Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Vista de Morella (Castellón)

O Maestrazgo, cinco motivos para se desconectar

none

Uma pequena escapada. Ou milhares. A região do Maestrazgo é uma opção perfeita para passar dias inesquecíveis.Veja aqui uma lista com cinco motivos para fazer uma escapada para ver, saborear e aproveitar esta região que fica entre o leste de Teruel (Aragón) e o norte de Castellón (Comunidade Valenciana).

  • Paisagem característica do Maestrazgo: terras de sequeiro, colinas e montanhas

    5Clima rural e desconexão

    Pequenos povoados emolduradas em entornos naturais de grande beleza, perfeitos para esquecer o estresse diário. Chegar lá é muito fácil. Por exemplo, saindo de Madri, em pouco menos de quatro horas você chega a Allepuz, um dos povoados situados na parte mais ocidental da região. De Valência você precisa de cerca de duas horas para chegar à parte sul do Maestrazgo. Enquanto isso, saindo de Zaragoza, outra grande cidade, você chegará à parte norte do Maestrazgo também em pouco mais de duas horas. Mas o mais próximo do Maestrazgo é sua gente. A hospitalidade que se respira neste lugar é especial, e em cada recanto há moradores que fazem você se sentir como se estivesse em casa.  

  • Vista do povoado medieval de Ares del Maestrat, em Castellón

    5Povoados únicos

    Antes de mais nada, é preciso diferenciar entre a região do Maestrazgo que fica no leste da província de Teruel e as regiões do Alt e do Baix Maestrat, no norte de Castellón. Assim, você pode fazer sua primeira parada a 1.300 metros de altitude (Villarroya de los Pinares) e terminar dando um mergulho no mar Mediterrâneo (Vinaroz).Mas nesta lista aparecem os povoados mais icônicos que, há muitos séculos, faziam parte de um Maestrazgo forjado à base de história e lendas.Cantavieja: com um dos conjuntos históricos mais importantes e chamativos da província, Cantavieja é uma visita muito recomendada. Situa-se na beira de um precipício de pedra calcária e é a capital histórica de Teruel. Desde gravuras rupestres até histórias de templários e das guerras carlistas. Se você se adentrar em Cantavieja, não se esqueça de visitar a igreja de San Miguel e a famosa Casa del Bayle.Mirambel: se você está procurando a descrição de povoado com charme, provavelmente vai encontrar uma foto de Mirambel. A apenas quinze minutos de carro de Cantavieja e quase na fronteira com Castellón, se encontra um vilarejo cinematográfico. De fato, muitos filmes foram gravados lá devido à singularidade de sua localização e sua arquitetura.Com pouco mais de 100 habitantes, neste povoado amuralhado parece que o tempo parou, convidando você a se desconectar passeando pelas ruas de pedra ladeadas por palácios como o dos Aliaga ou o dos Castellot.Ares del Maestrat (ou del Maestre): pitoresca, essa é a palavra que define esta vila de Castellón onde, conforme conta a história, Jaime I iniciou a conquista do Reino de Valência.Ao chegar você vai ter vontade de parar em uma curva para tirar uma foto deste lugar tão espetacular. Mas se visto de fora é chamativo, basta você se deixar levar por suas ruas para descobrir joias como a igreja da Verge de l'Assumpció, as ruínas de um castelo templário e a Torre Beltrans.Morella: ainda que atualmente se encontre na região de Els Ports, em Castellón, Morella é uma joia do Maestrazgo que você não pode perder. Desde 2013 faz parte da rede dos povoados mais bonitos da Espanha.Com um clima mediterrâneo, mas de alta montanha, é um plano perfeito para se apaixonar por este vilarejo durante o ano todo. Suas muralhas, seu castelo e sua espetacular igreja de Santa María fazem de Morella um destino para ir e voltar várias vezes.

  • Queijo de Tronchón típico do Maestrazgo

    5Gastronomia

    Se alguma coisa merece destaque junto à cozinha tradicional desta região são os produtos autóctones e de alta qualidade, que fazem de cada receita um festival de sabores.O jamón (presunto cru) e o queijo de tronchón servem para abrir o apetite, mas as famosas conservas em azeite acompanhadas de pão de trigo feito em forno a lenha também serviriam.E se você gosta de pratos de colher, está no lugar certo. Ensopados, caldos, picadinhos e cozidos deixarão você quentinho, e mais ainda se forem regados com um bom vinho regional. Além disso, produtos como o cordeiro, a truta e os cogumelos fazem de cada refeição um momento de deleite.E quanto à confeitaria tradicional do Maestrazgo, bolinhos, “mantecados” e sabores como o anis e o mel de alecrim farão com que você se levante da mesa já pensando na próxima refeição. 

  • Castelo templário de Santa Magdalena de Pulpis, em Castellón

    5História e tradições

    Iberos, celtas, romanos, muçulmanos e cristãos. Todas estas culturas deixaram sua marca ao passarem por esta região, dando como resultado um importante patrimônio histórico. Em 1131, a Ordem dos Templários se estabeleceu na região, marcando assim suas tradições e festividades.Se você vier na primavera, vai ver romarias como a de Villarluengo (final de abril) e a de Castellote (começo de maio), sendo o verão o melhor momento para as festas populares.No inverno, apesar do frio, as grandes fogueiras em homenagem a San Antonio Abad, unidas à bênção de animais e distribuição de doces, atraem moradores e turistas, que vivem uma noite mágica junto ao fogo.

  • Caminho de Los Pilares em Allepuz, Teruel

    5Território de aventuras

    As incríveis paisagens que o Maestrazgo oferece criam o cenário perfeito para praticar trekking em roteiros como o caminho de Los Pilones ou até o nascimento do rio Pitarque. Mas também há espaço para os amantes da adrenalina.Libere suas tensões fazendo rafting no rio Guadalope, trekking aquático em Castellote ou adentrando-se na rocha enquanto você pratica espeleologia em cavernas como a da Boca Negra ou no abismo Sima de la Rama (Fortanete).

Descubra mais sobre...