Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Lugares menos conhecidos de Madri

Lugares interessantes de Madri menos conhecidos

Madrid

Uma cidade diferente para descobrir


Além das visitas emblemáticas ao Palácio Real, ao Museu do Prado e ao Parque do Retiro, atrás de cada rua, em cada telhado, em cada edifício histórico de Madri parece aguardar uma história fascinante. O viajante que queira descobrir os lugares menos conhecidos da cidade vai encontrar jardins dignos de contos de fadas, ruas cheias de livros, mirantes espetaculares... Venha conhecer outras caras de Madri.

Parques e jardins diferentes de El Retiro

O Retiro é o parque mais importante de Madri. Mas não é o único. Um pouco mais afastado do centro, na Alameda de Osuna, “se esconde” o Parque del Capricho. Passear por seus jardins e descobrir coretos, fontes, um palácio ou um labirinto de loureiros é uma delícia. Bem pertinho fica o Parque Quinta de los Molinos, ideal para visitar entre fevereiro e março, quando estão florescendo suas centenas de amendoeiras. Aquele que procure cantinhos menores e “escondidos” vai adorar os jardins do Príncipe de Anglona.

Procurando um livro perdido

Caminhando pela capital você pode encontrar uma rua inteira dedicada aos livros: a Cuesta de Moyano. Passear junto ao jardim botânico e ir vendo como as pessoas procuram nas barraquinhas livros de outras épocas é uma experiência genial. Os amantes dos livros também ficarão surpresos com a passagem de San Ginés e as livrarias onde, além de achar os mais variados exemplares, é possível tomar um vinho.

Parque del Capricho

Museus com charme

Existem pequenos museus na capital que dá gosto conhecer por sua delicadeza e atmosfera tranquila e por serem edifícios com caráter de colecionador. Por exemplo, tanto no Museu Sorolla como no Cerralbo, no do Romantismo ou na Casa-Museu Lope de Vega você pode, além de apreciar as interessantes coleções, conhecer jardins internos onde é uma delícia parar e escutar o rumor das fontes.

Arredores do Palácio Real

Este monumento icônico de Madri nunca decepciona. O que nem todo o mundo sabe é que é possível contemplá-lo de várias perspectivas diferentes. Por exemplo, bem na frente do Palácio fica a Catedral de La Almudena. É aconselhável visitar o museu do templo devido à imagem panorâmica única que se obtém da varanda do Palácio Real. E na parte de trás da Catedral aguardam outras surpresas, como sua mágica cripta e restos da antiga muralha árabe da cidade. A menos de cinco minutos andando você chega à bonita Plaza de la Villa e àquela que dizem que é a menor praça de Madri: a plazuela de San Javier.

Sala do Museu Sorolla, Madri

Vista do céu

Em Madri vale a pena levantar o olhar porque nos telhados da cidade se ocultam seres mitológicos. Por exemplo, o bonito terraço do Círculo de Belas Artes é custodiado por uma escultura da deusa Minerva. Também na rua Alcalá 16 surpreendem no terraço duas quadrigas puxadas por cavalos. E junto ao Mercado de San Miguel, na rua Milaneses nº 3, é preciso prestar atenção nos telhados até ver um homem alado que parece se chocar contra o edifício: é a escultura “Acidente aéreo”.

Mirantes alternativos

Além dos mirantes da prefeitura e do Círculo de Belas Artes, também é bom levar a câmera fotográfica a lugares como o Farol de Moncloa e seu mirante situado a 92 metros de altura, a Dalieda de San Francisco (junto à impressionante cúpula da Basílica) ou após subir as escadas da conhecida como Cuesta de los Ciegos (ladeira dos cegos).

Deusa Minerva no Circulo de Belas Artes, Madri
Madri vista do terraço do Círculo de Belas Artes

Novos mercados

Qualquer madrilenho não terá dúvidas na hora de recomendar qual é a feira de rua mais popular da capital: o Rastro, aos domingos. No entanto, de alguns anos para cá cada vez surgem mais feiras de rua alternativas, como a de Motores, no Museu do Trem, ou o Mercado de Produtores, no Matadero de Madri, entre outros.

Feiras de rua de Madri

Um templo egípcio e banhos árabes

Para contemplar um fim de tarde inesquecível (dizem que as cores do céu de Madri são incomparáveis) você pode ir ao Templo de Debod. Nem todos sabem que esse templo do século II a. C. pode ser visitado por dentro e que é o único templo egípcio de toda a Espanha. E falando de misturas culturais em Madri, para reviver seu passado árabe, você pode ir aos únicos banhos árabes da capital, criados sobre uma cisterna de três séculos de antiguidade.

Templo de Debod, Madri