Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Villa de Teguise, na ilha de Lanzarote (Ilhas Canárias)

Villa de Teguise

Lanzarote

Teguise, antiga capital da ilha de Lanzarote, está enquadrada dentro da incrível paisagem vulcânica formada por antigas crateras e rios de lava solidificada. Boa parte da história da ilha está refletida em seu centro histórico, um conjunto de casas brancas onde se encontram belos exemplos de arquitetura popular e nobre.

Profundamente marcada pela obra do arquiteto de Lanzarote César Manrique, Teguise conserva duas de suas principais criações: o Jardim de Cactos e a fundação que tem o seu nome, que foi também a antiga residência do artista. Tudo isso se complementa com as bonitas praias de Famara e Costa Teguise, sendo esta última um dos principais centros turísticos da ilha.

Teguise tem um passado intimamente ligado à história das Ilhas Canárias, já que foi um dos primeiros núcleos urbanos que se desenvolveram no arquipélago.Seu centro histórico, um conjunto bem cuidado de casas brancas e ruas de pedra, emerge no meio de uma insólita paisagem formada por crateras já extintas e vastas planícies de terra vulcânica e escura.Sua antiga condição de capital da ilha ficou refletida na forma de um valioso legado de arquitetura nobre e casas brancas nas quais aparecem elementos da tradição local, como as típicas varandas de madeira.Em pleno centro da cidade, podem ser vistos alguns dos edifícios históricos mais importantes da ilha, como o Palácio de Spínola e os conventos de Santo Domingo e San Francisco. E muito perto, junto ao vulcão extinto de Guanapay, fica o Castelo de Santa Bárbara, restaurado e habilitado como Museu do Emigrante.Da mesma forma que ocorre em outros lugares da ilha, Teguise ficou profundamente marcada pela obra de César Manrique.O legado de César ManriqueNa zona conhecida como Taro de Tahíche está situada a Fundação César Manrique, que foi a antiga residência do genial arquiteto. Trata-se de um original museu onde, além de uma interessante coleção de arte contemporânea, é possível admirar a insólita integração da arquitetura do edifício na paisagem vulcânica que o rodeia.Dentro do território municipal também está localizado o Jardim de Cactos que, inaugurado em 1991, foi a última obra arquitetônica do artista. Dominado por um antigo moinho de grãos, este singular espaço conjuga originais formas pétreas com sua condição de jardim botânico, já que abriga cerca de mil e quatrocentas espécies diferentes de cactos.Na zona litorânea, Teguise conta com excelentes infraestruturas orientadas ao turismo. Costa Teguise, um dos principais núcleos da ilha, reúne uma ampla variedade de estabelecimentos hoteleiros, bairros residenciais, comércios e restaurantes. Algumas de suas praias, especialmente a de Las Cucharas, são conhecidas pelas ótimas condições que reúnem para a prática do windsurf.Este panorama contrasta com a beleza selvagem que oferece a praia de Famara, no oeste de Lanzarote, um verdadeiro paraíso para os surfistas.Arredores e culinária A antiga capital da ilha oferece interessantes passeios pelos seus arredores. No norte da ilha fica Haría, um pequeno núcleo situado em um fértil vale entre montanhas. Em sua zona costeira você encontrará os Jameos del Agua, um original complexo que aproveita um túnel vulcânico, assim como a Cueva de los Verdes e o Mirador del Río. Outros municípios próximos são Tinajo, em cujo santuário de Mancha Blanca é venerada a Virgen de los Dolores, padroeira da ilha, e San Bartolomé, que conta com um patrimônio monumental no qual se destacam a Casa do Mayor Guerra e a Casa Ajei. No sudoeste da ilha fica o Parque Nacional de Timanfaya, uma autêntica vitrine do ecossistema vulcânico da ilha. A visita inclui uma excursão de ônibus que percorre a Rota dos Vulcões e que tem seu ponto de partida no centro de visitantes. O parque, por sua vez, está rodeado pelo Parque Natural de Los Volcanes, onde os campos de cinzas e lavas vulcânicas se estendem até a costa. Por outro lado, a culinária de Lanzarote permitirá saborear especialidades como os ranchos (guisado típico com carne suína) e as conhecidas papas arrugadas (batatas fervidas com sal), que são servidas acompanhadas de diversos tipos de mojos (molhos). O mar abastece a mesa de Lanzarote com excelentes peixes, como a “viejaguisada ou a la espalda, o cherne e a corvina, e frutos do mar frescos. Na hora da sobremesa, o destaque são os queijos do país, tanto jovens como curados. Na ilha se destacam os magníficos cultivos da variedade de uva Malvasia, que produzem excelentes vinhos brancos, deliciosos vinhos doces e tintos “crianza”, todos eles etiquetados com a Denominação de Origem Lanzarote.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.