Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Parque Nacional de Ordesa y Monte Perdido

Pirineus, natureza ao limite

none

Os Pirineus entre Navarra, Aragón e Catalunha têm uma extensão de mais de 400 quilômetros. Agindo como fronteira natural entre a Espanha e o resto da Europa, esta cordilheira passa pelo norte do país no sentido horizontal. Altas montanhas – mais de 200 delas superam 3.000 metros de altitude-, uma abundante vegetação, numerosos rios e muitos, muitos povoados que se assentam sobre suas ladeiras lhe oferecerão a possibilidade de descobrir uma forma de vida única.

Um plano para todas as estaçõesNos Pirineus você sempre tem alguma coisa para fazer. Não importa a época do ano que você queira vir. Se vier no inverno, você poderá praticar esportes de neve como esqui , passeios de trenó ou a possibilidade de fazer circuitos com raquetes de neve. Quinze estações, incluindo as de Baqueira-Beret, Formigal e La Molina/Masella, têm pistas para todas as idades e níveis, em algumas das paisagens mais bonitas da Espanha.A primavera e o verão esperam pelos amantes do trekking, que podem caminhar pelos muitos itinerários que atravessam os Pirineus, incluindo o roteiro GR 11, com cerca de 400 quilômetros de travessia. Ou seus dois Parques Nacionais; Aigüestortes i Estany de Sant Maurici , em Lleida, e Ordesa y Monte Perdido, em Huesca, onde você poderá contemplar animais como o quebra-ossos, o tetraz e a camurça.Além disso, graças a seus altos picos, é o lugar perfeito para praticar escalada, alpinismo e canyoning. Montanhas famosas como o Aneto, o Maladeta e a Pica d'Estats servem para ter algumas das melhores vistas panorâmicas de toda a cordilheira. Menção especial para os esportes aquáticos como o rafting, onde seus poderosos rios, como o Zinca, o Segre e o Gállego lhe oferecerão uma experiência cheia de diversão para navegar em águas bravas.

Mapa de localização dos Pirineus

Uma aventura em três regiões diferentesNo meio de tanta natureza, dezenas de povoados charmosos aparecem nos Pirineus. A melhor opção é chegar de carro, já que assim você poderá percorrer a área com total liberdade. Festas como a da Almadia, no final de abril, ou o Tributo das Três Vacas, no dia 13 de julho, são celebradas em Navarra, dentro do Vale do Roncal, nas pequenas cidades de Burgui e Isaba.Neste roteiro, continuando para o leste você chegará aos bonitos vilarejos dos Pirineus aragoneses. Um bom exemplo é Ansó e sua impressionante igreja românica. Também não se esqueça de provar a culinária local, como as “migas de pastor” ou as carnes dos Pirineus. Seguindo ainda mais para o leste fica Aínsa, onde você poderá visitar a Plaza Mayor e o recinto amuralhado, uma autêntica viagem no tempo. E não muito longe, lhe aguarda outra visita obrigatória: Benasque; a porta de entrada do Parque Natural Posets-Maladeta e famoso por ser o povoado com o maior número de montanhas de mais de 3.000 metros.Seguindo o mesmo roteiro marcado pelas montanhas você chega ao último trecho: os Pirineus catalães, divididos entre Lleida e Girona. Na primeira você verá igrejas e pinturas românicas em povoados como Boí e Taüll, ideais para os adeptos da arte. E para aqueles que procuram cenários quase de conto de fadas, o núcleo antigo de Bellver de Cerdanya fará com que se sintam em plena Idade Média.Saltando de província e indo a Girona, chega a chave de ouro deste roteiro pirenaico com Camprodon. Sua magnífica Ponte Nova sobre o rio Ter merece uma fotografia para se despedir dos Pirineus até sua próxima visita.

Parque Natural Posets-Maladeta