Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Três talayots no assentamento talayótico de Montefí, em Ciudadela de Menorca

Descobrir os Talayots

Menorca

Restos pré-históricos exclusivos de Menorca


Além de suas lindas enseadas, Menorca reserva outros tesouros para os mais curiosos, nesta ocasião de pedra. Trata-se dos talayots, taulas e navetas: peculiares construções megalíticas distribuídas por toda a ilha.A ilha concentra nada mais, nada menos que uns 1.600 monumentos pré-históricos. Uma grande facilidade na hora de visitar estes restos arqueológicos é que a maioria está integrada na paisagem e ao ar livre. Retroceder por um instante à pré-história nunca foi tão fácil.

Arqueologia única das Ilhas Baleares

Entre o turquesa das águas e o verde da vegetação mediterrânea aparece a variedade de cinzas da pedra milenar. A cultura Talayótica irrompe na paleta de cores de Menorca com uma nota de exclusividade que aumenta seu atrativo: junto a Maiorca, é o único lugar do mundo onde existiu.A maioria destes monumentos pré-históricos que recriam a vida das primeiras civilizações que habitaram Menorca pertencem ao século IX antes de Cristo. Dados como este aumentam a curiosidade do visitante e o levam a conhecer a história da ilha “pedra por pedra”. Assim, surgem incógnitas como: qual era a utilidade de cada uma destas construções?   

Vista aérea de um Talayot em Son Fornes

Rituais, necrópoles, símbolos de união

Para contemplar os talayots é preciso levantar a vista, já que são torres de pedra que chegam a alcançar cinco metros de altura. Além de ter uma finalidade defensiva e de servir para controlar os arredores, os talayots eram considerados uma espécie de símbolo de união da comunidade.As taulas eram santuários onde eram realizados, por exemplo, rituais de fertilidade, sacrifícios de animais e até mesmo rupturas de ânforas! O fogo tinha muita presença nestes espaços. Outro tipo de edificação que só está presente em Menorca são as navetas, tumbas coletivas construídas com pedras de médio porte. Entre as falésias e ravinas da ilha também podem ser encontradas cavernas funerárias ou necrópoles que, diferentemente dos anteriores, costumam ser de difícil acesso.

Naveta dels Tudons, Ciudadela de Menorca

De Mahón a Ciudadela

Um possível itinerário para alimentar o espírito de arqueólogo inconformista é o que passa a um lado e a outro da estrada que atravessa o interior de Menorca (Me-1). Trata-se de um percurso de leste a oeste da ilha, com desvios estratégicos. Dado que são tantos os restos talayóticos, a ideia é se concentrar nos que estão mais bem conservados. Aqui vão alguns exemplos:- Povoado de Trepucó (a 2 quilômetros de Mahón)- Sepulcro megalítico de Biniai Nou (a 5 quilômetros de Mahón)- Taula de Torralba d'en Salord (entre Mahón e Alaior)- Povoado de Talatí de Dalt- Necrópole de Calescoves- Naveta des Tudons (Ciudadela)- Taula de Torretrencada (Ciudadela)De qualquer maneira, e na falta de um sexto sentido aventureiro, para visitar os restos da cultura Talayótica mais emblemáticos de Menorca também existem percursos guiados que ajudam a conhecer com mais precisão estes peculiares monumentos.

Taula de Trepucó, Menorca
Descubra mais sobre...