Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Bodegas Ysios

Bodegas (vinícolas) de design

none

As novas catedrais do vinho

Arquitetura y vinho formam uma combinação perfeita na Espanha, sobretudo se falamos das bodegas mais modernas e vanguardistas. Suas instalações foram projetadas por prestigiados arquitetos e não só se destacam por sua estética, mas também são exemplo de inovação e eficiência tecnológicas na produção do vinho. São lugares em que você terá a oportunidade de desfrutar do enoturismo e dos vinhos espanhóis com os cinco sentidos.

  • Vinícola de Marqués de Riscal

    Marqués de Riscal: a Cidade do Vinho

    Em Elciego (Álava) erguem-se as sinuosas formas do edifício criado por Frank Gehry. Coberto de titânio, o arquiteto quis pintá-lo com as cores rosa, ouro e prata representativos de Marqués de Riscal. A visita às bodegas converte-se em uma experiência muito sugestiva neste complexo com hotel de luxo, spa de vinhoterapia, centro de convenções e dois restaurantes assessorados pelo chef Francis Paniego.

  • Bodegas Ysios

    Ysios, em homenagem a Ísis e Osíris

    Nos arredores de Laguardia (Álava) e com a serra de Cantabria como pano de fundo, encontramos a surpreendente silhueta das bodegas de Ysios. Fundadas em 2001, levam o nome dos deuses que, de acordo com a mitologia egípcia, ensinaram a humanidade a cultivar videiras. Santiago Calatrava inspirou-se em uma fileira de barris para projetar a espetacular cobertura desta bodega, que vista de cima tem a forma de uma taça de vinho.

  • Bodegas Viña Real

    Viña Real, um barril singular

    Também em Laguardia pode-se descobrir este grande edifício com forma de tina criado por Philippe Maziéres. Construído em concreto, madeira de cedro e aço inoxidável sobre o Cerro de la Mesa, as cavernas onde se armazena o vinho estão escavadas na rocha aproveitando a singularidade do terreno. Sua oferta de enoturismo conta, além disso, com oficinas e atividades criativas para crianças cuja temática gira em torno ao mundo do vinho.

  • Bodegas Protos

    Protos, a primeira da Ribera

    Aos pés do morro do castelo de Peñafiel (Valladolid), em plena Ribera del Duero, encontramos os telhados chamativos criados por Richard Rogers. As modernas instalações de Protos reinterpretam a arquitetura tradicional das bodegas da região, com uma estrutura e materiais que melhoram o rendimento, minimizam o gasto energético e reduzem o impacto ambiental. A visita também inclui as antigas bodegas subterrâneas que se adentram na montanha.

  • Bodegas R. López de Heredia Viña Tondonia

    López de Heredia: a garrafa de Zaha Hadid

    As bodegas López de Heredia são as mais antigas de Haro e uma das três primeiras que existiram em La Rioja. Em razão do seu 125 aniversário, Zaha Hadid projetou uma caixa de tipo escultural para o estande modernista com a qual a vinícola participou da Exposição Universal de Bruxelas em 1910. O projeto foi integrado de maneira permanente como um edifício anexo que alberga as salas de degustações e a loja.

  • Bodegas Portia

    Portia, uma estrela de três puntas

    A bodega projetada por Norman Foster para o Grupo Faustino localiza-se em Gumiel de Izán (Burgos), na região de Ribera del Duero. É uma enorme estrutura com forma de estrela que parece emergir da terra. Realizada em concreto, carvalho, aço e vidro, cada um dos braços está dedicado a uma fase da elaboração do vinho: fermentação, criação e envelhecimento em garrafa.

  • Bodegas Finca Montepedroso

    Finca Montepedroso, viticultura sustentável

    Para a construção de sua bodega em Rueda (Valladolid), a família Martínez Bujanda impôs aos arquitetos várias condições: o uso de materiais limpos, típicos da região, e o uso de energia. Resultado: um edifício contemporâneo que se integra harmoniosamente na paisagem e onde o respeito pelo meio ambiente é uma máxima.

  • Bodegas Legaris

    Legaris, aberta à natureza

    Domingo Triay é o responsável pela arquitetura minimalista destas bodegas localizadas em Curiel de Duero (Valladolid). Suas grandes janelas favorecem a iluminação natural e a sensação de plena integração com a natureza. Na primavera, as visitas à bodega e seus vinhedos incluem a possibilidade de desfrutar da degustação de vinhos de Ribera de Duero no terraço ao entardecer, com as fabulosas vistas ao castelo de Peñafiel como cortina de fundo.

  • Bodegas Baigorri

    Baigorri, a caixa de vidro

    Iñaki Aspiazu projetou em Samaniego (Álava) umas bodegas que se adaptam à topografia para intervir no processo de elaboração. A maior parte das instalações são subterrâneas, facilitando a atuação da gravidade na diferentes fases do vinho, que se desenvolvem em vertical. No exterior, uma grande estrutura de vidro dá as boas-vindas, oferecendo uma espetacular panorâmica dos vinhedos da zona antes de começar a visita.