Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Lago Barrios Luna

Reserva da Biosfera dos Vales de Omaña e Luna

León

Possui picos que superam 2.000 metros de altitude


A flora dos Vales de Omaña e Luna, declarados Reserva da Biosfera pela UNESCO em 2005, inclui muitas espécies endêmicas da península Ibérica.

A zona dos Vales de Omaña e Luna está situada em Castilla y León, no noroeste da província de León. Compreende os municípios de Sena de Luna, Barrios de Luna, Soto e Amío, Murias de Paredes, Riello e Valdesamario. A região está rodeada de montanhas que constituem o ponto de contato entre a Cordilheira Cantábrica e os Montes de León. A Sierra de La Cañada, na parte sudoeste, possui montanhas com mais de 2.000 metros de altura. A paisagem, além disso, inclui o curso dos rios Luna e Omaña, que dão lugar a uma sucessão de vales férteis e desfiladeiros estreitos. Quanto à fauna, este espaço é o limite sul para a população de algumas espécies de animais como o urso-pardo e o tetraz-grande, que estão em perigo de extinção na Espanha.

Reserva da Biosfera dos Vales de Omaña e Luna


Leão  (Castela e Leão)

Espécie de área:Reserva da Biosfera Superfície:81,16 hectares E-mail:turismoaytomuriasdeparedes@gmail.com E-mail:tecnicos@omanayluna.es Tel.:+34 987 580 723 Web:Reserva da Biosfera dos Vales de Omaña e Luna

Leão (Castela e Leão):

Barrios de Luna, Los.

Informações importantes

O que é preciso saber


  • Informações culturais

    A região possui um rico patrimônio arquitetônico e interessantes exemplos de arte autóctone. Conta com mais de uma centena de edifícios religiosos espalhados pelos diferentes povoados da região, quase todos pertencentes à época barroca.

  • Informações meio ambientais

    Os Vales de Omaña e Luna possuem uma abundante fauna, na qual se destacam espécies endêmicas da Cordilheira Cantábrica, como a lebre-cantábrica, e animais como o urso-pardo e o tetraz-grande. Dentro da vegetação há numerosas variedades próprias da península ibérica e bosques de bétulas, salgueiros, alissos, álamos e carvalhos da espécie quercus orocantabrica, descrita no ano 2002.

  • Informações visitas

    Saindo de León e seguindo pela rodovia AP-66 você pode chegar aos principais povoados deste espaço em menos de uma hora. Existem roteiros de trekking sinalizados que permitem a realização de diferentes excursões pela área.