Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Turistas contemplando a vista no Parque Natural Sierra de Grazalema, em Cádis (Andaluzia)

3 ideias de turismo rural na Espanha, para tirar as férias mais tranquilas

none

Às vezes, o melhor plano para aproveitar as férias é procurar um lugar tranquilo onde você possa relaxar e encontrar a paz. Fugir das cidades e se hospedar em algum vilarejo rural charmoso.  Prepare-se para descobrir três pequenos municípios rodeados de natureza, integrados perfeitamente com a paisagem ao seu redor. 

1. Orbaneja del Castillo e sua cachoeira de mais de 25 metros

Considerado um dos vilarejos mais bonitos do vale de Sedano, em Burgos, Orbaneja del Castillo tem uma peculiaridade incrível: é atravessada por uma espetacular cachoeira que vai formando, pouco a pouco, pequenas poças de cor turquesa. Você descobrirá como a torrente flui saindo da Cueva del Agua, uma bonita cavidade rochosa com pequenas amostras de arte rupestre no interior, desce imponente do alto do vilarejo e desliza por suas ruelas. Não é à toa que o lugar possui o título de Bem de Interesse Cultural com categoria de Conjunto Histórico.Uma das melhores opções para chegar e admirar a paisagem é a pé, percorrendo os cinco quilômetros que bordeiam a margem do rio Ebro a partir de Escalada. Ao chegar, você se surpreenderá entre casinhas de origem medieval, varandas de madeira e flores coloridas. Além disso, você não precisa se preocupar, já que a cachoeira tem água durante o ano inteiro, e de lá você poderá encontrar trilhas para poder curtir um magnífico espaço natural. 

Vista da cascata que atravessa o povoado de Orbaneja del Castillo, em Burgos

2. Alquézar e uma colegiada do século IX d.C na parte mais alta

Perto da cidade de Huesca, na comarca de Somontano de Barbastro, você encontrará o povoado de Alquézar, um vilarejo espetacular que nasce entre as serras dos Pirineus e o rio Vero. Ao chegar, você descobrirá a famosa Colegiata de Santa María la Mayor, uma colegiada-castelo construída no século IX d.C, catalogada como Monumento Nacional em 1931 e Conjunto Histórico-Artístico desde 1982. É obrigatório passear pelo seu claustro românico, com paredes assimétricas, colunas em pares e arcos de volta perfeita. Saindo da Plaza Mayor, você percorrerá o magnífico centro histórico e iniciará um passeio no meio de pitorescas casinhas. Você ficará rodeado de paisagens de pedra calcária e imponentes penhascos, ideais para praticar canyoning. E a poucos metros fica o Parque Natural de Sierra de Guara, onde você encontrará centenas de opções para se divertir: excursões a pé, a cavalo e até de bicicleta. Os caminhos estão marcados como Sendero Turístico de Aragón (Trilha Turística de Aragón) e Camino Natural del Somontano de Barbastro (Caminho Natural de Somontano de Barbastro). Adicione ao seu roteiro um passeio no Parque Cultural do rio Vero, onde você conhecerá as pinturas pré-históricas do cervo levantino de Chimiachas. 

Vista aérea do povoado de Alquézar, em Huesca

3. Zahara de la Sierra e seu legado nasrida

Zahara de la Sierra é um povoado de Cádis, na Andaluzia, que nasce no centro do Parque Natural Sierra de Grazalema, entre os rios Guadalete e Bocaleones. Conhecido por ser parte da Rota dos Pueblos Blancos, você se apaixonará imediatamente pela pureza da paisagem ao seu redor e pelas cores que a formam.  Caminhando pela rua Ronda, você descobrirá a Alameda de Lepanto, uma praça onde será impossível não tirar uma foto no mirante. Ao chegar, você verá como a barragem rodeia a vila, e poderá ver as trilhas que levam à Garganta Verde, um canyon de 40 metros de altura. Seguindo pela mesma rua, você chegará à Plaza de San Juan, onde encontrará a capela de San Juan de Letrán e a torre do relógio. Finalmente, você subirá lentamente até descobrir um impressionante legado nasrida na parte alta do vilarejo: o castelo e a famosa torre da homenagem. 

Vista aérea do povoado de Zahara de la Sierra, rodeado pelo Parque Natural Sierra de Grazalema, em Cádis
Descubra mais sobre...