Atualidade COVID-19

Conselhos para viajar com segurança
Vista da Gran Vía de Madri

Dois dias em Madri

Madrid

Madri em dois dias

Com este itinerário de dois dias você poderá conhecer alguns dos lugares mais interessantes de Madri e aproveitar o tempo se, por exemplo, apenas tem um fim de semana para a visita. Esperam por você 48 horas inesquecíveis em uma das cidades com mais vida da Europa.

Primeiro dia

O primeiro dia você pode dedicar a dois dos bairros de Madri com mais história. Primeiro propomos a você percorrer as ruas do bairro dos Áustrias - que reflete a época dos séculos XVI e XVII quando a dinastia dos Áustrias decidiu mudar a corte imperial para Madri - e depois o boêmio bairro das Letras, onde viveram alguns dos escritores mais famosos da história da Espanha. À noite as opções são várias.

Deslocamento: A pé / Duração: 1 dia

Manhã na Madri dos Áustrias

Um lugar perfeito para começar a conhecer Madri é sua famosa Porta do Sol, sempre animada, e onde você encontrará a emblemática estátua de “El Oso y el Madroño”, os deliciosos doces das pastelarias locais ou a placa com o “quilômetro 0” da Espanha. Daqui, você pode ir à plaza Mayor - que em 2018 cumpriu 400 anos - e comer alguma coisa em seus terraços ou no próximo Mercado de San Miguel, um dos diferentes mercados históricos que a capital reformou para oferecer todos os tipos de produtos gourmet.Se você desce pela rua Mayor, em poucos minutos chegará à encantadora praça da Vila e finalmente ao impressionante conjunto da Catedral da Almudena, Palácio Real, Teatro Real e a praça do Oriente. Certamente o lugar mais impressionante de Madri!

Palácio Real de Madri

“Tapas” e literatura no Bairro das Letras

Nas imediações da praça de Santa Ana e da rua das Huertas está o bairro das Letras, conhecido assim porque os escritores espanhóis mais famosos do Século de Ouro viveram aqui. De fato, você pode encontrar a tumba de Cervantes no Convento das Trinitárias ou na Casa Museu Lope de Vega. Passear por estas ruas cheias de livrarias antigas, teatros e lojas é uma agradável experiência. Além disso, se você olhar para o chão, verá inscritas as citações mais emblemáticas de muitos destes escritores. O outro ponto forte por que é conhecido este bairro é por seus bares de tapas. Está cheio de tabernas tradicionais nas que você poderá experimentar do típico cozido madrilenho, as batatas bravas ou o presunto ibérico até pratos de diferentes cozinhas do mundo.

Praça de Santa Ana, Madri

Entardecer e noite flamenca

Para despedir a tarde, você pode ir a um dos mirantes que estão mais na moda na capital: o do terraço do Círculo de Belas Artes. Garantimos que as vistas são únicas quando o sol se põe e, além disso, você pode aproveitar para tomar um coquetel ou mesmo jantar. Se você prefere permitir-se um luxo, pode fazê-lo em algum dos restaurantes de Madri com Estrelas Michelin. E se o que você quer é acabar em um tablado flamenco, há vários famosos para escolher no centro. Você prefere outro tipo de música? Você achará também vários locais com atuações de jazz ao vivo.

Vista do terraço do Círculo de Belas Artes de Madri
Visitas imprescindíveis

O que ver


Segundo dia

O segundo dia apresenta-se cultural, já que é preciso aproveitar que Madri conta com alguns dos melhores museus do mundo. Você também não pode ir embora sem ver sua rua mais famosa: a Gran Vía, perfeita para as compras e para assistir a um musical.

Deslocamento: A pé / Duração: 1 dia

Rua Alcalá esquina com a Gran Vía de Madri

Amanhã: Passeio da Arte ou visita ao Bernabéu

Saindo da estação de Atocha, você pode percorrer todo o passeio do Prado, também conhecido como o “Paseo del Arte” por concentrar em menos de dois quilômetros algumas das obras mais importantes da história em diferentes museus: o Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, o Museu Thyssen-Bornemisza e o Museu do Prado. Todos mereceriam uma visita exaustiva, mas se você tiver apenas um fim de semana, a melhor opção é fazer uma visita de umas duas horas pelo Prado (não esqueça de colocar-se em frente ao “Las Meninas” de Velázquez!). Também nesta área estão o Real Jardim Botânico e o parque mais famoso de Madri, o do Bom Retiro. É difícil encaixar tudo em uma manhã, então você escolhe o plano que mais lhe agrada.Você é mais fã do futebol que da arte? Pois então talvez prefira passar a manhã fazendo o Tour Bernabéu pelo mítico estádio do Real Madrid.

Guernika de Picasso

Um selfie na praça de Cibeles e a Gran Vía

Ao final do passeio do Prado aparece inconfundível a praça de Cibeles, com a fonte e a Prefeitura criando uma imagem que convida a ser fotografada. Você pode aproveitar para subir ao terraço do Palácio de Cibeles (a Prefeitura) e obter umas boas vistas ou comer alguma coisa em seu terraço. Além disso, no sexto andar também há um restaurante com um cardápio que certamente o seduzirá, ainda que se você procura uma opção mais econômica, toda a região central de Madri está cheia de propostas.Depois de ver a Porta de Alcalá ao fundo, se você continuar pela rua de Alcalá chegará à Gran Vía, a avenida madrilenha por excelência, cheia de lojas, cinemas e teatros e onde não pode faltar uma foto no seu edifício Metrópolis ou sob seu cartaz de Schweppes.O final desta rua leva você até a praça da Espanha (com sua escultura de Dom Quixote e Sancho Panza) e ao Templo de Debod, o único templo egípcio que existe na Espanha e certamente o ponto mais bonito de Madri para contemplar o entardecer.

Praça de Cibeles de Madri

Uma noite “musical”

Fazendo o caminho de volta, você pode jantar em algum dos restaurantes da Gran Vía e arredores para depois assistir a qualquer um dos grandes musicais em cartaz nesta rua. Você sabia que, por exemplo, “El rey León” está triunfando desde 2011?Se você considera que “a noite é jovem” pode continuá-la em algum bar noturno, já que há bares de Madri com tanta história que por eles passaram estrelas como Ava Gardner ou Grace Kelly. Se você procura um ambiente mais alternativo, pode tentar com os bairros de Malasaña e La Latina.

Terraço do Hotel Óscar em Chueca, Madri
Visitas imprescindíveis

O que ver