Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Moça em uma praia de Menorca, Ilhas Baleares

Camí de Cavalls

Menorca

Menorca

A volta a Menorca pela costa


O Camí de Cavalls é uma trilha histórica que percorre todo o litoral de Menorca. Seus 185 quilômetros, divididos em 20 trechos, permitem descobrir as paisagens e espaços naturais pelos quais a ilha mereceu ser declarada Reserva da Biosfera. Um lindo caminho que passa por bosques, campos e falésias e leva a conhecer as praias e enseadas mais paradisíacas de Menorca.O Camí de Cavalls é o “Caminho dos Cavalos”. A origem desta trilha e do seu nome vem do século XIV, quando por ordem real foi estabelecida a obrigação de que os cavaleiros de Menorca mantivessem um cavalo armado para vigiar a costa e defender a ilha. Mais tarde, os soldados ingleses e franceses o utilizaram com a mesma finalidade. Com o tempo, o antigo traçado utilizado por estes cavaleiros foi recuperado para uso público e se transformou num maravilhoso percurso ao redor da ilha, por todo o seu litoral, que pode ser feito a pé, de bicicleta e, é claro, também a cavalo.

Como é o Camí de Cavalls?

O traçado do Camí de Cavalls corresponde à trilha homologada GR 223, por isso está bem sinalizado com as habituais marcas vermelhas e brancas. Tem 185 quilômetros de percurso divididos em 20 etapas, que abrangem distâncias de entre 5 e 13 quilômetros, aproximadamente. É possível fazer todo o caminho em diferentes jornadas, ou várias de suas etapas. Também é possível realizar só algum de seus trechos a modo de excursão, utilizando, por exemplo, a manhã para a ida e a tarde para a volta. Seja qual for a opção escolhida, é uma alternativa excelente para conhecer a natureza, a cultura e a riqueza paisagística de Menorca.

Excursionistas em Menorca, Ilhas Baleares

O que você pode encontrar no Camí de Cavalls?

Seguindo os passos deste roteiro é possível descobrir as principais atrações da ilha. Desde conhecer os faróis, os monumentos talayóticos e as torres defensivas, até passear pelo Parque Natural de s'Albufera des Grau, contemplar o mar no alto de suas falésias, ou dar um mergulho em mais de cinquenta praias e enseadas. As 10 primeiras etapas percorrem a costa norte de Menorca, de Maó até Ciutadella. Entre muitos outros lugares e pontos de interesse, o traçado passa pelas praias de Sa Mesquida e Es Grau; pelos faróis de Cap Favàritx, de Cavallería e de Punta Nati; pelas enseadas virgens de Binime·la e El Pilar; e pelas falésias de Cala Morell e sua necrópole pré-histórica. Pelo caminho, além disso, há uma sucessão de paisagens de bosques, dunas e lugares rochosos, mostrando os singulares contrastes desta ilha declarada Reserva da Biosfera.Os outros 10 trechos do Camí de Cavalls vão de Ciutadella até Maó pela costa sul da ilha. Por esta parte, entre outros lugares, é possível pegar uma praia na popular Cala Blanca, nadar nas águas cristalinas de Son Saura ou Turqueta, ou admirar a beleza dos bosques na beira da praia na Cala Macarella e Macarelleta. O caminho também atravessa as ravinas mais significativas da ilha para chegar às praias de Cala Galdana e de Son Bou, a mais extensa de Menorca, que conta com um interessante sistema de dunas. O percurso visita, além disso, outros lugares como as areias de Cales Coves, com sua necrópole talayótica, e a torre defensiva de Alcalfar.

Vista da Cala Macarelleta, em Menorca, Ilhas Baleares

Conselhos e recomendações

Como chegar

Você pode chegar de avião a Menorca, o aeroporto está situado a 4,5 km de Maó. Também pode chegar de navio saindo dos portos de Maiorca, Valência e Barcelona. Para se deslocar pela ilha, existe a possibilidade de utilizar a rede de ônibus de transporte público; no entanto, a opção mais confortável é estar de carro (você pode levar seu próprio veículo se for de ferry, ou utilizar um carro alugado).

Trekking no Camí de Cavalls, Menorca

Tenha em mente

É recomendável consultar sempre a previsão meteorológica, já que, dependendo do vento, será preferível fazer as etapas do norte (se sopra vento do sul) ou as do sul (quando sopram ventos do norte). Também é bom ter em conta a orientação solar e fazer os trechos indo de leste a oeste, para ter o sol nas costas e evitar que incomode seus olhos. 

Siga os sinais do caminho e procure usar um calçado adequado, já que boa parte do percurso é pedregoso. Com respeito à roupa, deve ser condizente com a estação do ano (capa de chuva, bermuda, roupa de frio, etc.). No verão não devem faltar o boné, o protetor solar e a roupa de banho. 

Sempre é preciso levar água, comida e algum petisco (chocolate, frutos secos, fruta...) para repor as energias no caminho. 

Na hora de abordar o percurso, é conveniente planejar bem aspectos como o transporte, a logística e a acomodação.

Descubra mais sobre...
O que fazer

O que mais você pode ver por perto