Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Vista de Cullera, Valência

Cullera

Valencia-València

A mediterrânea localidade de Cullera se coloca no centro da Costa de Valência, em uma paragem entre mar e montanhas.

Ao redor da Muntanya d l’Or e da foz do rio Júcar, cresceu uma cidade de veraneio que combina um centro histórico bem cuidado com as mais modernas instalações e áreas residenciais dedicadas ao lazer com sol e praia. Valência, o Parque Natural de La Albufera, vilas históricas e incontáveis praias, são algumas das múltiplas atrações que oferece esta costa. Não esqueça de conhecer a deliciosa culinária valenciana, que tem no arroz e nos produtos do mar e da horta a composição de saborosos pratos.

A qualidade das águas valencianas e as agradáveis temperaturas que desfruta todo o ano tornam Cullera o destino ideal para quem deseja aproveitar seu tempo de livre à beira do mar Mediterrâneo. Bem comunicada com Madri e Barcelona, Cullera é um destino muito desejável para qualquer tipo de viajante. Aqui o visitante poderá praticar esportes náuticos, mergulho ou caminhada, bem como percorrer tranquilamente seu centro histórico ou, simplesmente, banhar-se nestas tranquilas águas e tomar sol. Seu porto esportivo fluvial é outro dos locais que merecem uma visita.

Entre praias e laranjeiras

Hortas e campos de laranjeiras, que escalam pelas ladeiras próximas, limitam um litoral costeiro de águas pouco profundas, ideais para o banho das crianças. As praias de Cullera se destacam pela variedade de seus ecossistemas e instalações. A praia do Faro é a mais desejável para o mergulho e a pesca, enquanto a de São Antônio se acha ao pé do passeio marítimo. Por sua vez, na praia Marenyet é onde é possível praticar o nudismo.Totalizam mais de 15 quilômetros de praias e falésias espalhadas à sombra do monte l’Or, também chamado de Les Raboses. Além disso, esta área está rodeada de lagoas de água doce, entre as quais se destaca a Laguna de l’Estany. Aqui os fãs da pesca esportiva podem desfrutar de sua atividade favorita e degustar algumas das delícias preparadas pelos estabelecimentos próximos.A paella (de carne, marisco, verdura ou mista), o arroz a banda (cozido em caldo de pescado e servido com ali-oli) ou o arroz preto (com tinta de lula) são algumas das especialidades da zona. Os peixes mediterrâneos são preparados no forno, em guisados ou fritos, enquanto as carnes da serra são feitas na brasa. O frango e o coelho são muito apreciados nesta região e apresentados em variadas formas. Na hora da sobremesa, a laranja valenciana é a rainha. E para acompanhar estas deliciosas comidas, Cullera conta com os vinhos de Valência e Utiel-Requena, ambos com Denominação de Origem. Também vale a pena experimentar a horchata, refrigerante elaborado com chufa que aqui tem também Denominação de Origem própria.A visita a Cullera também nos proporciona a contemplação de um rico patrimônio histórico artístico, onde sobressaem duas importante construções. No ponto mais alto da cidade se encontram o Castelo medieval e o santuário da Mare Deu del Castillo, em estilo neo-românico. Esta estratégica localização permitia controlar desta atalaia natural tanto o litoral quanto a comarca circundante. Este belo conjunto é completado com a ermida de Santa Ana e a Torre da Rainha Moura. O farol de Cullera e a caverna de Dragut aguardam o viajante no outro ponto da montanha. Nesta caverna museu é possível admirar uma capela gótica, ampliada no século XVII.

Valência

Assim mesmo, Cullera apresenta a possibilidade de conhecer importantes localizações do Levante espanhol. Valência, capital desta comunidade autônoma, combina um rico patrimônio artístico com um traçado urbano solidificado de jardins e espaços verdes. Entre sua abundante oferta cultural são destacáveis a Cidade das Artes e das Ciências, o Instituto Valenciano de Arte Moderna (IVAM) e o Mercado da Seda, declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. O próximo Parador de Turismo de El Saler põe à disposição do viajante suas insuperáveis instalações.Localizado ao sul de Valência, o Parque Natural de La Albufera é um dos pantanais mais importantes do mundo e Área de Especial Proteção para as Aves. Sua importância é vital, pois como consequência de sua especial configuração, possui quatro habitats diferenciados: a Restinga ou barra arenosa, formada por dunas móveis e pequenos salgares, o Marjal, constituído pela zona palustre, a Lagoa, no coração do parque, e o Monte. A água contida em A Lagoa desemboca no mar atravessando o cordão de terra através de três golas (canais). Cada uma destas áreas tem sua vegetação característica. Aves, peixes e moluscos são os reis do parque. Diversas trilhas, a pé e em bicicleta, nos aproximarão dos melhores pontos de observação.E para conhecer o interior da província, nada melhor do que viajar a Játiva/Xátiva ou Alzira, cidades cujos centros históricos conservam castelos e palácios medievais, igrejas góticas e interessante museus onde aprofundar na história.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

O que fazer

Planos para inspirar-se