Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
 Peregrinos descansando com vista para a costa no Caminho de Santiago do Norte

Caminho do Norte

caminho-norte-caminho-costa

O mar Cantábrico e a natureza do norte da Espanha são protagonistas do Caminho do Norte, que chega até Santiago de Compostela atravessando as regiões do País Basco, Cantábria, Astúrias e Galícia. Este roteiro se popularizou há séculos e, após ter perdido importância, ressurgiu nas últimas décadas graças à beleza das paisagens percorridas, sempre com o mar como companheiro próximo de peregrinação. De fato, muitos o conhecem como o Caminho da Costa.

 1ª etapa do Caminho de Santiago do Norte no País Basco

País Basco

Distância aproximada: por volta de 175 quilômetros.Etapas recomendadas: 8 ou 9.Irun é o ponto de início do Caminho do Norte na Espanha, que atravessa o País Basco até começar a nona etapa em Portugalete (Bizkaia), em direção à Cantábria. É provavelmente o trecho mais de interior desta rota do Caminho de Santiago e, apesar disso, oferece lindas vistas para o mar, como a praia de Zarautz, e portos como os de Getaria e Zumaia. As grandes cidades deste trecho são Donostia-San Sebastián e Bilbau, e vale a pena parar nelas para ver maravilhas como a praia de La Concha, na primeira, e o Museu Guggenheim, na segunda. Além disso, você vai adorar o ambiente mais rural de pequenos povoados como Gernika-Lumo e Markina-Xemein.O trajeto que atravessa o interior de Bizkaia é um dos mais abruptos e exigentes do caminho, com percursos montanhosos que levarão você a passar por lindos bosques repletos de tranquilidade.

Esquerda: Detalhe de um sinal / Meio: Vista de Getaria, Guipúscoa / Direita: Celeiro em Orlíz, Biscaia

Você vai gostar:- Do cheiro de tradição de um caminho que passa pelo meio da natureza, atravessa explorações pecuárias e leva até casas de campo solitárias.- De contemplar as vistas de povoados marítimos, como Hondarribia e Zarautz, em cima das montanhas que se debruçam sobre o mar Cantábrico.- Das ruas cheias de vida e das refeições à base de pintxos em Bilbau e Donostia-San Sebastián.- De descobrir em Itziar uma das esculturas religiosas mais veneradas da região: sua virgem negra. Visitas Patrimônio Mundial: são duas neste trecho do Caminho do Norte. Por um lado, a caverna pré-histórica de Ekain, que faz parte da declaração da Arte Rupestre da Cordilheira Cantábrica. Por outro, a Ponte Suspensa de Biscaia (Getxo).Principais paradas do Caminho do Norte no País Basco: IrunDonostia-San SebastiánZarautz – Deba – Gernika-Lumo – Lezama – Bilbau - PortugaleteMais informações: Caminho do Norte no País Basco

 2ª etapa na Cantábria do Caminho de Santiago do Norte

Cantábria

Distância aproximada: por volta de 170 quilômetros.Etapas recomendadas: 7 ou 8.Na Cantábria, o Caminho do Norte avança rente ao mar Cantábrico. O percurso inclui históricas vilas marítimas como Castro Urdiales, Laredo, Santander e San Vicente de la Barquera e chega até os destinos monumentais de Santillana del Mar e Comillas.O traçado é quase sempre suave, e há vários trechos por estradas e pistas. Em geral, todas as vilas são perfeitas para momentos de pausa em frente ao mar e, se possível, saboreando sua culinária marítima. Descubra produtos icônicos como a anchova de Santoña e o caranguejo-navalheira de Noja.

Peregrino atravessando a praia em San Vicente de la Barquera, Cantábria

Você vai gostar: - Da atmosfera marítima de portos pesqueiros repletos de atividades, onde poderá saborear a cozinha do mar mais tradicional. - Dos casarões com sacadas de madeira e das ruas de pedra de destinos como Castro Urdiales ou Laredo, que refletem sua origem medieval. - De descobrir a inspiração de Gaudí ao visitar El Capricho na cidade modernista de Comillas. - Dos passeios pela imponente baía de Santander com opções muito variadas, como a tranquilidade de sua praia, a visita ao moderno Centro Botín ou o habitat de pinguins no parque marinho de La Magdalena. Visitas Patrimônio Mundial: especialmente a Gruta de Altamira, em Santillana del Mar Para garantir sua conservação, o acesso à mesma está restrito, mas você pode descobri-la na Neogruta do Museu Nacional e Centro de Investigação de Altamira, uma recriação minuciosa da gruta original. Além disso, na Cantábria você pode visitar outras seis cavernas que fazem parte da declaração de Patrimônio Mundial da Arte Rupestre da Cordilheira Cantábrica. São as cavernas de Chufín, O Castelo de Puente Viesgo, Las Monedas, Hornos de la Peña, El Pendo e Covalanas. Principais paradas do Caminho do Norte na Cantábria: Castro UrdialesLaredoSantoñaNoja - SantanderSantillana del Mar - Comillas Mais informações: Caminho do Norte na Cantábria

 Etapa 3 em Astúrias do Caminho de Santiago do Norte

Astúrias

Distância aproximada: por volta de 280 quilômetros.Etapas recomendadas: entre 9 e 11.O Caminho do Norte continua em Astúrias entre caminhos rurais e montanhosos, quase sempre próximos ao mar. Desde Llanes e suas impressionantes praias, como as de San Antolín e a de Gulpiyuri (de interior e sem saída direta para o mar), até o Cabo de Busto, em Luarca. Um trajeto com natureza exuberante, bonitas vilas marítimas e duas cidades com muitas coisas para ver: Avilés e Gijón. O trecho final revela outras duas vilas marítimas muito especiais: Cudillero e Luarca.

