Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Cudillero, Astúrias

Lugares de cartão postal nas Astúrias

none

Paisagens apaixonantes


As paisagens de Astúrias não têm comparação. Viajar ao norte e adentrar-se nas terras desta parte da Espanha Verde é ver imponentes montanhas, lagos que parecem tirados de lendas, falésias, arte rupestre, vilas de pescadores que convivem com o mar Cantábrico... O mais recomendável para desfrutar das paisagens asturianas é se deslocar de carro e ir percorrendo com tranquilidade cada cantinho. O viajante que conhece Astúrias volta apaixonado por seus lugares e seus moradores, e com a sensação de ter feito uma viagem diferente de todas.

  • Lagos de Covadonga

    Lagos e Virgen de Covadonga, uma visita imprescindível

    Se o parque nacional dos Picos de Europa, em Astúrias, tem um lugar emblemático, esse lugar é o dos Lagos de Covadonga. Estes lagos se escondem entre altos picos a mais de 1.000 metros de altitude. Estão rodeados de verdejantes pradarias que dão vontade de se deitar, as vacas pastam tranquilamente e suas águas parecem um espelho ao qual você pode pedir um desejo. Muito perto, a visita pode ser completada indo ao santuário de Covadonga e a sua Santa Cueva, uma caverna situada no meio da montanha, onde é guardada a famosa imagem da Virgen de Covadonga.

  • Cudillero, Astúrias

    Cudillero, um anfiteatro natural

    Ao chegar a esta vila, dezenas de casas coloridas colocadas sobre a ladeira parecem cair sobre o porto como uma cascata. Este é Cudillero, um dos povoados mais bonitos da Espanha. Você pode notar o clima marítimo ao ver os peixes secando nas portas das casas, ao sentir o cheiro de salitre e dos pratos que podem ser degustados nos restaurantes... Além de passear pela charmosa parte baixa do povoado, vale a pena subir até o farol ou ir a alguma praia próxima, como a do Silêncio.

  • Praia de Ballona, em Llanes

    Llanes, uma vila de pescadores

    A câmera de fotos nunca vai sobrar neste lugar, com um centro histórico medieval e uma beleza marítima deslumbrante. Como lugar interessante, destacam-se os Cubos da Memória do artista basco Agustín Ibarrola: pinturas cheias de símbolos, realizadas sobre blocos de concreto que protegem o porto e parecem mudar de aspecto com as diferentes luzes do dia. Na hora de relaxar no mar, Llanes conta com dezenas de praias, algumas delas muito especiais como a de Gulpiyuri, situada terra adentro, à qual a água do mar chega através de um túnel entre as rochas.

  • Centro Niemeyer, Avilés

    Avilés, contraste entre tradição e vanguarda

    Passeando pela ria ou vendo o centro histórico deste povoado asturiano, um dos mais bem conservados do norte da Espanha, pode parecer que a arte vanguardista não tem nada a ver.  Nada mais longe da realidade. Avilés foi o lugar escolhido pelo arquiteto Oscar Niemeyer para dar vida ao espaço cultural Centro Niemeyer: várias construções de formas brancas e futuristas onde você pode ir a uma exposição, um show...

  • Igreja de Santa María del Naranco, estilo pré-românico asturiano

    A arte de um antigo reino em Oviedo

    Se você tivesse uma máquina do tempo e viajasse até o século IX em Astúrias, encontraria Ramiro I, o dirigente de um pequeno reino medieval que mandou construir três dos mais belos exemplos do que hoje é uma arte única no mundo: o pré-românico de Astúrias. São eles Santa María del Naranco, San Miguel de Lillo e Santa Cristina de Lena, situados no belíssimo espaço natural do monte Naranco, em Oviedo. Um lugar para se afastar do barulho, como o rei Ramiro I fez em sua época.

  • Parque da Pré-História, em Teverga

    Cavernas com pinturas do Paleolítico Superior

    O Paleolítico Superior teve lugar entre 40.000 e 10.000 anos atrás, mas apesar disso, várias cavernas de Astúrias conservam um dos mais importantes conjuntos de arte deste período na Europa. O melhor é que algumas destas cavernas, como a de Tito Bustillo ou a de La Peña ou Candamo são visitáveis e ocultam em seu interior pinturas de animais como bisontes, que impressionam qualquer um que se adentra nelas.

  • Cabo Peñas, Astúrias

    Cabo Peñas, a imensidão do Cantábrico

    A seguinte proposta leva você até o ponto mais setentrional de Astúrias, o Cabo Peñas, situado entre Gijón e Avilés. A beleza deste lugar de falésias e pradarias de um verde intenso é incrível. O toque especial é seu mítico farol, que acolhe um centro de interpretação para aprender sobre faróis, naufrágios e tempestades... O momento ideal para apreciar o cabo é o fim de tarde, quando as cores avermelhadas parecem tomar conta de tudo.

  • Parque Natural de Somiedo

    Somiedo, a beleza de um Parque Natural

    A melhor maneira de entender por que este lugar, além de Parque Natural, é também uma Reserva da Biosfera é passear por suas montanhas, aldeias e lagos perfeitamente conservados e respirar uma atmosfera pura e especial. Esta terra transmite a essência de histórias de transumantes. Os sons e as cores mudam em cada estação e a tranquilidade plena esconde-se em um de seus lugares mais bonitos: o Lago del Valle, de origem glaciar e o maior de Astúrias.