Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Vista de Cadaqués, Girona

Planos para conhecer a Catalunha saindo de Barcelona

Barcelona

Estas são ideias para pessoas com sorte. Afortunados porque viajam a Barcelona e, além disso, podem estar vários dias para visitar outros destinos de Catalunha e descobri-la como um local. Você é um deles? Então, tome nota e aproveite suas férias com alguma destas excursões.

Montanha e Mosteiro de Montserrat

Duração mínima recomendada: um dia.Distância de Barcelona: 60 quilômetros, aproximadamente.Como chegar: de carro pela estrada A2 em um trajeto aproximado de uma hora. Também há trens que partem da estação Plaça Espanya de Barcelona. De Montserrat ao mosteiro recomendamos o trem zíper ou o teleférico para aproveitar ao máximo as espetaculares vistas.O que você verá: um Parque Natural de extraordinária beleza. Especialmente, surpreendem as formas únicas das montanhas e dos maciços que o conformam. Além disso, acolhe um dos pontos de peregrinação mais conhecidos na Catalunha: o Mosteiro de Montserrat.Tenha em conta: existem diferentes opções de visita ao Parque Natural e ao mosteiro com serviços como visita guiada, incorporação do trajeto no teleférico ou ingresso ao museu.Curiosidades: o mosteiro abriga “La Moreneta”, padroeira da região de Catalunha. É a escultura da Virgem de Montserrat, popular pela cor escura de sua pele e por se tratar de uma imagem românica de grande beleza.

Vista do Mosteiro de Montserrat

Tarragona e a época romana

Duração mínima recomendada: um dia.Distância de Barcelona: 100 quilômetros, aproximadamente. O aeroporto de Reus se encontra a menos de 10 quilômetros.Como chegar: de carro pela estrada AP7 com um trajeto de pouco mais de uma hora. O trem de alta velocidade conecta Barcelona com a estação de Camp Tarragona em meia hora, aproximadamente. Esta estação está a cerca de 10 quilômetros de Tarragona. Os trens regionais unem Barcelona com Tarragona em trajetos cercanos a uma hora.Que você verá: um conjunto arqueológico que descobre uma das capitais mais relevantes da Hispânia romana em tempos do Império: Tárraco. Entre outros, esperam um anfiteatro romano, um circo romano ou um aqueduto. Também são interessantes sua Catedral, o Museu Arqueológico e a necrópole romana e paleocristã. A propósito, existe entrada conjunta para a maioria dos monumentosTenha em conta: cada mês de maio, a antiga capital romana volta à vida com o festival Tárraco Viva que enche a cidade de gladiadores, soldados e mercadores romanos.Curiosidades: o conjunto arqueológico de Tarragona foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO desde o ano 2000.

Anfiteatro romano de Tarragona

PortAventura, dia de adrenalina e diversão

Duração mínima recomendada: um dia.Distância de Barcelona: cerca de 115 quilômetros.Como chegar: de carro pela estrada AP7 com um trajeto de menos de hora e meia. A linha R-16, que sai de Barcelona, tem parada no parque após um percurso de aproximadamente uma hora e quinze minutos. Existe uma modalidade de ingresso que inclui o trajeto em trem.O que você verá: um divertido parque temático com mais de 40 atrações e 40 espetáculos diários para toda a família, um refrescante parque aquático e, desde abril de 2017, o primeiro parque temático da Europa dedicado à Ferrari, ícone da velocidade.Tenha em conta: o parque modifica seus horários durante o ano e costuma não abrir de forma permanente durante os meses de janeiro, fevereiro e março. Na hora de organizar a viagem, lembre-se de que dentro do complexo você se poderá hospedar em vários hotéis temáticos.Curiosidades: o wellness e o golfe também estão presentes com serviços de massagens, tratamentos de beleza e três campos de golfe.

 Sésamo Aventura em Port Aventura

Roteiro do Císter

Duração mínima recomendada: um dia.Distância de Barcelona: o caminho une os mosteiros de Santa María de Vallbona de Les Monges (Lleida), Santes Creus e Poblet (ambos em Tarragona). Encontram-se a uma distância dentre 100 e 150 quilômetros de Barcelona.Como chegar: de carro através das estradas A2 e AP2, com trajetos de aproximadamente hora e meia.O que você verá: três importantes mosteiros da ordem do Císter, que formam uma das rotas mais tradicionais da Catalunha. São famosos por seu atrativo como monumentos e pela espiritualidade que é possível viver neles. Percorrê-los é uma boa forma de encontrar-se consigo mesmo e aproveitar a natureza longe do ritmo acelerado do dia a dia.Tenha em conta: os mosteiros de Santes Creus e Poblet oferecem serviços de visitas guiadas. Por sua vez, o de Santa María de Vallbona permite a hospedagem durante certas épocas do ano.Curiosidades: uma cultural e outra para fãs do esporte. A primeira é que o Mosteiro de Poblet foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO. A segunda é que a trilha GR175 une os três mosteiros em um caminho de cerca de 100 quilômetros, que pode ser feito de bicicleta ou a pé.

