Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Mulher praticando cicloturismo na natureza

Espanha de bicicleta

none

Bicicleta e férias são mais do que compatíveis na Espanha. Tanto se você quer se deslocar de bicicleta entre uma visita e outra, como se prefere fazer excursões em duas rodas de apenas algumas horas, na Espanha você vai encontrar roteiros adaptados e empresas especializadas em cicloturismo e aluguel de bicicletas.

POR QUE NA ESPANHA

O bom clima da Espanha possibilita a prática do cicloturismo praticamente durante o ano inteiro.Na Espanha você achará caminhos por espaços naturais e percursos para todos os níveis. As paisagens incríveis oferecidas por estes caminhos realmente valem a pena. De fato, a Espanha é o país com mais Reservas da Biosfera (52) e possui 15 Parques Nacionais, assim como algum dos roteiros mais bonitos e bem sinalizados da Europa (como o do Caminho de Santiago, onde você pode até achar albergues gratuitos). Muitos percursos passam por destinos de grande interesse cultural e gastronômico. A Espanha tem muitos povoados charmosos e muito tranquilos para conhecer de bicicleta (tanto no litoral como no interior).

Cicloturismo nas ruas de Valência

Se você procura acomodações para descansar, poderá optar entre hotéis, casas rurais, campings, albergues... Existem inclusive os denominados “Hotéis Bikefriendly”, que são muito frequentes na ilha de Maiorca, nas Ilhas Canárias e na região dos Pirineus, e que oferecem diversos serviços, como câmeras de vigilância para as bicicletas, zona de lavagem, menus especiais para esportistas e aluguel de bicicletas.

Da esquerda à direita: Turistas de bicicleta em Menorca / Família / Ciclista em Barcelona

MELHORES ÉPOCAS

Você pode praticar cicloturismo todo o ano, mas tenha em mente que no verão as temperaturas podem ser elevadas em determinadas regiões (chegando a superar 35ºC).Muitos cicloturistas preferem viajar na baixa temporada de férias (evitando os meses de julho e agosto), quando os caminhos estão menos movimentados.

ALGUNS TIPOS DE TRAJETOS

- Vias Verdes: são mais de 2.700 quilômetros de antigas ferrovias que foram transformadas em itinerários de cicloturismo. Existem cerca de 120 itinerários disponíveis, e as distâncias são muito diversas (vão de um a 100 quilômetros). Visitar seu site oficial.- Caminhos Naturais: existem mais de 10.200 quilômetros destes caminhos ao longo de toda a Espanha. Dentro deles você verá antigas ferrovias, canais, vias pecuárias, trilhas... Em seu site oficial existem downloads de GPS para vários de seus roteiros.- Itinerários EuroVelo: Muitos trechos da zona do Mediterrâneo da Espanha estão perfeitamente acondicionados para o cicloturismo. Isto se deve em parte à rota EuroVelo 8, que vai de Cádis até Atenas, com um percurso de cerca de 5.400 quilômetros.- Além de todos estes trajetos, você vai encontrar outros tipos de trilhas, caminhos rurais, etc.- Se você pretende realizar um trajeto de vários dias, está muito na moda o cicloturismo de alforjes. Se utilizar uma bicicleta híbrida preparada para carregar volumes, você poderá levar sua bagagem.

Via Verde do Tajuña, na Comunidade de Madri

ÁREAS

Existem roteiros especialmente famosos na hora de praticar cicloturismo. Veja aqui alguns exemplos: - Caminho de Santiago: diversos percursos que terminam na Catedral de Santiago de Compostela (Galícia), como o Caminho Francês, o Caminho Primitivo, o Caminho Inglês... Se você desejar, dê uma olhada na nossa reportagem “O Caminho de Santiago de bicicleta”. - Caminho de El Cid: seguindo os passos de El Cid Campeador por Castila y León, Castilla-La Mancha, Aragón e Comunidade Valenciana. - Canal de Castilla: uma antiga via de navegação fluvial e um dos roteiros mais atraentes de Castilla y León.

Bicicleta no Caminho de Santiago

Conselhos e recomendações

CONSELHOS

- Na Espanha, como norma geral, é proibido para os ciclistas circularem em autoestradas (a menos que a sinalização indique o contrário).

- O regulamento obriga a levar uma peça refletiva à noite e dentro de túneis, e que as luzes dianteira e traseira sejam visíveis a 50 metros. 

- Na hora de praticar cicloturismo, antes de vir para a Espanha (e principalmente se você vai fazer percursos longos ou mais difíceis), você pode optar por se afiliar em seu país para que sua federação estenda a cobertura do seu seguro à Espanha, ou, se for o caso, obter um seguro de viagem que inclua a assistência médica e a responsabilidade civil. 

- Se você vier de avião à Espanha e quiser trazer sua bicicleta, esta deverá estar devidamente embalada. Algumas companhias cobram uma taxa extra para levar a bicicleta. Da mesma forma que as empresas de ônibus de longo percurso. Tenha isso em mente antes de adquirir os bilhetes.

- Se você se deslocar de trem, de acordo com a Rede Nacional de Trens Espanhóis (RENFE), sempre que as bicicletas superem as dimensões indicadas para serem consideradas bagagem de mão, serão admitidas nos serviços AVE, Longa Distância e Avant para trajetos nacionais com as seguintes condições: Que a bicicleta esteja dobrada ou desmontada dentro de uma capa com dimensões máximas de 120 x 90 x 40 cm (comprimento-altura-largura). Os pedais devem estar desmontados e o guidão virado 90º.

- Para obter informação sobre cicloturismo, você pode ir aos escritórios de turismo de cada região ou entrar em contato com suas respectivas federações de ciclismo. Também pode visitar o site da Real Federação Espanhola de Ciclismo.

Já que as recomendações e regulamentos oferecidos podem mudar, é aconselhável verificar sempre as exigências antes de iniciar a viagem.