Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Puerto Banús, Marbella

Costa do Sol

Costa do Sol

costa-del-sol

Praias infinitas por onde passear, enseadas escondidas, aldeias brancas que aparecem como uma miragem na metade da montanha, lugares históricos com séculos de cultura, tardes de compras, noites de coquetéis junto ao mar, temperaturas agradáveis todo o ano e gente alegre e acolhedora que lhe faz sentir como em casa. Estes são os ingredientes principais desta zona da Andaluzia em que a montanha e o Mediterrâneo se combinam para criar paisagens idílicas.

Terra de nascimento de gênios como Picasso, vale a pena descobrir a renovada cidade de Málaga, explorar a cultura local das cidades próximas ou deixar que o paladar desfrute em restaurantes exclusivos.

Um percurso pela costa

Em um uma rota de automóvel ao redor de 180 quilômetros, é possível ir conhecendo com tranquilidade alguns dos lugares mais bonitos da zona costeira.Uma parada imprescindível é a capital, Málaga, que nos últimos anos apostou tão forte na cultura que, além da Rota Picasso (o pintor nasceu aqui), oferece uma interessante variedade de museus: Centro Pompidou, Museu Carmen Thyssen, Coleção Museu Russo ... É agradável passear por esta cidade cada vez mais em voga e descobrir como a Alcáçova, o Castelo de Gibralfaro ou a Catedral se misturam com bairros alternativos de arte urbana como o Soho, com terraços onde fazer um brunch ou com ruas como Larios para os amantes das compras.Outros lugares turísticos de costa com praias nas quais se relaxar são Nerja, Torremolinos, Benalmádena, Fuengirola, Estepona o Marbella. Esta última cidade e a vizinha Puerto Banús são ideais para encontrar butiques de alta costura, restaurantes de prestígio e clubes de praia onde você pode se deitar em uma cama balinesa para assistir ao pôr do sol. E o viajante que procura renovar-se ou desconectar, pode optar por alojamentos de luxo com programas de nutrição ou por alugar uma embarcação em qualquer das marinas.

Slow travel no interior

A Costa do Sol apaixona com suas falésias, praias e enseadas e também surpreende o viajante com um belíssimo interior onde aguardam aldeias de casinhas brancas com ruas de traçado árabe enfeitadas com flores e que conservam tradições com séculos de antiguidade. Eles surgem no meio das montanhas e conhecê-los significa total desconexão no meio da natureza.Entre os mais bonitos estão, por exemplo, Frigiliana e seu encantador centro histórico, Antequera e seus impressionantes dolmens pré-históricos ou Ronda e sua mítica ponte sobre uma falésia que já apaixonou figuras como Hemingway, Orson Welles (cujas cinzas foram enterradas aqui) ou Rilke.Além de conhecer estas aldeias, vale a pena visitar alguma das vinícolas da região e fazer uma degustação uma degustação, perder-se pelas paisagens das trilhas do Caminito del Rey ou de parques naturais como o de Serra das Neves ou Serra de Grazalema, alojar-se em uma tradicional quinta andaluza com séculos de antiguidade ou em uma casa rural que ofereça massagens e terapias naturais, relaxar-se em balneários históricos como o de Tolox ou as Thermas de Carratraca e, certamente, saborear a cozinha local de um inconfundível sabor rural.

Onde ir

Visitas imprescindíveis


O que fazer

Outras ideias para sua viagem