Mosteiro do Poblet

Triângulo Daliniano

Duração mínima recomendada: dois dias.Distância de Barcelona: Púbol, cerca de 125 quilômetros; Figueres, cerca de 140 quilômetros; Cadaqués, cerca de 170 quilômetros.Como chegar: para se deslocar com maior conforto entre os municípios, recomendamos utilizar carro. De Barcelona chegará ao ponto mais afastado, Cadaqués, em pouco mais de duas horas.O que você verá: povos mediterrâneos que inspiraram o artista Salvador Dalí e três dos espaços culturais que melhor descrevem a figura do pintor surrealista: o Teatro-museu Dalí de Figueres; a Casa Museu Salvador Dalí, em Portlligalt (Cadaqués); e a Casa Museu Castelo Gala Dalí de Púbol.Tenha em conta: estes povos e seus arredores se encontram em plena Costa Brava e oferecem imagens mediterrâneas de grande beleza.Curiosidades: o Teatro Museu Dalí de Figueres é considerado o maior objeto surrealista do mundo e foi desenhado pelo próprio artista.

Teatro-Museu Dalí, Figueres

Praias e pequenas praias do Mediterrâneo

Duração mínima recomendada: dois dias.Distância de Barcelona: esta área é cem por cento mar Mediterrâneo e, na própria cidade e seus arredores, você poderá aproveitar os dias de praia. Na hora de deslocar-se, há duas áreas especialmente populares: a Costa Brava, na província de Girona com povos como Sant Feliu Guíxols, Tossa del Mar, Begur ou Palafrugell (estão entre 75 e 150 quilômetros de Barcelona rumo ao norte); e a Costa Dourada, na província de Tarragona, com localidades como Salou, Cambrils ou Calafell (encontram-se entre 70 e 130 quilômetros de Barcelona rumo ao sul).Como chegar: os acessos por estrada são muito fáceis a partir da AP7. Além disso, as linhas regionais de trem que partem de Barcelona e costumam ter conexões com as localidades mais turísticas.O que você verá: muitos dos postais mais formosos do Mediterrâneo tornados realidade. Você visitará povos de pescadores, como L'Ametlla de Mar ou Sant Carles de la Ràpita, paisagens que inspiraram artistas como Picasso ou Gaudí na Costa Dourada, ou grandes centros turísticos como Sitges ou Lloret de Mar.Tenha em conta: você poderá aproveitar milhares de atividades no mar como uma saída em pesqueiro, um dia de vela, mergulhos nos fundos marinhos cheios de vida...Curiosidades: se você visita Tossa del Mar e se aproxima de um de seus espetaculares mirantes ao Mediterrâneo é provável que encontre um mito do cinema norte-americano: Ava Gardner. Uma escultura com que o povo homenageia a atriz que filmou lá “Pandora e o holandês voador”.

Vista de Sitges

O românico da Vall de Boí

Duração mínima recomendada: três dias.Distância de Barcelona: cerca de 300 quilômetros. O percurso de carro será de três horas e meia para alcançar os povos de Taüll ou Boí.Como chegar: de carro através pelas estradas A2 ou AP2. Também há serviços regulares de ônibus desde Barcelona e Lleida. Lembre-se de que o trem de alta velocidade une Barcelona e Lleida em um trajeto de menos de uma hora. Lleida está localizada a 140 quilômetros da Vall de Boí.O que você verá: um dos conjuntos artísticos mais valiosos da Europa, composto por várias igrejas românicas. Encontram-se os Pirineus, rodeados de uma espetacular natureza que recomendamos conhecer visitando o Parque Nacional de Aigüestortes i Estany de Sant Maurici.Tenha em conta: todas as igrejas podem ser visitadas, mas algumas não estão abertas durante todo o ano. Consulte antes de viajar no Centro do Românico da Vall de Boí. Lembre-se de que existe um ingresso conjunto que inclui o Museu Nacional de Arte da Catalunha, em Barcelona, em que se encontram, por motivos de conservação, as pinturas românicas originais das igrejas.Curiosidades: a Igreja de Sant Climent de Taüll reproduz diariamente suas pinturas originais em seu interior através de um atrativo vídeo mapping que recomendamos não perder.

Igreja de San Clemente de Taüll.