Atualidade COVID-19

Conselhos para viajar com segurança
Animais de companhia

Animais de estimação: Você viaja com algum?

none

Existem três normas de caráter geral: os animais deverão ser acompanhados por seus donos ou representantes, estar devidamente identificados, e o certificado de acompanhamento de saúde deverá incluir a redação em espanhol. Na maioria dos casos, o animal de estimação deverá estar identificado por meio de tatuagem legível ou microchip.

  • Além disso, se o seu animal for um filhote, lembre-se que o mesmo não poderá viajar com você se tiver menos de três meses e, portanto, não estiver vacinado contra a raiva. Também não poderá acompanhá-lo até 21 dias depois de sua primeira vacina.

    Você pode consultar mais detalhes no site oficial do Ministério de Agricultura, Pesca, Alimentação e Meio Ambiente.

    Uma vez na Espanha, é recomendável levar em conta que os animais de estimação não costumam ser admitidos nos restaurantes. No caso de cachorros, é mais habitual que seja permitida sua permanência nas mesas ao ar livre. Pode ser obrigatório o uso da focinheira ou mantê-lo na guia. Ao procurar alojamento, é recomendável consultar, no momento de fazer a reserva, sobre a possibilidade de levar seu animal de estimação.

    Nos transportes da maioria das cidades da Espanha, os animais domésticos de pequeno porte costumam poder viajar, desde que seja dentro de uma caixa para transporte de animais. Os cachorros que superem 10 quilogramas de peso têm o acesso mais limitado em quase todos os casos. Se você se deslocar de trem, os de alta velocidade e longa distância requerem a expedição de uma passagem própria para o animal, mesmo que este não ocupe um lugar.

    Em todos os casos, estas normas de tolerância se mantêm se não houver oposição dos demais clientes nem se produzirem incômodos.