Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Montanhas do Rif vistas do parque intercontinental mediterrâneo

Reserva da Biosfera Intercontinental do Mediterrâneo. Andaluzia (Espanha) – Marrocos

Andaluzia

Esta reserva, declarada como tal pela UNESCO em outubro de 2006, abrange alguns dos espaços naturais mais excelentes da parte oriental da província de Cádis e da ocidental de Málaga, na Andaluzia, no sul da Espanha, e é a primeira que conta com um mar dentro de seus limites. Além disso, este território intercontinental engloba duas Reservas da Biosfera da Andaluzia que já foram declaradas anteriormente: as de Sierra de Grazalema e Sierra de Las Nieves. Os Parques Naturais de El Estrecho e de Los Alcornocales; as Paragens Naturais de Los Reales de Sierra Bermeja, Sierra Crestellina, Desfiladeiro de Los Gaitanes e Praias de Los Lances, e os Monumentos Naturais Duna de Bolonia, Pinsapo de las Escaleretas e Canyon de Las Buitreras são os outros territórios andaluzes que englobam esta Reserva.

A riqueza natural que as duas margens do Estreito de Gibraltar possuem procede, em grande parte, da rota migratória que existe entre o continente europeu e o africano. Assim, além das mais de 117 espécies de aves, entre os exemplares de fauna característicos desta reserva se destacam mamíferos como o javali e a lontra.

O conjunto da região andaluza se caracteriza também por ter a melhor representação da vegetação do monte mediterrâneo. Mais concretamente, tanto nas ribeiras norte como sul do Estreito, destaca-se a presença de formações endêmicas de abeto espanhol, assim como de azinheiras, sobreiros e uma grande variedade de matagais e pastagens.

Reserva da Biosfera Intercontinental do Mediterrâneo. Andaluzia (Espanha) – Marrocos


Andaluzia

Málaga (Andaluzia):

Málaga.

Cádis (Andaluzia):

Cádiz.

Informações importantes

O que é preciso saber


  • Informações culturais

    O âmbito da reserva na Andaluzia é composto por 63 municípios distribuídos nas províncias de Cádis e Málaga. O objetivo geral desta declaração da UNESCO, além de proteger a biodiversidade da zona, centra-se no uso sustentável dos recursos por parte das populações locais e na aproximação de dois territórios que, apesar da divisão geográfica, compartilham aspectos de seu patrimônio natural e cultural. Assim, ao longo dos séculos, as duas margens serviram de conexão entre o Oriente e Ocidente e contribuíram para a criação da conhecida como “cultura andalusina”.

  • Informações meio ambientais

    É dominada por um conjunto de serras que formam um arco aberto para o mar Mediterrâneo, que por sua vez dividiu em duas seções o sistema montanhoso Bético-Rifenho.

  • Informações visitas

    Os dados de contato dos centros de visitantes e pontos de informação dos espaços naturais protegidos da Andaluzia pertencentes a esta reserva podem ser encontrados no Guichê do Visitante dos Espaços Naturais, um canal online onde você pode consultar as trilhas, acomodações, áreas recreativas, mirantes, além de poder baixar folhetos e mapas-guia dos mesmos.