Atualidade COVID-19

Conselhos para viajar com segurança
Saúde

Saúde: O que você deve saber?

none

Se você precisar comprar remédios ou ir ao médico durante sua viagem à Espanha, tenha em conta que o atendimento em caso de emergência é garantido. Para outros casos, é recomendável ler nossos conselhos. Também lhe informamos onde é proibido fumar e onde você pode encontrar restaurantes caso seja celíaco.

  • Atualidade COVID-19

    Se você quer conhecer informações para turistas sobre a COVID-19 na Espanha, clique aqui.

  • Como ir ao médico na Espanha?

    O atendimento em caso de emergência é garantido para todos e é prestado nos hospitais e em alguns centros de saúde. Por outro lado, o atendimento em centros privados sempre será pago. É recomendável sempre viajar com um seguro médico internacional, especialmente se você não é cidadão da União Europeia, Suíça, Noruega, Islândia, Liechtenstein ou de um país com um acordo bilateral em matéria de saúde com a Espanha que cubra o atendimento.

    O atendimento médico por doença ou acidente é gratuito para os cidadãos da União Europeia, Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein desde que possuam o Cartão de Saúde Europeu (CESD - Cartão Europeu de Seguro de Doenças) e o motivo da viagem não seja um tratamento médico específico. Se você esquecer seu CESD, deverá pagar todos os custos e solicitar o reembolso em seu país. Se for necessário um tratamento médico programado, este deverá estar autorizado pela instituição competente do país de origem através do formulário S2. Em todos os casos, ficam excluídos os tratamentos bucais (com exceção das extrações) e a repatriação em caso de doença.

    Andorra, Chile, Marrocos, Peru e Tunísia têm acordos bilaterais com a Espanha que garantem a assistência médica e hospitalar a seus cidadãos na Espanha. No entanto, é necessário expedir o certificado correspondente no país de origem. Se você esquecer o certificado, deverá pagar todos os custos e solicitar o reembolso em seu país. Aqui você pode consultar os diferentes convênios bilaterais da Espanha em matéria de saúde.

  • Onde posso comprar medicamentos?

    Na Espanha, os medicamentos devem ser comprados em farmácias. Você poderá identificá-las nas ruas por uma cruz verde. Caso você seja procedente de algum país da UE ou de um estado que tenha acordos com a Espanha, poderá usufruir dos mesmos benefícios farmacêuticos que os espanhóis.

  • Fumar: Onde é proibido?

    Na Espanha é proibido fumar em todos os locais públicos fechados (incluindo veículos de transporte público ou coletivo).

    Também não é permitido fumar nos centros de saúde (incluindo áreas ao ar livre que fazem parte das instalações), nos centros escolares e de educação (exceto nos espaços ao ar livre de universidades e centros de formação de adultos), nem nos recintos de parques infantis e áreas de jogos (espaços ao ar livre equipados para menores).

    Muitos hotéis e similares oferecem quartos para fumantes. Estes devem estar situados em áreas separadas e com ventilação independente.

  • Celíacos: É fácil encontrar comida para celíacos? Como pedi-la?

    Na Espanha, há uma crescente consciência da doença celíaca e da importância de oferecer alimentos sem glúten. Por isso, cada vez mais hotéis, restaurantes, supermercados, campings e centros de lazer estão preparados para as necessidades dos celíacos. Para obter uma lista destes locais, visite o site oficial da Federação de Associações de Celíacos da Espanha. A Federação recomenda ao turista que não fala espanhol levar um papel escrito com um texto como este:

    “Sou celíaco. Se eu consumir algum alimento que contenha trigo, centeio, cevada, aveia, kamut, espelta ou triticale, ou seus produtos derivados, posso ficar doente. Isto inclui farinha, pão, massa, croquetes, doces, molhos, alguns embutidos... Os celíacos podem comer carne, peixe, ovos, legumes, frutas, verduras, arroz, milho, soja e também batata. Estes produtos devem ser preparados sem farinha, cozidos, na chapa, na brasa ou crus. Se você tiver alguma dúvida durante a preparação da comida, por favor, consulte-me. Obrigado.”