Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Vistas da praça de Callao de um terraço

Excursões saindo de Madri

none

Se você está lendo este artigo, certamente tenha decidido passar suas férias em Madri ou pelo menos está considerando a possibilidade. Você tomou uma boa decisão, porque Madri é uma cidade cheia de vida, com uma completíssima agenda cultural, monumentos incríveis, como o Palácio Real, e museus que é preciso visitar pelo menos uma vez na vida, como El Prado.No entanto, uma vez em Madri, nada impede que conheça algumas cidades próximas e igualmente recomendáveis. Aqui pode encontrar ideias de possíveis excursões para quatro Cidades Patrimônio da Humanidade e outros destinos próximos. Você pode alugar um carro ou ir de trem ou de ônibus.

Alcalá de Henares

É nada mais, nada menos que a cidade de nascimento do escritor espanhol mais famoso: Miguel de Cervantes. De fato, nela se encontra o Museu Casa Natal de Cervantes, que recria uma casa do século XVI. Ao lado da entrada do museu, você está que uma estátua de seus personagens literários mais famosos: Dom Quixote e Sancho Pança. Não pode faltar uma foto com eles.Em seu percurso por Alcalá de Henares também deve incluir sua bela praça de Cervantes, a rua Mayor com seus tradicionais alpendres e o imprescindível Corral de Comedias, bem como uma visita à Catedral Magistral e ao conjunto do Colégio Maior de San Ildefonso, que atualmente é o Reitorado da Universidade, um dos edifícios mais belos da cidade.Alcalá de Henares é também famosa por suas abundantes tapas e comer lá, seguindo este costume espanhol, pode ser uma grande ideia. Bom apetite!

Praça de Cervantes, em Alcalá de Henares

Distância a Madri: 36 quilômetros, aproximadamente. Como chegar: De trem: linhas C-2 (Chamartín - Atocha - Alcalá de Henares - Guadalajara) e C-7 (Príncipe Pio - Chamartín - Atocha - Alcalá de Henares). De ônibus: linha 223 que sai do intercambiador da Avenida de América.

Toledo

Poucas pessoas resistem visitar esta Cidade Patrimônio da Humanidade, pertencente à Castilla-La Mancha, uma vez estando em Madri. É uma das excursões imprescindíveis. Seus monumentos mais famosos irão surpreender: o Alcácer, o Mosteiro de San Juan de los Reyes, a Catedral, a Mesquita do Cristo de la Luz, a Porta de Bisagra ou suas pontes. E é que na “Cidade das Três Culturas” você encontrará igrejas, mesquitas e bairros judeus.Acreditará ter viajado no tempo ao caminhar pelas ruelas, ao observar suas lojas tradicionais onde comprar espadas medievais ou se aproximar de mirantes, como o do Vale. Por algum motivo esta cidade inspirou pintores como El Greco, que hoje conta com um museu próprio.Duas recomendações: não perca a cidade iluminada à noite, enquanto faz uma rota guiada para conhecer suas lendas e não vá embora sem experimentar seus pratos tradicionais.

Casal admirando a panorâmica da cidade de Toledo

Distância a Madri: 72 quilômetros, aproximadamente. Como chegar: De trem: Trem de alta velocidade da estação de Atocha. De ônibus: sai da estação Plaza Elíptica e também há uma saída da T4 do aeroporto de Barajas.

Segóvia

A carta de apresentação desta Cidade Patrimônio da Humanidade de Castela e Leão não tem adversário: seu Aqueduto do antigo Império romano do século I com 167 arcos unidos sem argamassa. É imponente.Após ter feito centenas de fotos, aguardam outras “descobertas” como a Catedral e o Alcácer: um castelo com aparência de palácio erigido sobre um morro parecido com a proa de um barco. Inclusive dizem que serviu de inspiração para um dos famosos castelos da Disney. Se você tem coragem de subir os 152 degraus da escada caracol de sua torre, obterá umas vistas incomparáveis de Segóvia.A propósito, para muitos seria imperdoável ir embora de Segóvia sem experimentar seu delicioso leitão, seu prato mais tradicional.

Vista aérea de Segóvia

Distância a Madri: 92 quilômetros, aproximadamente. Como chegar:De trem: Trem de alta velocidade da estação Atocha ou Chamartín. De ônibus: saída do intercambiador de Moncloa.

