Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Parque Nacional de Monfragüe

Parque Nacional de Monfragüe

parque-nacional-monfrague

Um dos últimos ecossistemas virgens da Europa

A união dos rios Tajo e Tiétar na região de Cáceres criou estas paisagens de azinheiras e sobreiros, suaves montanhas e enormes rochedos que são o lar de uma das maiores colônias de abutre-preto do mundo. O único Parque Nacional da Extremadura se converteu em um dos melhores lugares da Espanha para observar aves. Mas além de seguir o voo das grandes aves de rapina, você poderá presenciar a brama no outono, subir em seus mirantes ou na torre de um castelo... Bem-vindo ao lugar que os romanos batizaram como Monsfragorum: monte fragoso.

Parque Nacional de Monfragüe


Situado no norte da província de Cáceres (Extremadura), no triângulo imaginário formado pelas cidades de Cáceres, Plasencia e Trujillo.

Cáceres  (Extremadura)

Espécie de área:Parque Nacional Superfície:18.396 hectares E-mail:info.monfrague@juntaex.es Tel.:+34 927199134 Tel.:+34 927006000 Web:https://www.miteco.gob.es/es/red-parques-nacionales/nuestros-parques/monfrague/

Cáceres (Extremadura):

Serradilla. Plasencia. Trujillo. Cáceres.

10695  Villareal de San Carlos, Serradilla, Cáceres  (Extremadura)

E-mail:info.monfrague@juntaex.es Tel.:+34 927199134 Web:Web do centro de visitantes
Galeria

Em imagens


Informações importantes

O que é preciso saber


  • O que você vai encontrar

    O abutre-preto não é o único protagonista de Monfragüe, já que o parque também conta com uma importante concentração de águia-imperial-ibérica. Ver o voo destas majestosas aves junto a outras como o bufo-real ou o abutre-fouveiro é uma experiência incrível. E o melhor lugar para fazer isso dentro de Monfragüe é o mirante conhecido como o “Salto del Gitano”, em uma falésia a 300 metros de altura. Além dos enormes rochedos verticais, você também vai achar bosque mediterrâneo, represas e pastagens onde vivem outros animais como cervos, raposas e lontras.

  • Itinerários pelo Parque

    O mais habitual é conhecer Monfragüe através de seus itinerários autoguiados. Você pode escolher entre a Rota Amarela do Mirante de La Tajadilla (8,9 quilômetros e de dificuldade baixa), a Rota Verde pelo Arroio de Malvecino-Cerro Gimio (7,9 quilômetros e de dificuldade baixa) ou a Rota Vermelha do Castelo de Monfragüe (16 quilômetros, dificuldade média). Também existem dois itinerários de carro com paradas nos principais mirantes, que vão de Villarreal de San Carlos (onde fica o Centro de Visitantes) até o Castelo ou a Portilla del Tiétar.Se você prefere fazer uma passeio guiado, o próprio parque os organiza nos fins de semana. Além disso, podem ser feitos roteiros de bicicleta ou a cavalo pela antessala do parque pedindo autorização prévia.De qualquer maneira, você vai gostar de descobrir alguns lugares emblemáticos como a torre da homenagem do castelo -que oferece uma vista incrível após subir seus 134 degraus- ou a Ponte do Cardeal -aproveitando as vezes que não está submersa nas águas do rio Tajo-.Mapa do Parque Nacional de Monfragüe

  • Não vá embora da região sem...

    Você sabia que Monfragüe é um dos melhores lugares da Espanha para observar as estrelas? Tanto é que existem observatórios astronômicos em Torrejón el Rubio, Arroyo Malvecino e Casas de Miravete. Outra visita interessante pode ser ao Centro de Interpretação da Arte Rupestre de Monfragüe.Além disso, este Parque Nacional fica exatamente no meio do triângulo formado pelas cidades de Plasencia, Cáceres e Trujillo, ou seja, aproveite a oportunidade para visitá-las e provar seus pratos típicos como as migas, o presunto ibérico e a caldeirada de cervo.