Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Prato de polvo

Experiências gastronômicas que merecem uma viagem à Galícia

Galiza

A arte de comer na Galícia

Na Galícia é fácil comer muito bem, mas além disso você pode viver algumas experiências culinárias próprias da região como, por exemplo, fazer parte do ritual que é feito antes de beber sua famosa queimada, provar seu famoso pulpo á feira, almoçar em um paço ou ver como trabalham os percebeiros. Estes são alguns dos originais planos que certamente vão conquistar o paladar do viajante:

Ser marinheiro por um dia

Viver uma jornada de “marinheiro” é uma coisa que costuma surpreender o viajante de forma positiva. Na Galícia são oferecidas atividades como experimentar um dia de pesca e cozinhar as próprias capturas, ver os percebeiros enfrentando-se no mar entre as rochas para conseguir os riquíssimos percebes, fazer um curso prático de marisqueo em lugares como a ilha de A Toxa; ir a um mercado como o de Fisterra e participar do curioso “ritual” do leilão de peixes que se faz a viva voz; navegar em catamarã em O Grove (a “capital do marisco”) com uma degustação de mexilhões; ver o pôr do sol em um veleiro enquanto se brinda com vinho galego... Para mergulhar em todo este ambiente, nada como provar um pulpo á feira preparado pelas famosas pulpeiras de Carballiño ou percorrer vilas de pescadores como Muros, Fisterra e Muxía. Um aviso: uma boa mariscada de santolas ou lavagantes galegos não é fácil de esquecer.

Colagem de experiências gastronômicas na Galícia

Degustar tapas e vinhos nos centros históricos das cidades

É uma delícia em todos os aspectos caminhar pelo centro histórico de Ourense, Pontevedra, A Corunha, Santiago de Compostela e Vigo. Ruas carregadas de história acolhem tabernas tradicionais que oferecem em seus cardápios as melhores tapas. Algumas zonas têm muita fama, como o mercado de A Pedra de Vigo e seus restaurantes para comer ostras. No entanto, o melhor é perguntar pela especialidade de cada local e sentar-se em uma mesa ao sol para prová-las. Por outro lado, cada vez está mais na moda ir a mercados locais, como o de Abasto de Santiago de Compostela, onde alguns postos cozinham os produtos frescos que você comprar.

Bares de vinhos no centro histórico da Corunha

Comer em um furancho, em um paço ou em um moinho

Aqueles que procuram um ambiente familiar e acolhedor na hora de comer vão gostar da experiência de ir a um furancho, que são pequenos locais ou adegas particulares nos fundos de algumas casas que oferecem vinho diretamente do barril e produtos caseiros como empanada de sépia, presunto cru, omelete... Outra vivência singular pode ser a de comer em moinhos de água restaurados, como os de Meaño, com mais de 200 anos de antiguidade, que além disso se encontram no meio de paisagens de uma beleza natural apaixonante. Por último, não podem faltar as hospedagens galegas por excelência: os imponentes paços. Além de serem edifícios históricos no meio de maravilhosos jardins, muitos deles contam com restaurante.

Furancho perto de Pontevedra

Procurar “estrelas” em seus restaurantes

Se você gosta da alta cozinha, de tradição ou de vanguarda, você pode provar algum dos restaurantes galegos que têm estrela Michelin: A Tafona, Árbore da Veira, As Garzas, O Retiro da Costiña e Casa Marcelo (em A Corunha); Casa Solla, Culler de Pau, O Eirado, Silabario, Maruja Limón, Pepe Vieira Camiño da Serpe e Yayo Daporta (em Pontevedra); e Nova e Miguel González (em Ourense).

Farol de Punta Cabalo

Comer nas Ons: ilhas que são um paraíso natural protegido

Algumas das paisagens mais bonitas de toda a Galícia estão no parque nacional das Ilhas Atlânticas: praias de águas cristalinas e areia fina, bosques de pinheiros, faróis, falésias... O parque é formado pelas ilhas Cíes, Ons, Sálvora e Cortegada. Embora as mais famosas sejam certamente as Cíes, nesta ocasião a proposta é visitar as Ons, não só para deixar de lado a pressa e escutar o ruído do mar em suas misteriosas cavernas marinhas chamadas de “furnas”, mas também para provar seu prato estrela: o polbo á Illa (polvo à moda da ilha).

Vista das Ilhas de Ons

Viver uma jornada de enoturismo na Ribeira Sacra

Os vinhedos desta linda região de canyons de 500 metros de profundidade formados pelos rios Sil e Minho chamam muito a atenção. Ainda que pareça incrível, as videiras crescem sobre ladeiras muito íngremes, desafiando a gravidade. Por toda a Ribeira Sacra, além de pequenos mosteiros que parecem saídos de um conto de fadas, há muitas vinícolas que podem ser visitadas e onde, além de explicar os métodos de elaboração dos vinhos, oferecem uma degustação acompanhada de um aperitivo. A visita pode ser complementada com um passeio de catamarã nos canyons do Sil. E saindo da Ribeira Sacra, para experimentar alguns dos vinhos mais famosos da Galícia, vale a pena ir até Cambados (o berço do albariño) ou até Ribadavia para provar o ribeiro.

Mulher na vindima da Ribeira Sacra

Jantar e ver as estrelas na montanha mais alta da Galícia

Um dos melhores lugares do mundo para ver as estrelas fica em Pena Trevinca, o ponto mais alto da Galícia, em Ourense. É uma zona espetacular de lagoas glaciais e aldeias de casas de pedra onde o relógio parece parar. Algumas destas casas de campo estão equipadas com telescópio para ver as estrelas... e além disso, nelas se cozinha maravilhosamente bem. Muito recomendável a vitela da região e vinhos como o Denominação de Origem Valdeorras.

Apreciar a gastronomia após relaxar em águas termais

Café da manhã no quarto, acesso privado a um circuito de spa, massagem em casal, visitas a vinícolas, menus de degustação, jantares românticos ou marítimos, restaurantes panorâmicos... É fácil deixar-se conquistar pelos planos que muitos dos centros termais da Galícia oferecem. Esta região da Espanha está cheia de fontes termais, por isso pode se gabar de suas estações com águas mineromedicinais de excelente qualidade. São muitas para escolher: Termas de Outariz, Quinta da Agua, Termas A Chavasqueira, La Toja, Mondariz...

Estação termal de Chavasqueira, Ourense

Sentir em primeira pessoa o que é o enxebre

Pode-se dizer que enxebre significa autêntico ou típico de uma região. Porém, enxebre também é uma forma de entender a vida, um sentimento. Você vai compreender isso vivendo tradições galegas e misturando-se com os moradores locais durante suas celebrações. Você gostaria de viver um magosto popular? É uma festa realizada em novembro durante a colheita de castanhas, na qual as pessoas se reúnem ao redor de fogueiras para contar histórias e para comemorar a chegada do outono. E participar do ritual que acompanha a preparação da bebida chamada queimada recitando seu famoso conxuro (conjuro)? Em qualquer época do ano, você pode perguntar aos galegos por seus costumes culinários, provar o pão de Cea, saborear a tortilla de patatas (omelete de batata) de Betanzos, comer um bom lacón de porco com grelos, beber um vinho em cunca (tigela de cerâmica), procurar o pimentão de Padrón picante, adoçar a vida com algumas filloas...

Descubra mais sobre...