Atualidade COVID-19

Conselhos para viajar com segurança
Mosteiro de San Lorenzo de El Escorial

Escapada a San Lorenzo de El Escorial

Madrid

Uma visita a San Lorenzo de El Escorial

Se você está de viagem em Madri, não hesite em dedicar meio dia para conhecer San Lorenzo de El Escorial. É uma visita imprescindível. Ali você encontrará seu Mosteiro, nomeado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e cujo interior esconde segredos da história da Espanha. Além disso, você descobrirá uma localidade com encanto e um belo ambiente natural.

De manhã

Chegada a San Lorenzo de El Escorial. Saímos cedo para aproveitar a viagem. O melhor é escolher a linha 664 de ônibus, pois é a mais direta e nos deixa a uns 200 metros do Mosteiro (somente é necessário descer pela rua Juan de Toledo). O trem, cuja estação está a mais de um quilômetro do município, é preferível reservá-lo para a volta. Ainda que se decidimos realizar a ida em trem, é possível chegar a San Lorenzo de El Escorial caminhando (o trajeto é de subida) ou em um ônibus local.

Real Mosteiro de San Lorenzo de El Escorial. A visita por excelência:  Aproveitamos que o escritório de turismo estar situado em frente à entrada do Mosteiro para conhecer seu centro de interpretação e para nos informar sobre rotas, restaurantes, a história da localidade ou entreter as crianças com jogos.A seguinte parada e a mais emblemática é o Mosteiro de San Lorenzo de El Escorial. Um majestoso edifício de granito levanta-se diante de nós e nos adentramos em outra época, quando El Escorial era o centro político de um império. Devemos saber que não estamos apenas diante de um mosteiro, mas diante de um grande museu que abriga um panteão, um palácio e uma basílica. Passamos ao interior.Estamos prestes a descobrir a chamada "Oitava maravilha do mundo". Depois de desfrutar do mosteiro em profundidade, aproveitamos para comprar alguma lembrança na loja de presentes e tomar uma reconfortante bebida na cafeteria do monumento (ao lado da entrada).Tenha em conta

  • O Mosteiro fecha às segundas-feiras.
  • Existe a possibilidade de realizar uma visita guiada, embora somente possa ser comprada nas bilheterias no mesmo dia da visita.

San Lorenzo de El Escorial

Jardins do Frade e Casinha do infante. Natureza a nossos pés: Na saída, atravessamos a esplanada de pedra do mosteiro e aproveitamos para tirar fotos inesquecíveis, pois estamos rodeados pelas Casas de Ofícios e pela Casa de Infantes e da Rainha. No final da fachada oeste (à direita da entrada ao Mosteiro), encontramos a pequena entrada aos Jardins do Frade. Neles, admiramos a paisagem enfeitada com um lago e deixamos voar nossa imaginação ao século XVI.Neste ponto, nossa rota muda conforme a época do ano em que tenhamos viajado. E é que se seguimos reto pelo Passeio de Carlos III em um trajeto ascendente de uns 15 minutos (na direção da estrada de Ávila. Está sinalizado) chegamos à Casinha do Infante e seus jardins. Vale a pena ir para obter uma panorâmica da paisagem da Ferraria. Agora vamos pela rua Leandro Rubio até o final, onde encontraremos a Casa de Jacometrezzo, a mais antiga da localidade.