Ávila

O primeiro que chamará sua atenção desta quarta Cidade Patrimônio da Humanidade da Castela e Leão é sua Muralha: um perímetro de mais de 2.500 metros, 87 torreões e 9 portas. Você estará diante do recinto amuralhado medieval melhor conservado do mundo e que, além disso, foi cenário de diferentes filmes. Ainda, poderá subir à muralha para percorrê-la e aproveitar as ótimas vistas.Também não quererá perder outros monumentos, como a Catedral, a Basílica de San Vicente ou o Convento e Museu de Santa Teresa. Outro ponto muito especial da cidade é os Quatro Postes, um mirante único ao entardecer, até a iluminação da Muralha.Para levar uma ótima lembrança no paladar de Ávila, muitos apostam por sua “Tríade Gastronômica”: Feijões do Barco, Bisteca de vitela e Gemas de Santa Teresa.

Praça de Santa Teresa, em Ávila

Distância a Madri: 111 quilômetros, aproximadamente. Como chegar:De trem: trens que partem da estação Madri-Chamartín ou Atocha (podem ser de meia distância ou regionais). De ônibus: partem da Estação Sul-Méndez Álvaro.

Aranjuez

Voltamos à Comunidade de Madri para recomendar Aranjuez, com sua Paisagem Cultural declarada Patrimônio Mundial. E você estará se perguntando o que é Paisagem Cultural. Refere-se, fundamentalmente, a seus espetaculares jardins e monumentos, como o Palácio Real, que farão você viajar 500 anos para o passado, quando era residência de primavera de reis e rainhas.Entre todos os jardins que encontrará o maior é o do Príncipe, com inúmeras fontes de pedra e mármore, o Museu de Falúas Reales e o belíssimo palacete da Real Casa del Labrador.Muitos viajantes completam o dia visitando o centro histórico e a praça de touros, ou andando de trem (Chiquitrén) ou de barcos turísticos. Além disso, durante a temporada (primavera e verão), você não pode ir embora sem experimentar os tradicionais morangos.

/.content/imagenes/reportajes/madrid/palacio-aranjuez-1-o.jpg

Distância a Madri: 49 quilômetros, aproximadamente. Como chegar:De trem: linha C3 das estações Atocha ou Chamartín. Existe também um trem turístico de época que parte da Estação de Príncipe Pio de Madri, o ou Trem do morango, que costuma funcionar de abril a junho e de setembro a outubro. De ônibus: os ônibus partem da Estação Rodoviária Sul de Madri.

San Lorenzo de El Escorial

A “joia” desta localidade de Madri é claramente uma: o Real Mosteiro de San Lorenzo de El Escorial, também declarado Patrimônio Mundial. Garantimos que só sua visita vale a pena a excursão. Este monumento, que foi construído pelo rei Felipe II, no século XVI, não é apenas um mosteiro: alberga um panteão, um palácio, uma basílica, uma impressionante biblioteca... Chegou a ser considerado a “oitava maravilha do mundo”.Se você quer passar todo o dia nele, também pode conhecer a Casinha do Infante e a Casinha do Príncipe, passear pelo centro histórico ou se aproximar, no Bosque de la Herrería, da conhecida como Silla de Felipe II, um mirante em plena natureza onde é possível encontrar as melhores vistas do mosteiro.

Distância a Madri: 56 quilômetros, aproximadamente. Como chegar:De trem: linha de Cercanías C-8. A estação ferroviária mais próxima se encontra no município vizinho de El Escorial. De ônibus: ônibus C661 e C664, que saem do Intercambiador de Moncloa.

Outras Vilas de Madri

Se ainda estiver buscando mais opções de excursões da capital e tiver mais dias de férias para fazer mais atividades, sempre pode escapar a alguma das conhecidas como “Vilas de Madri”.Concretamente, são seis municípios turísticos charmosos, com patrimônio cultural ou em áreas naturais que você gostará: Navalcarnero (aproximadamente, 34 quilômetros de carro), Chinchón (aproximadamente, 47 quilômetros), Nuevo Baztán (cerca de 48 quilômetros), Colmenar de Oreja (cerca de 58 quilômetros), Buitrago de Lozoya (cerca de 83 quilômetros) e Rascafría (80 quilômetros, aproximadamente).

Praça de Chinchón