Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Vinhedos que emergem de crateras em La Geria, Lanzarote

Vinhedos no meio de vulcões

Lanzarote

O cultivo da videira em Lanzarote oferece uma paisagem espetacular e única


A viticultura da ilha é um autêntico exemplo de sustentabilidade e adaptação à natureza. Os vinhedos cultivados em suas areias vulcânicas compõem uma cena surpreendente e fascinante. Uma linda paisagem que em 1964 chegou a se converter em obra de arte com a exposição fotográfica “Arquitetura sem arquitetos”, do MoMA de Nova York.

As principais áreas de produção vinícola da ilha ficam nas zonas de La Geria, Masdache e Tinajo, que abrangem os municípios de Yaiza, Tías, San Bartolomé e Tinajo. É lá que você vai descobrir o lindo contraste entre o solo preto vulcânico de Lanzarote e o verde das videiras. Também vai ver que a areia vulcânica é um manto térmico protetor excelente, que preserva os nutrientes e a umidade da terra necessários para a produção da uva. E que os muros de pedra vulcânica construídos ao redor das vinhas as protegem dos ventos quase constantes.

Visitando alguma das vinícolas da ilha você pode conhecer muitas outras curiosidades sobre a produção dos vinhos locais. Por exemplo, que todas as atividades do vinhedo são feitas de forma manual porque o modelo de plantação impede a mecanização e a irrigação. Que existem duas formas de cultivo, o sistema de buracos e o de valas, ambos igualmente engenhosos e originais. E que a vindima é feita em julho, antes que em qualquer lugar da Europa.Com a visita, além disso, você poderá saborear as diferentes variedades de vinho elaboradas em Lanzarote. Os mais característicos são os vinhos de malvasia, principalmente brancos, embora você também possa encontrar tintos e rosados.

Vinhedos sobre crateras em La Geria, Lanzarote