Teto da biblioteca do Mosteiro de San Lorenzo de El Escorial

Conjunto monumental. Um passeio pela tradição: Os deslocamentos pelo centro histórico de San Lorenzo de El Escorial são curtos e é agradável realizá-los a pé para apreciar suas coloridas praças e conhecer o caráter amável da população. O melhor é percorrer o pátio da fachada norte do Mosteiro e subir até a cêntrica rua Floridablanca. Se a seguimos podemos ver edifícios históricos (todos contam com placa informativa) como as três Casas de Ofícios a nossa esquerda e os Reais Quartéis e o Real Coliseu de Carlos III à direita. Além disso, e se estamos no verão, encontramos postos de orchata e sorvete (deliciosos) onde se refrescar e descansar.Depois, tranquilamente, damos um passeio pelas três ruas paralelas Reina Victoria, Rey e Juan de Leyva e respiramos o ambiente deste destino único. Encontramos diversas lojas de produtos artesanais, cerâmicas e livros antigos onde comprar um presente. Em nosso caminho, descobrimos monumentos do século XVIII como a Casa das Colunas ou as Garagens do Rei (no final da rua Juan de Leyva). Estas abrigam em seu interior um encantador museu ao que vale a pena entrar.Um conselho? É recomendável visitar a livraria que conecta com o museu e comprar presentes como a medalha de San Quintín. Antes de irmos almoçar, não nos esquecemos de comprar algum doce típico como os caramelos de violeta ou as saborosas “bizcochelas” (com chocolate, gema e bolo).Tenha em conta

  • É melhor reservar as compras para antes do almoço, pois muitos estabelecimentos fecham das 14:00 às 17:00 h. Embora as distâncias sejam curtas, lembre-se de levar calçado cômodo.

Garagens do Rei em El Escorial

Almoço no centro histórico: Após uma manhã intensa, é momento de parar e degustar em qualquer dos locais do centro histórico pratos tradicionais como carnes (filé mignon de boi ou bisteca de vitela), assados ou cozido. O melhor é descer pela rua Patriarca para desembocar de novo em Floridablanca e almoçar em um local com vistas ao Mosteiro. No entanto, muitas ruas do centro histórico (San Antón, Caminho Horizontal, Praça San Lorenzo) estão salpicadas de restaurantes bares e tabernas se o que preferimos é comer, por exemplo, lombo e presunto ibéricos. Desfrutamos do sabor dos pratos e do marco monumental onde nos são servidos. Além disso, os preços não são muito elevados.

Vilarejo de San Lorenzo de El Escorial

À tarde

Casinha do Príncipe. Regresso a Madri: Empreendemos nosso regresso. O melhor é realizar a volta em trem, já que junto à estação está situada a Casinha do Príncipe. Da Floridablanca descemos pela Praça Virgen de Gracia até deixar a nossa esquerda a Casa de famílias de Infantes. Mais adiante e atravessando a estrada encontramos a entrada aos jardins. Percorremos maravilhados e com o Mosteiro às nossas costas como uma despedida o passeio rodeado de árvores até chegar à Casinha.Após visitá-la e como conclusão do dia, podemos tomar alguma coisa no terraço de sua entrada. A estação ferroviária está justamente em frente. A viagem a Madri dura aproximadamente uma hora, portanto, às 17:00 h chegamos à estação de Atocha. Não podemos esquecer que compramos “bizcochelas”. Agora é o momento de experimentá-las.

Casinha de Cima em San Lorenzo de El Escorial
Visitas imprescindíveis

O que ver


Conselhos e recomendações

Como chegar

  • Ônibus: linhas 661 e 664 da estação de intercâmbio de Moncloa. Duração aproximada do trajeto: 1 hora
  • Trem: linha C8a da estação de Atocha. Duração aproximada do trajeto: 1 hora.
  • Por estrada: Madri-San Lorenzo de El Escorial pela A-6, até Las Rozas, desvio à M-505; A-VI, desvio à M-600.

Se nos resta tempo à tarde, podemos ir às cidades de Segóvia, Toledo ou Salamanca, que estão próximas e bem comunicadas com esta localidade.

Quando fazer o roteiro

Em agosto comemoram-se as Festas Patronais em homenagem a San Lorenzo. Em setembro, a Romaria da Virgen de Gracia festeja-se nas ruas. No Natal, a Praça de Benavente acolhe um presépio com figuras de tamanho natural.

O que fazer

Planos para inspirar-se