Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Um homem atravessando o Parque Natural das Bardenas Reales, em Navarra

Descubra lendas mágicas nos espaços naturais da Espanha

none

Existem lugares na Espanha que contam lendas únicas, onde você poderá percorrer caminhos cheios de histórias fascinantes. 

  • Santuário Guanche no Parque Nacional de Garajonay, em La Gomera, Ilhas Canárias

    A lenda de Gara e Jonay: Parque Nacional de Garajonay, La Gomera, Ilhas Canárias

    A lenda conta uma triste história sobre dois apaixonados. Gara, princesa de Agulo na ilha de La Gomera, e Jonay, filho do Mencey de Adeje na ilha de Tenerife. Seu romance era impossível, já que um presságio os advertia que se ficassem juntos, o fogo do vulcão do Teide seria aterrorizante. Os amantes sentiam uma conexão tão poderosa que Jonay nadou pelo Atlântico para se entregar apaixonadamente a Gara nos frondosos bosques da ilha vizinha. Quando o povo, espantado, encontrou os dois se amando, alguém lançou neles uma vara de cedro afiada que foi mortal e os uniu para sempre. Hoje eles dão nome ao cume mais alto de La Gomera e ao Parque Nacional de Garajonay.

  • Vista da montanha de Anboto, na província de Álava, País Basco

    A lenda de Mari, a deusa basca: Parque Natural de Aizkorri-Aratz, País Basco

    Na mitologia basca você vai ouvir falar de Mari ou Maddi, a personificação da mãe-terra, deusa que mora nas serras e montanhas do País Basco. Dizem que o clima muda de acordo com o lugar em que Mari está, fazendo com que as terras tenham chuva e abundantes colheitas, ou fiquem secas. Você poderá ver o perfil dela na montanha, já que o nariz seria o monte Alluitz, a boca seria a crista Infernuko Zubia e os pés, o monte Anboto. Fazer trilhas pelo patrimônio cultural do Parque Natural de Aizkorri-Aratz será uma experiência cheia de histórias mágicas pelas suas cavernas ancestrais e dólmens. 

  • Vistas de Sanchicorrota no Parque Natural de Bardenas Reales, em Navarra

    A lenda de Sanchicorrota: Parque Natural de Las Bardenas Reales, Navarra

    Conhecido como O Rei das Bardenas, Sancho de Rota, ou Sanchicorrota, era o “Robin Hood bardenero” da região. Um foragido da justiça que se escondia em seu refúgio, perdido nas paisagens desérticas de mesetas e barrancos esculpidos pela água e o vento, construído numa montanha perto de Piskerra, que hoje em dia é conhecida pelo seu nome. Dizem que o bandido roubava os ricos para dar aos menos favorecidos, mas também existem histórias que desmentem sua suposta bondade. Depois de anos burlando a guarda do Rei Juan II de Aragón, diz a lenda que ele foi encurralado e acabou com sua vida antes de ser pego. Uma paisagem cinematográfica, onde você poderá imaginar cenas do próprio gênero do faroeste

Descubra mais sobre...