Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Plaza Mayor de León (Castilla y León)

León

León

A Pulchra Leonina, a “Capela Sistina” do românico espanhol e o antigo Hospital de San Marcos são os pontos mais importantes deste antigo acampamento romano.

O decorrer do tempo transformou León na capital do reino na Idade Média, em um enclave histórico do Caminho de Santiago e em uma cidade à medida de seus habitantes. A incrível paisagem natural desta província oferece o Parque Nacional dos Picos de Europa, o entorno de Las Médulas (Patrimônio da Humanidade) e a estação invernal de San Isidro. Uma oferta cultural e de lazer que só é superável pela qualidade e variedade gastronômica de León.

A outrora Legio VII Gemina Pia Felix romana mantém um interessante legado românico, gótico e renascentista, fruto de seu esplendor durante a Idade Média. A Plaza Mayor configura o centro desta cidade, atravessada pelo rio Bernesga. Neste conjunto barroco fica a Prefeitura, chamada popularmente de “Varanda da Cidade”, já que em suas galerias os notáveis contemplavam as atividades cidadãs que eram realizadas.

Percorrendo o “Húmedo”

Junto ao consistório nasce o bairro de San Martín, em torno da praça e da igreja de mesmo nome. Nesta zona se encontram palacetes e casarões, como a Casa de las Carnicerías e o Palácio do Conde Luna. A instituição que distribuía carne para cidade é um edifício do século XVII, onde hoje funciona uma sala de exposições. O palácio conserva um portal do século XIV de estilo gótico com influências árabes, e um torreão com saliências decoradas. Também merece uma visita a igreja de San Salvador de Palat del Rey, que data do século X e é a mais antiga da cidade.Estas ruas estão repletas de bares e restaurantes onde você pode degustar o melhor da gastronomia da região, e que lhe rendeu o apelido de El Húmedo. O passeio pode continuar no Palácio dos Guzmanes e na Casa dos Botines. A fachada principal do palácio, sede da Diputación Provincial, data do século XVI, e em sua construção se destacam as varandas gradeadas e o portal lateral. Por sua vez, a Casa dos Botines é uma obra do arquiteto Antonio Gaudí, que inaugurou o estilo modernista na cidade. León conta com mais exemplos desta corrente artística na praça de Santo Domingo.De lá você pode se adentrar na área cercada pelas muralhas de origem romana, em cujos extremos se situam duas joias da cidade: a Catedral e a Basílica de San Isidoro. A “Pulcra Leonina”, um dos templos góticos mais impressionantes da Espanha, se ergue sobre antigas termas romanas e uma igreja românica. Sua visão frontal oferece, em seu pórtico, um dos mais importantes conjuntos escultóricos góticos, uma rosácea policromada e duas torres, curiosamente separadas da fachada principal. Mas o que mais chama a atenção do visitante talvez sejam os 1.800 metros quadrados de vitrais. Em seu interior, merecem atenção o coral, os sepulcros românicos do cruzeiro e as capelas da girola. A visita ao Museu Catedralicio, um dos mais completos de seu gênero, o levará a conhecer o claustro e uma escada plateresca, além de importantes pinturas e esculturas.Um dos monumentos mais significativos de toda a Europa é a Basílica de San Isidoro. Seus grossos muros custodiam zelosamente a que é conhecida como a “Capela Sistina” do românico espanhol. Trata-se de afrescos do século XII que decoram a cripta subterrânea do Panteão Real e que ainda conservam intacta sua cor original. Você verá cenas do Antigo e do Novo Testamento, motivos florais e um calendário das atividades agrícolas. Mas a excepcional conservação e qualidade das pinturas não deve impedir a contemplação dos elementos arquitetônicos. As esculturas dos pórticos e capitéis são uma autêntica Bíblia em imagens. Em seus claustros situa-se o museu, que conserva um arquivo de códex, incunábulos e uma Bíblia visigótica, entre outras obras. Sua prestigiada coleção de arte medieval se enriquece com a Arca de San Isidoro, a Arqueta de Marfins e o Cálice de Doña Urraca.Percorrendo a cidade, você descobrirá igrejas de todas as épocas e estilos. A de San Marcelo conserva um retábulo realizado parcialmente por Gregorio Fernández, um dos mais relevantes escultores do barroco espanhol. Por sua vez, um templo que lembra o esplendor do Caminho Compostelano em sua passagem por León é o da Virgen del Camino, uma imagem muito venerada na cidade.

Caminho de Santiago

E também relacionado com o Caminho de Santiago, Patrimônio da Humanidade, é o Parador de San Marcos. Um dos representantes mais precoces do estilo plateresco espanhol, este lugar foi hospital e albergue de peregrinos, e também Casa Mayor da Ordem de Santiago. Atualmente é onde funciona o Parador de Turismo da cidade, na beira do rio Bernesga. Um excepcional lugar para se hospedar durante sua estadia na cidade e para sentar-se a uma mesa bem abastecida de delícias regionais. O cocido maragato, as ancas de rã, as moelas de vitela e as carnes da montanha são apenas algumas das sugestões. Os legumes, os produtos da matança e as peças de pesca são regados com vinhos da Denominação de Origem de El Bierzo. Arroz com leite ou amanteigados de Astorga (elaborados com açúcar, farinha e ovo) põem o ponto final a qualquer degustação gastronômica.A província de León proporciona importantes encontros com a história, a arte e a natureza da região. O rio Esla o guiará para conhecer os povoados e monumentos que surgem em sua ribeira, como San Miguel de Escalada, um mosteiro de estilo moçárabe do século X. O extremo nordeste de León é dominado por uma parte do Parque Nacional dos Picos de Europa. Aldeias de montanha como Caín e Posada de Valdeón surgem entre vales, montanhas e bosques de faias. A garganta do rio Cares e o desfiladeiro de Los Beyos são algumas das paisagens mais impressionantes que você pode descobrir, já na Cordilheira Cantábrica. Por sua vez, nas montanhas centrais de León se situa a estação invernal de San Isidro, em uma paisagem perfurada por centenas de cavernas, entre as que se destaca a de Valporquero. Em suas galerias formaram-se estalactites, estalagmites, lagos e cascatas.Astorga, uma cidade de origem romana, é a porta de entrada para a região da Maragatería. Entre seus povoados, há um que é Monumento Nacional: Castrillo de los Polvazares. O Caminho de Santiago atravessa León pela região de El Bierzo, mais concretamente por Villafranca del Bierzo, Cacabelos e Carracedo, cujo mosteiro de Santa Maria é um Monumento Nacional. Perto daqui se erguem as montanhas argilosas que compõem Las Médulas, antigas minas de ouro romanas que foram declaradas Patrimônio da Humanidade. Agora só falta viajar a Ponferrada e ao Vale do Silêncio. Peñalba de Santiago, um dos vilarejos do vale, é Conjunto Histórico-Artístico Nacional. Entre suas casas de xisto e quartzito erige-se a igreja de Santiago, um templo moçárabe do século X.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.