Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Parque Nacional de Timanfaya

Parque Nacional de Timanfaya

parque-nacional-timanfaya

A terra do fogo e dos vulcões

Em Lanzarote, a mais oriental das Ilhas Canárias, o Parque Nacional de Timanfaya deslumbra o viajante. É uma paisagem de aspecto lunar, fruto de erupções vulcânicas ocorridas há apenas 300 anos. Lavas e magmas originaram assim um cenário digno de ficção científica onde, apesar das inclemências, a vida continua trilhando seu caminho. Você verá peculiares formações rochosas e camadas de terra tingidas de vermelho, laranja e amarelo em um lugar inesquecível.

Parque Nacional de Timanfaya


Situado na ilha de Lanzarote (Ilhas Canárias).

Lanzarote  (Canárias)

Espécie de área:Parque Nacional Superfície:5.107 hectares Tel.:+34 928118042 Web:https://www.miteco.gob.es/es/red-parques-nacionales/nuestros-parques/timanfaya/

Lanzarote (Canárias):

Tinajo. Yaiza.

Ctra. Tinajo-Yaiza, km 11,500

35560  Mancha Blanca, Tinajo, Lanzarote  (Canárias)

E-mail:manchablanca.cmayot@gobiernodecanarias.org Tel.:+34 928118042 Web:Web do centro de visitantes
Galeria

Em imagens


Informações importantes

O que é preciso saber


  • O que você vai encontrar

    O Timanfaya é o único dos 15 parques nacionais da Espanha com caráter geológico. Uma rareza onde os mantos de lava geraram um ecossistema dominado pelas mais variadas formas que você possa imaginar. “Hornitos”, caldeiras e tubos brotaram por todos os lados, criando paisagens que não parecem do planeta Terra. Ao contrário de outros parques nacionais das Canárias, a vegetação do Timanfaya não se destaca por sua exuberância. No entanto, há uma grande presença de liquens, que representam o triunfo do vegetal mesmo em ambientes tão hostis como este.Por último, não deixe de percorrer as galerias subterrâneas que o tempo modelou nas entranhas do Timanfaya. Um dos melhores exemplos é a Caverna dos Naturalistas. Mais de um quilômetro e meio de percurso formado pelos caprichos da lava, oferecendo ao visitante um cenário realmente chocante.

  • Itinerários pelo Parque

    O Timanfaya é atravessado por três caminhos.  Um é guiado e de transporte público: a popular guagua canária, que durante 14 quilômetros circula pela Rota dos Vulcões. As outras duas opções são a pé. Por um lado, a Rota do Litoral (autoguiada, de nove quilômetros e fisicamente exigente). Pelo outro, a Rota Tremesana, um caminho guiado de quatro quilômetros e acessível, que é realizado nas segundas, terças, quintas e sexta-feiras. Além disso, também existe a opção de dar um passeio de 20 minutos num camelo dentro do parque.Mapa do Parque Nacional de Timanfaya

  • Não vá embora da região sem...

    Apesar do terreno agreste, algumas zonas de Lanzarote contam com um solo muito fértil. Nele são cultivadas principalmente frutas, batatas e videiras. Aproveite para saborear a culinária majorera, com sua cozinha e seus excelentes vinhos.Além disso, você pode descobrir o legado artístico de César Manrique. Originário de Lanzarote, este artista foi um especialista em harmonizar a natureza com suas criações. Um exemplo disso são os Jameos del Agua, uma formação vulcânica que foi habilitada como centro de arte e cultura. Ou o Taro de Tahíche, antiga casa do artista, construída sobre bolhas vulcânicas e que conta com parte das coleções do próprio Manrique.