Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Prato de alta cozinha com trufa de Soria

Sabores para descobrir: a trufa preta e o açafrão

none

Condimentos cheios de aroma e sabor


A trufa é conhecida como o diamante preto e o açafrão como o ouro vermelho da cozinha espanhola. Ambos os apelidos baseiam seus argumentos no potente aroma e sabor que adicionam às receitas e em seu alto valor gastronômico e econômico. Nós lhe contamos em que região se cultivam, onde degustá-los e como aprender mais sobre eles.

Trufa preta de Soria

A região de Soria, em Castilla y León, sobressai no cultivo da trufa preta ou trufa de inverno, um produto muito valorizado na alta cozinha. Colhe-se habitualmente entre dezembro e março e nessas datas você terá numerosas oportunidades para saborear e descobrir mais sobre a trufa. A cada ano realizam-se mercados de trufa fresca em várias povoações e conhecidas jornadas gastronômicas como Soria e Trufa ou O Roteiro Dourado da Trufa. São dias em que muitos restaurantes da província preparam menus especiais com a trufa como condimento principal em todos os tipos de receitas.Uma das curiosidades da trufa é sua coleta completamente natural, conhecida como “a caça da trufa”. Trata-se de um fungo que cresce debaixo da terra junto às azinheiras e para localizá-lo empregam-se os chamados cachorros truferos. São cachorros adestrados que procuram o produto com o olfato e, uma vez que o encontram, param na área e raspam o chão indicando ao coletor onde cavar para desenterrar a trufa. Entre os meses de janeiro e março há empresas que organizam saídas ao campo para presenciar a caça da trufa. Pode consultar os pacotes turísticos disponíveis no site de turismo de Soria.

Trufa de Soria

Cozinha de Castilla-La Mancha

A Espanha é das principais produtoras desta apreciada especiaria e quase toda cultiva-se na região da Castilla-La Mancha. Além de ser um potenciador excelente de sabor, proporciona aroma e cor a diversas receitas. A paella é talvez o prato espanhol mais internacional para o que se usa, mas você pode saboreá-la em numerosas elaborações como cocidos manchegos, refogados, fabadas ou até em sobremesas lácteas.A especiaria provém da flor de açafrão, que aparece entre outubro e novembro. A partir desse momento inicia-se um processo diário completamente manual que vai da colheita da flor até a torrefação, a fogo lento, do fio de açafrão. Se você visitar Castilla-La Mancha nestas datas, poderá experimentar como se prepara. Por exemplo, durante a Festa da Rosa do Açafrão que é celebrada durante a colheita em Consuegra (Toledo). Há tal abundância de flores de açafrão pelas ruas que você poderá tentar extrair os fios de seus pistilos do modo mais tradicional. Se você quer aprender sobre todo o processo, uma boa opção é visitar o Museu do Açafrão de Madridejos (Toledo).

Fios de açafrão