Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Turistas visitando um vinhedo na área de Baja Montaña, em Navarra

Os vinhos de Navarra, passeie por seus vinhedos e vinícolas

Comunidade Foral da Navarra

O vinho esteve ligado às terras de Navarra desde a época romana. Durante a Idade Média, ordens de monges promoveram a cultura do vinho ao longo do Caminho de Santiago. Isto teve um impacto na produção dos vinhos de Navarra, uma vez que esta comunidade é atravessada pelo Caminho Francês, uma das rotas mais movimentadas de peregrinação para Santiago.O cuidado que Navarra dedicou, geração após geração, a esta tradição milenar levou-a a ser reconhecida com a sua própria Denominação de Origem (D.O. Navarra). 

Por que escolher os vinhos de Navarra

Além das diferenças em relação a outros vinhos em termos de sabor ou métodos de cultivo, há algo que define o caráter dos vinhos de Navarra: a variedade climática e paisagística da comunidade onde são cultivados. E, dependendo da área que você visita em Navarra, o clima pode variar entre o atlântico, o continental e até o mediterrâneo.Assim, você pode ver as vinhas crescerem ao sul de Navarra em um clima quase desértico perto da Reserva Natural de Bardenas Reales, ou, ao contrário, viajar até o norte com o clima de montanha do vale do Roncal, dentro da cordilheira dos Pirineus.

Vinhedos da Ribera Alta com o mosteiro de La Oliva ao fundo, em Carcastillo, Navarra

Mapa vitivinícola de Navarra

A D.O. Navarra inclui cinco áreas vitivinícolas onde os seus vinhos adquirem as particularidades da região: Tierra Estella, Valdizarbe, Baja Montaña, Ribera Alta e Ribera Baja.Em Tierra Estella, no oeste de Navarra, predomina a plantação de uma das uvas nativas: a Tempranillo. No entanto, você também pode encontrar vinhedos Chardonnay em cidades pitorescas como Villa de Monjardín, com vinícolas e paisagens dignas de serem apreciadas durante sua jornada pelo Caminho de Santiago. Na extremidade oposta do mapa, a Garnacha se estende por grande parte da área de Baja Montaña. E entre essas duas áreas fica Valdizarbe, lugar de passagem de muitos peregrinos durante sua viagem a Santiago. Valdizarbe é o menor e mais úmido desses cinco lugares. Sob Tierra Estella, Baja Montaña e Valdizarbe, a Ribera Alta se expande. Conta com quase 5.000 hectares, e com a famosa cidade de Olite (uma referência em termos de tradição e cultura do vinho em Navarra). No sul de Navarra fica a Ribera Baja, um terreno praticamente plano que cobre parte do vale do Ebro, sendo o clima mais árido dessas regiões.

Acima: Turistas durante a vindima na zona da Baja Montaña, em Navarra / Abaixo: Detalhe de vinícola em Otazu, Navarra

As variedades de uvas da D.O. Navarra

Em Navarra são cultivadas variedades nativas que refletem e perpetuam a identidade de suas terras. Estas são, principalmente, as uvas tempranillo, graciano, garnacha e mazuelo como uvas tintas. Enquanto isso, as variedades brancas podem ser garnacha branca, moscatel de grão pequeno, viura e malvasia.A uva mais cultivada em Navarra é a garnacha, e essa comunidade é popular por suas garnachas tintas e rosadas. No passado, eram os seus vinhos rosés que se destacavam dos outros. Esses vinhos são frutados e frescos em boca, sugestivos à vista e feitos a partir da sangria das uvas (técnica baseada na prensagem natural da uva, sem intervenção de máquinas). Hoje, oferece muito mais do que saborosos vinhos rosés, incorporando em sua produção uvas como pinot noir, cabernet sauvignon, merlot, syrah, chardonnay e sauvignon blanc.Você quer experimentar as uvas garnachas mais deliciosas? Dizem que elas são cultivadas em San Martin de Unx! Essa vila faz parte do roteiro do vinho de Navarra e, se você aprecia o mundo do vinho, talvez goste de visitá-la.

Acima: Visitando vinhedos em San Martin de Unx, Navarra  / Abaixo: Amigos fazendo uma experiência enoturística em Otazu, Navarra