no destino.