Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Turista perto da Catedral, na Ciutat Vella de Valência

Por que Valência é um destino que vai muito além da praia

Valencia-València

Quando você vem para "la terreta" - que é como é popularmente conhecida Valência — você vai ficar maravilhado com a quantidade de roteiros para fazer e lugares para conhecer na capital da Comunidade Valenciana. Neste canto do Mediterrâneo respira-se muito mais do que o mar: arquitetura, gastronomia, cultura e tradição serão os elementos chave para tornar a sua viagem inesquecível. 

Seu passeio pode ser iniciado na Ciutat Vella para conhecer seu lado mais histórico, onde você será transportado para 20 séculos atrás. Na Catedral, em estilo gótico, encontra-se o Cálice Sagrado. Acredita-se que seja o Graal que Jesus usou na Última Ceia, de acordo com alguns estudos e documentos. Não há dúvida que é um monumento arquitetônico que vale a pena conhecer tanto no exterior como no interior. Na parte externa você vai ver o campanário, conhecido como o Miguelete, em virtude do sino principal ter sido batizado no dia de São Miguel. Já em seu interior, olhe para todos os lados, mas, principalmente, para cima, para contemplar os afrescos. Eles são considerados um dos mais importantes do primeiro Renascimento espanhol e que até alguns anos atrás permaneciam escondidos. Caso queira ver mais, visite a Igreja de San Nicolás de Bari, apelidada de Capela Sistina Valenciana. 

Acima: vista da Catedral de Valência / Abaixo: afrescos do primeiro Renascimento espanhol no interior da Catedral de Valência ©goga18128

Outros lugares que você pode incluir em seu roteiro são a Lonja (mercado) da Seda, declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO e depois de ser construído no século XV, viveu o Século de Ouro do comércio valenciano. De lá você pode ir até a Igreja dos Santos Juanes ou dirigir-se ao Mercado Central, onde pode comer umas tapas ou passear por seus 8.000 metros quadrados de arquitetura modernista. Enquanto estiver caminhando pelo centro da cidade, você também passará pelo bairro Carmen. Atualmente considerado um dos bairros mais boêmios, mas também um dos maiores bairros medievais da Europa, onde você encontrará as Torres de Serranos — antigamente com objetivo de defesa, mas também usada como arco do triunfo — e as de Quart, antigos portões medievais que faziam parte da muralha. Mas o que mais você pode encontrar neste bairro? Diversos espaços artísticos e culturais como: o Instituto Valenciano de Arte Moderna (IVAM) ou o Museu Valenciano do Iluminsmo e da Modernidade (MuVIM).

Acima: interior do Mercado Central ©Madrugada Verde / Abaixo: Mercado da Seda ©Kemal-Taner

Você está em busca de um lugar para fazer compras e experimentar todos os tipos de pratos? Nas áreas de Ruzafa e Ensanche você encontrará os lugares mais badalados, onde poderá se perder em suas ruas, lojas e locais enquanto absorve arte, cultura e gastronomia. Todos esses elementos fizeram de Valência a capital mundial do design em 2022.Mas se há algo que não pode faltar na sua viagem a Valência é uma boa paella. Você pode saboreá-la em qualquer parte da cidade, mas sem dúvida, de frente para o mar é uma experiência única que deixará um ótimo gostinho na boca. Para finalizar, antes de voltar, você tem que parar na Cidade das Artes e das Ciências. Localizada próximo ao rio Turia, este local com um jardim de 9 quilômetros tornou-se um espaço verde onde é possível praticar esportes ou caminhadas e uma referência em arquitetura, ciência e tecnologia. Faltam-lhe motivos para vir e curtir Valência além da areia? 

Acima: prédio característico da ampliação do bairro de Ruzafa ©Joaquin Corbalan / Abaixo: Cidade das Artes e das Ciências
Descubra mais sobre...