 Esquerda: Casa Indiana em Llanes / Meio: Peregrina no litoral de Astúrias / Direita: Centro Niemeyer, em Avilés

Você vai gostar:- De descobrir a arte românica asturiana e as construções indianas populares em Astúrias. Bons exemplos da primeira são as igrejas de San Antolín de Bedón (em Llanes), de Santa María de la Oliva (em Villaviciosa) e de San Juan (em Mandi). Você verá amostras da arquitetura indiana em Llanes, Colombres e Pendueles, entre outros lugares.- Da conexão permanente com a natureza que caracteriza o Principado de Astúrias. Você vai comprovar isso no caminho ao atravessar vales verdejantes, mas também nas cidades com lugares como o Paseo de San Pedro, em Llanes, ou o morro de Santa Catalina, em Gijón.- Das pausas para comer, nas quais poderá compartilhar bons momentos em torno de uma garrafa de sidra e saborear pratos contundentes de colher como a favada, populares e nutritivos como o cachopo, ou a infinidade de doces, como os frixuelos e o arroz com leite.- De se surpreender em Avilés com o vanguardista Centro Niemeyer.Visitas Patrimônio Mundial: três das cavernas pré-históricas visitáveis da declaração de Patrimônio Mundial da Arte Rupestre da Cordilheira Cantábrica ficam no percurso do Caminho do Norte nem Astúrias, ou muito perto. São elas a Caverna del Pindal (em Ribadedeva), a Caverna de Tito Bustillo (em Ribadesella) e a Caverna de La Peña (em Candamo). Além disso, se você se desviar um pouco do caminho e chega até Oviedo, poderá conhecer as principais amostras da arte românica asturiana declaradas Patrimônio Mundial.Principais paradas do Caminho do Norte em Astúrias: LlanesRibadesella – Colunga - GijónAvilésCudilleroLuarca.Mais informações: Caminho do Norte em Astúrias

 Etapa 4 na Galícia do Caminho de Santiago do Norte

Galícia

Distância aproximada: por volta de 220 quilômetros.Etapas: entre 8 e 10.O roteiro pela Galícia começa em Ribadeo e percorre o norte da região até chegar a Santiago de Compostela, após atravessar bonitos espaços naturais como as reservas da biosfera de Terras do Miño e do rio Eo, Osco e Terras de Burón. Uma natureza repleta de pequenos vilarejos onde há muitas igrejas e paços (casas de campo nobiliárias). Destaca-se a cidade monumental de Mondoñedo, uma das antigas capitais da Galícia, mas você também encontrará visitas interessantes em Sobrado dos Monxes, Ribadeo ou Arzúa. A meta do Caminho, Santiago de Compostela, é a melhor recompensa. Reserve pelo menos um dia para desfrutar do sucesso de completar a peregrinação nesta animada cidade.

Esquerda: Farol em Ribadeo / Meio: Peregrinos em um bosque na Galícia / Direita: Prato de polvo

Você vai gostar: - Do misticismo que muitas vezes está presente em seus meios naturais e em seus pequenos vilarejos cheios de encanto. Na Galícia dizem que “Brujas, haberlas, las hay”, e existe uma bebida tradicional que se toma após alguns jantares acompanhada de uma espécie de ritual que certamente o surpreenderá. Pergunte pela queimada para comprovar isso.- De descobrir natureza e fauna quase a cada passo. Por exemplo, ao descer pela Serra da Cova da Serpe, é fácil ver esquilos, coelhos e perdizes. Se você tiver um pouco mais de sorte, aparecerá alguma raposa ou javali e, se olhar para o céu, poderá ver falcões. Ao abandonar os bosques de pinheiros, as vacas lhe farão companhia durante o caminho.- De comer na Galícia e degustar produtos autóctones, como os frutos do mar, os queijos, os vinhos... Você também precisa provar os doces, especialmente a torta de Santiago. Um passeio pelo Mercado de Santiago de Compostela lhe revelará o incrível mosaico de sabores disponíveis. - Da felicidade do momento mais especial do Caminho: entrar em Santiago de Compostela e visitar sua catedral. As praças, o mercado, as ruas de pedra, os bares de tapas... Santiago de Compostela é um desses lugares onde o tempo voa.

 Peregrina sentada com vista para a Catedral de Santiago de Compostela

Visitas Patrimônio Mundial: o próprio Caminho de Santiago em si foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO. O espaço mais próximo ao roteiro do Caminho do Norte declarado Patrimônio Mundial é a muralha de Lugo (de fato, faz parte do roteiro do Caminho Primitivo). Além disso, em A Corunha você poderá conhecer o único farol de origem romana que continua em funcionamento até hoje: a Torre de Hércules.Principais paradas do Caminho do Norte na Galícia: RibadeoMondoñedo - Sobrado – Arzúa – Santiago de CompostelaMais informações: Caminho do Norte na Galícia

Perguntas frequentes

Resolva suas dúvidas