Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Catedral de Santiago à noite

Veleiro ou trem-hotel, duas formas originais de percorrer o Caminho de Santiago

none

Opções para fazer do Caminho uma vivência inesquecível


O Caminho de Santiago é um roteiro único, que demonstra que o caminho pode ser mais importante do que a própria meta. Embora o modo tradicional seja completá-lo a pé e sempre fazendo alguns quilômetros andando, existem opções muito mais confortáveis, que fazem da experiência uma vivência ainda mais inesquecível.

O caminho pelo mar

O Caminho de Santiago tem sua versão mais marítima com a possibilidade de completá-lo de veleiro e fazer paradas em portos como Santander, Gijón ou A Corunha, por exemplo. A associação Northmarinas realiza todos os anos (habitualmente no verão) a travessia “Navega el Camino”. Você pode participar de forma individual ou em grupo, tenha ou não um barco próprio, e possua ou não o título de patrão de embarcação. As inscrições costumam ser abertas em janeiro através do seu site. 

Se você preferir, pode fazer o Caminho de barco em qualquer momento e de forma livre. Você sempre tem a opção de alugar uma embarcação e contratar um capitão ou navegar você mesmo. Se você quer receber a Compostela (credencial que certifica a realização do Caminho de Santiago), deverá navegar ao menos 100 milhas náuticas e realizar os últimos quilômetros a pé para receber o carimbo final no Monte do Gozo. Entre os portos de parada há interessantes povoados de pescadores como Cudillero, San Vicente de la Barquera e Bermeo, entre outros.Outra possibilidade para fazer parte do Caminho de Santiago de barco é o roteiro compostelano do mar de Arousa e do rio Ulla. Este percurso é feito de catamarã e comemora a chegada do corpo do Apóstolo Santiago à Galícia por mar. A embarcação parte de O Grove, município conhecido por seus frutos do mar, e chega até Padrón.

Porto de San Vicente de la Barquera

O Caminho de trem

É o Trem Peregrino, que vai de Madri a Santiago de Compostela oferecendo acomodação e restaurante em um hotel sobre trilhos. Uma vez na Galícia, o trem realiza diferentes paradas em cidades como Vigo, Pontevedra e Vilagarcía de Arousa. Em cada lugar você pode optar entre percorrer uma etapa completa, fazer só a metade, fazê-lo a pé ou de bicicleta, ou dedicar o dia a conhecer a cidade onde está. Deste modo, você poderá receber a Compostela ao chegar a Santiago de Compostela, desde que você tenha percorrido a pé 100 quilômetros da peregrinação (ou 200 quilômetros se for de bicicleta). Além disso, você sempre terá a vantagem de poder deixar a bagagem no trem, onde também poderá descansar todas as noites.O Trem Peregrino funciona habitualmente durante o mês de agosto, e o trajeto tem uma duração de cinco dias e quatro noites.

Colagem do Trem do Peregrino