Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Turista tomando uma fotografia de Valência

Valência em dois dias

Valencia-València

Uma agradável cidade mediterrânea


Se você tiver apenas dois dias para visitar esta cidade, recomendamos um passeio que lhe permitirá conhecer alguns de seus lugares mais famosos. Prepare-se para passear por suas ruas só para pedestres, ver o mar ou saborear uma paella. Valência é uma cidade para aproveitá-la e desfrutá-la.

DIA 1

Você pode dedicar o primeiro dia ao centro histórico da cidade. É o momento de conhecer os monumentos mais famosos de Valência, onde predominam os edifícios de estilo gótico. A ideia é fazer tudo caminhando tranquilamente.

Manhã no centro histórico

A apenas cinco minutos andando da praça da prefeitura, um bom dia em Valência pode começar tomando no café da manhã orchata com “fartons” em uma das orchatarias tradicionais da praça de La Reina. Típico, mas acima de tudo delicioso! Aproveite que você está em uma das praças mais bonitas e agitadas da cidade para absorver o clima, comprar um sorvete de algum sabor original e contemplar parte da silhueta da Catedral e da torre do campanário conhecida como Miguelete, um dos grandes símbolos de Valência. 

Você já tomou um café da manhã reforçado? Em menos de 5 minutos você pode chegar até a praça da Virgen, com outra vista da Catedral e da Basílica da Virgen de los Desamparados. Chegou a hora de conhecer a catedral por dentro (você sabia que aqui está guardado o que alguns afirmam ser o Cálice Sagrado ou Santo Graal?), tomar fôlego e subir os 207 degraus do Miguelete (com 51 metros de altura) para obter uma vista inesquecível.Uma vez abaixo, bem pertinho fica a peculiar praça Redonda - rodeada de lojas de artesanato tradicionais e bares de tapas - e depois outro ponto forte da cidade: a Lonja de la Seda, declarada como Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Visita à Lonja e ao Mercado Central

É a hora de umas tapas. Para muitos, a Lonja de la Seda, um antigo mercado da seda do século XV, é o monumento mais bonito de Valência, por isso é recomendável visitar seu interior para se surpreender com suas colunas helicoidais e se deixar levar pela tranquilidade do seu pátio de laranjeiras. Bem na frente, certamente vai chamar sua atenção a arquitetura modernista do Mercado Central. Este edifício pode ser muito bonito por fora, mas a verdadeira experiência é o seu interior. Mais de 1.200 postos oferecem seus produtos, e as cores e os cheiros das verduras, das especiarias e das frutas invadem tudo.

Esquerda: Interior do Mercado / Centro: Torre do Miguelet / Direita: Mercado Central de Valência

Como tudo isso certamente já abriu seu apetite, aproveite para almoçar no Central Bar do próprio mercado, à base de produtos de temporada. Mais opções: sentar-se à mesa em algum dos bares e restaurantes dos degraus da lonja, da praça de El Collado, da praça de El Negrito ou da rua Caballeros para provar clóchinas (mariscos) al vapor, tellinas (vôngoles), “esgarraet”, patatas bravas...

Tarde nos jardins do Turia e noite cool

Após um bom almoço é gostoso dar um passeio, e você pode fazer isso nos jardins do Turia. A uns cinco minutos da praça de La Virgen você verá as magníficas Torres de Serranos do século XIV. Daqui você pode acessar os jardins do Turia, que não são nada menos que o antigo leito do rio Turia que foi transformado em um parque de nove quilômetros. Muita gente os percorre de bicicleta! Se você é amante da arte, uma das paradas que pode fazer no seu passeio é no Instituto Valenciano de Arte Moderno (IVAM), com coleções de artistas como Julio González e Pinazo.

Turistas nas Torres Serrano em Valência

Após um dia completíssimo, se sobrar tempo você ainda pode ir, por exemplo, até o Museu Nacional da Cerâmica, já que sua fachada merece uma fotografia. Se não, chegou a hora do jantar e de tomar um drinque em alguma praça do charmoso bairro de El Carmen ou nos locais que estão cada vez mais na moda do bairro de Ruzafa.

Visitas imprescindíveis

O que ver


DIA 2

Hoje conheceremos outras duas caras diferentes de Valência: a da arquitetura vanguardista da Cidade das Artes e das Ciências e a marítima, com a luz tão bonita e característica do Mediterrâneo.

Manhã na Cidade das Artes e das Ciências

Você pode chegar a este inovador complexo cultural, obra do arquiteto Santiago Calatrava, dando um passeio a pé ou de bicicleta pelos jardins do Turia. Mas como este é um plano que já foi feito ontem, você também pode chegar de ônibus (linha 95 da EMT) ou de metrô (a parada La Alameda fica a uns 15 minutos do recinto).Uma vez alli, é bom reservar a manhã inteira, porque lhe esperam: o Palau de les Arts, o Ágora, o Hemisfèric (com filmes de cinema Imax), o Museu das Ciências e o Oceanogràfic (o maior aquário da Europa). Se você estiver viajando com a família e não tiver tempo para visitar tudo, este último certamente é a melhor opção (com crianças, outro dia vocês também podem conhecer o Bioparc).

Esquerda: Cidade das Artes e das Ciências / Centro: Paella no fogo / Direita: Turistas na praia de Valência

Uma paella de frente para o mar

Você provavelmente está se perguntando: Já passei mais de um dia em Valência e ainda não provei uma paella. Comer o prato mais típico desta região sempre é bom, mas se você fizer isso olhando para o mar, vai ser mil vezes mais gostoso. Em uns 30 minutos na linha 95 você chega à Marina ou à praia de El Cabanyal-Las Arenas (ou à de Malvarrosa, se for verão e você quiser dar um mergulho) para saborear a autêntica paella valenciana ou um prato de peixe fresco. Diferentes linhas regulares de ônibus (1, 2, 19, 31, 32 e outras especiais durante o verão) levam até as praias de Valência.

Final de tarde espetacular no Parque Natural de La Albufera

O que provavelmente seja o entardecer mais especial de Valência não se contempla no centro, mas sim nos seus arredores, e mais especificamente no Parque Natural da Albufera, a pouco mais de 10 quilômetros. Nesta área você vai encontrar praias selvagens com dunas, arrozais e uma enorme laguna pela qual poderá passear de barca enquanto contempla as cores do pôr do sol. Se você não tem carro, pode chegar aqui em cerca de meia hora com a linha 25 de ônibus urbanos da EMT ou com o Albufera Bus Turístic. 

Prepare bem sua câmera, porque você vai tirar algumas das fotos mais bonitas da sua viagem. E se em vez de 2 dias, você dispõe de 3, pode reservar um dia inteiro para ver toda esta zona, principalmente se for verão e você quiser passar o dia na praia.

Visitas imprescindíveis

O que ver


Conselhos e recomendações

Tenha em conta

Com o València Tourist Card você pode utilizar toda a rede de transporte público urbano (ônibus, metro e bonde) de forma gratuita e entrar em diferentes museus e monumentos.Aqui você encontrará diferentes roteiros temáticos para fazer pela cidade. Se você tiver mais tempo, algumas das excursões mais populares partindo de Valência são: Sagunto, Parque Natural da Serra Calderona, Les coves de Sant Josep, o roteiro das pontes suspensas de Chulilla ou o Castelo de Xátiva.

Quando fazer o roteiro

Se você quiser conhecer a cidade em um momento especial, nos dias que rondam 19 de março Valência se dedica à comemoração da Queima de figuras de Las Fallas (declaradas Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO).

Descubra mais sobre...