Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Castelo de Loarre

Castelos e Palácios, fortalezas visitáveis e hospedagens únicas

none

Você sabia que a Espanha tem mais de 10.000 castelos e palácios? Muitos deles são visitáveis, acolhem exposições ou inclusive foram transformados em hospedagens muito especiais ou espaços únicos para a realização de eventos. Aproveite sua visita à Espanha para conhecer alguns deles, passar uma noite inesquecível ou realizar as atividades turísticas que são organizadas. Você pode consultar informações mais detalhadas de muitos deles no site da Rede de Palácios e Castelos da Espanha: https://www.spainheritagenetwork.com.

Os castelos, fortalezas, palácios e recintos amuralhados da Espanha são um reflexo da história do país, e visitá-los é um bom modo de descobrir as diferentes culturas que passaram por ele. Você verá desde antigos castros romanos até grandes fortalezas medievais. Algumas delas estão conservadas em um estado extraordinário e oferecem e oferecem visitas culturais que inspiram uma viagem no tempo.

Castelo de Olite (Navarra), Castelo de Peñaranda de Duero (Castilla y León) e Castelo de Peñíscola (Comunidade Valenciana)

Castelos e palácios visitáveis

A lista é muito longa, e você pode consultar muitos deles em um mapa no site da Rede de Palácios e Castelos. Você encontrará alguns emblemáticos e muito conhecidos, que oferecem visitas teatralizadas de forma periódica ou habitual, como o Castelo de Manzanares el Real (situado a menos de uma hora da cidade de Madri), o Palácio Real de Olite (em Navarra), o Castelo de Sotomayor (em Pontevedra, Galícia), o Castelo de Belmonte (em Cuenca, Castilla – La Mancha) ou o Castelo de Almodóvar del Río (em Córdoba, Andaluzia). Entretanto, outros organizam diversas atividades infantis, como o Castelo de Lorca – Fortaleza do Sol (em Lorca, Região de Múrcia) e o Castelo de Loarre (em Huesca, Aragón). 

 Castelo de Almodóvar del Río, Córdoba

Em algumas ocasiões, a visita ao castelo revelará um interessante museu. Por exemplo, o Castelo de Peñafiel (em Valladolid, Castilla y León) é a sede do Museu Provincial do Vinho. O Palácio de Viana é um museu de pintura onde se destaca a obra de Julio Romero de Torres. O Hospital de Tavera (em Toledo, Castilla – Mancha) é a sede do Museu Fundação Duque de Lerma, com pinturas de El Greco, Zurbarán, Tintoretto e Luca Giordano, entre outros. Se você escolher os meses de verão para sua visita, em alguns castelos poderá assistir a inúmeros espetáculos culturais e festivais. Por exemplo, o Castelo de Peñíscola (em Castellón, Comunidade Valenciana) realiza um festival de teatro clássico e recebe shows do Festival de Música Antiga e Barroca de Peñíscola. O Castelo de Cuéllar (em Segóvia, Castilla y León) recebe o concurso “Así Cantan las Corales” e o Festival Nacional de Jotas. O Castelo de Mora de Rubielos (em Teruel, Aragón) é uma das sedes do Festival dos Castelos. O Palácio de Olite é o cenário de um famoso festival de teatro clássico.

Castelo de Peñafiel, Valladolid (Castilla y León)
Moinhos com o castelo de Consuegra ao fundo

Acomodações únicas em fortalezas

São palácios, castelos e conventos transformados em hospedagens singulares. Você vai achá-los por quase todo o país, e é recomendável consultar o mapa no site da Rede de Palácios e Castelos para localizar o mais próximo ao seu destino.

Alguns dos mais especiais são os que pertencem à rede de Paradores. Suas localizações lhe permitirão organizar viagens muito interessantes, como um roteiro por algumas das Cidades declaradas Patrimônio da Humanidade na Espanha. Deste modo, você encontrará Paradores em monumentos históricos de Alcalá de Henares, Ávila, Cáceres, Cuenca, Granada, Mérida, Santiago de Compostela, Úbeda, e a apenas dez quilômetros de Segóvia, em La Granja de San Ildefonso.Estes hotéis também podem ser uma ótima opção para curtir dois dos festivais de teatro mais famosos da Espanha: o Festival Internacional de Teatro Romano de Mérida (é realizado em um teatro romano em excelente estado de conservação e com mais de 2.000 anos de história) e o Festival Internacional de Teatro Clássico de Almagro (seu palco principal é um curral de comédias que permanece praticamente intacto desde seu primeiro uso, há mais de 400 anos).

Parador de Corias, em Astúrias

E existem muitas outras opções. Você pode optar por uma combinação de natureza e cultura em uma escapada a Astúrias, hospedando-se em um convento beneditino do século XI (o Parador de Corias, em Cangas de Onís), ou ir à Galícia para percorrer a Ribeira Sacra e dormir nos Paradores de Monforte de Lemos ou de Santo Estevo. Se você gosta do mar, pode aproveitar para passar uns dias nas vilas de pescadores do país basco dormindo no Castelo de Carlos V (Parador de Hondarribia, em Gipuzkoa). Se você prefere o interior, uma opção interessante pode ser um roteiro pela Extremadura se hospedando nos Paradores de Guadalupe, Trujillo, Oropesa, Plasencia, Jarandilla de la Vera, Zafra, Cáceres ou Mérida. E se você escolher o sul, pode se adentrar na tradição da arte equestre andaluza em Jerez de la Frontera (Cádis) e dormir no Palácio do Vice-rei Laserna.

Parador de Santo Estevo, em Ourense (Galícia)
Paisagens de castelos na Estremadura: Cáceres, Guadalupe e Parador de Jarandilla de la Vera

Estas são apenas algumas das possibilidades oferecidas pela Rede de Palácios e Castelos para conhecer a Espanha ficando em acomodações especiais cheias de história.

Descubra mais sobre...