Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Porta de Alcalá em Madri, Comunidade de Madri

Os monumentos mais famosos de Madri e suas histórias

Madrid

Madri é uma cidade monumental. Você pode passear por suas ruas como se fossem corredores de uma galeria de arte arquitetônica, pois Madri está tá em exibição 24 horas por dia! Entre todos seus populares monumentos, alguns conseguiram ser um símbolo da capital espanhola. Você sabe quais são?

  • Turista fotografando a Porta de Alcalá em Madri, Comunidade de Madri

    A Porta de Alcalá

    A Porta de Alcalá é um dos monumentos mais representativos de Madri. Você sabia que é o primeiro Arco do Triunfo europeu? Inclusive anterior ao seu famoso vizinho parisiense!No ano de 1778, foi projetada pelo arquiteto italiano Francisco Sabatini, ainda que, praticamente um século antes, já tivesse sido construída uma primeira versão da Porta de Alcalá. Essa porta era uma homenagem à chegada a Madri da rainha Dona Margarida, esposa de Felipe III. Mas acabou sendo derrubada, porque o rei Carlos III quis construir uma nova em sua honra, na Praça da Independência (onde se encontra atualmente).Em outros tempos, Madrid contava com várias portas reais que davam acesso à cidade, coma a porta de Guadalajara, Atocha, Toledo... A Porta de Alcalá foi construída com a finalidade de receber os visitantes que viajavam da França, Catalunha e Aragão. Concretamente, sua fachada externa era a que dava as boas-vindas aos que vinham à cidade. Você já percebeu que o desenho de cada fachada é diferente?  Dizem que suas decorações não são as mesmas, porque Carlos III não soube escolher o desenho que mais gostava daqueles apresentados por Sabatini, então ordenou fazer cada um em um lado.

  • Fonte de Cibeles em Madri, Comunidade de Madri

    A Fonte de Cibeles

    A Fonte de Cibeles é um clássico de Madri, e lugar de celebração das vitórias do clube de futebol Real Madrid. Foi construída por Ventura Rodríguez, Francisco Gutiérrez e Roberto Michel em 1782, quando Carlos III quis decorar o Paseo del Prado com várias fontes (como a Fonte de Apolo e a de Netuno). Além do seu caráter artístico, houve um tempo em que também abastecia de água a população e as cavalarias. Em 1860, decidiu-se modificar os tubos para que assumissem a forma de um urso e um grifo (um animal mitológico meio águia, meio leão). Em 1895, quando a fonte mudou de lugar para o centro da Plaza Cibeles, essas figuras (que podem ser vistas no Museu de San Isidro) foram descartadas.Hoje, a fonte representa um carro arrastado por leões (os jovens Hipómenes e Atalanta). É presidido por Cibeles (deusa mãe que simboliza a terra e a fecundidade) que, em sua mão esquerda, segura as chaves da cidade. Alguns anos depois de sua construção, foram incorporadas as figuras de duas crianças semi-nuas, (também conhecidas como “cupidos”), uma delas derrama água de uma vasilha.

  • Estátua do Urso e o Medronheiro em Puerta del Sol em Madri, Comunidade de Madri

    A estátua do Urso e o Medronheiro, o Quilômetro Zero e o Relógio da Casa dos Correios

    A Puerta del Sol é uma das praças mais emblemáticos da capital. Presenciou momentos chave da história espanhola, como em 1931, quando o político espanhol Niceto Alcalá-Zamora proclamou a Segunda República Espanhola diante de uma multidão que tinha se concentrado na Puerta del Sol.Nesta praça, você pode encontrar monumentos tão importantes quanto a estátua do Urso e o Medronheiro, o Quilômetro Zero e o Relógio da Casa dos Correios. Este relógio é muito famoso na Espanha porque, desde 1962, seus ponteiros marcam toda uma tradição: as 12 badaladas que inauguram o Ano Novo. O relógio foi doado pelo militar José Rodríguez de Losada e, atualmente, se encontra na torre do edifício mais antigo da praça.Se você quiser ter uma lembrança muito simbólica de sua viagem a Madrid, pode tirar uma foto junto à placa do Quilômetro Zero, assim pode se sentir no exato centro do país. Esta placa é do ano 1950 e indica o ponto de partida de onde surgem as estradas espanholas. A estátua do Urso e o Medronheiro é um ícone da cidade, que foi emblema do escudo da cidade desde o século XIII. Foi construída pelo escultor alicantino Antônio Navarro Santafé, em 1967, quando a prefeitura quis levantar uma estátua que representasse os principais símbolos da cidade: um urso que se apoia sobre um medronheiro para alcançar alguns de seus frutos.Em Madri, também foram levantadas construções tão importantes a nível nacional quando o Palácio de Cristal, o Templo de Debod e o Palácio Real. Nenhuma foto faz jus à beleza dos monumentos madrilenhos, então você se anima para vir vê-los?

Descubra mais sobre...