Pessoas esperando no aeroporto

Informações práticas para turistas diante da situação gerada pela COVID-19

none

(Atualizada 3 de agosto de 2020) A Espanha abriu suas fronteiras com todos os estados membros da União Europeia a partir do dia 21 de junho, coincidindo com o fim do estado de alarme, além de eliminar a quarentena exigida para viajantes. A União Europeia também levantou os controles internos no espaço Schengen e emitiu uma recomendação para a autorização de entrada aos cidadãos de terceiros países, que cada país aplica conforme o princípio da reciprocidade. Seguindo este critério, a Espanha permite a entrada em seu território dos cidadãos dos seguintes países, a partir do dia 4 de julho: Argélia, Austrália, Canadá, China, Coreia do Sul, Japão, Geórgia, Marrocos, Nova Zelândia, Ruanda,  Tailândia, Tunísia e Uruguai. Para os cidadãos da Argélia, China e Marrocos é mantido o princípio da reciprocidade.

A União Europeia pôs em funcionamento um site e um aplicativo para celulares que permite consultar se é possível viajar a cada país membro, os requisitos exigidos em cada destino e outros dados para responder a dúvidas dos turistas. Com o nome « Re-open EU», os viajantes poderão se informar sobre as pautas a serem seguidas em cada destino.Está previsto que esta abertura escalonada da UE permita a inclusão de mais países em breve. A lista de países considerados seguros, que será revisada a cada 15 dias, baseia-se nestes requisitos:1.- Condições epidemiológicas análogas ou superiores às da UE.2.- Imposição de certas condições de saúde em origem, trajeto ou destino3.- Atuação conforme o princípio da reciprocidade

 Turistas caminhando pelo aeroporto

Controles sanitários ao entrar na Espanha

O Governo implantou uma série de controles para os viajantes que entram na Espanha: • Todos os passageiros que chegam por via aérea ou marítima deverão se submeter a um controle de temperatura, que não deve ser igual ou superior a 37,5 graus centígrados. As empresas navais poderão medir esta temperatura antes de sua chegada a um porto espanhol. • Todos os viajantes deverão preencher um formulário de saúde pública por via eletrônica através do endereço de internet www.spth.gob.es ou por meio do aplicativo gratuito SPAIN TRAVEL HEALTH-SpTH. Uma vez finalizado o formulário, o passageiro obterá um código QR que deverá apresentar ao chegar à Espanha. • Os operadores turísticos, agências de viagens e empresas de transporte deverão informar os turistas e viajantes sobre a obrigação de apresentar o formulário de saúde pública no aeroporto ou porto de destino.  • Aqueles passageiros suspeitos de padecer de COVID-19 ou outra patologia transmissível serão submetidos a um novo exame de saúde, que incluirá outra medição de temperatura e uma avaliação de seu estado clínico e epidemiológico. Caso seja confirmada uma possível patologia, o viajante será enviado a um centro de saúde.

Turista no aeroporto

Medidas especiais de proteção sanitária

Todo o território espanhol superou as fases para a transição à normalidade, uma vez que a situação da pandemia se reduziu. O Governo espanhol aprovou no dia 9 de junho o Real Decreto lei de medidas urgentes de contenção e coordenação para fazer frente à crise sanitária de COVID-19, que estabelece o regulamento a seguir a partir do dia 21 de junho. Entre outras medidas, dispõe as seguintes em relação ao turismo: • A obrigatoriedade do uso de máscaras protetoras para maiores de 6 anos na via pública, em espaços ao ar livre e em espaços fechados de uso público, sempre que não seja possível manter uma distância social de pelo menos 1,5 metro. Excetuam-se as pessoas com deficiência ou doença respiratória, assim como durante a prática de esportes ou a ingestão de alimentos. É obrigatório também seu uso no transporte público, aéreo, marítimo e ferroviário, e em veículo privado caso os ocupantes não convivam no mesmo domicílio. O descumprimento desta medida pode levar a uma sanção de até 100 euros. • Não obstante, todas as comunidades autônomas, salvo as Ilhas Canárias, aprovaram o uso obrigatório de máscaras em todos os espaços públicos, mesmo em situações em que seja possível manter a distância social.  • Hotéis e alojamentos turísticos, bares e restaurantes, comércio, assim como centros culturais, de espetáculos e outras atividades recreativas e esportivas deverão garantir que sejam evitadas as aglomerações nas áreas comuns, e que clientes e trabalhadores mantenham uma distância interpessoal mínima de 1,5 metro. Deverão ser observadas nestes estabelecimentos as medidas de higiene adequadas para prevenir riscos de contágio. • Existem limitações ao lazer noturno em várias regiões como a Andaluzia, Aragão, Catalunha, Comunidade Valenciana, Galícia, Ilhas Baleares, Comunidade de Madri, Navarra, Região de Múrcia ou País Basco, e em muitas cidades as discotecas e clubes noturnos estão fechados ou funcionam em horário reduzido. Outras comunidades autônomas estudam a implantação de medidas nesta linha. • Será permitida a livre mobilidade por todo o território espanhol e o deslocamento entre províncias (salvo exceções particulares e localizadas em pequenos núcleos para garantir a segurança).

Que medidas de proteção posso tomar para evitar a doença?

O Governo, que garantirá o abastecimento dos produtos necessários para a saúde pública, divulgou uma série de indicações e medidas genéricas de proteção frente a esta doença, que incluem:• Higiene de mãos frequente (lavagem com água e sabonete ou soluções alcoólicas), especialmente depois de contato direto com pessoas doentes ou seu meio.• Ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o lado interno do cotovelo flexionado.• Usar lenços descartáveis e eliminá-los após o uso.• Evitar tocar-se nos olhos, no nariz e na boca, já que as mãos facilitam a transmissão.• Caso apareçam sintomas da doença, a pessoa deve se isolar.• Não é preciso tomar precauções especiais com os animais nem com os alimentos na Espanha para evitar esta infecção.

 Moça lavando as mãos

Informação de interesse para turistas procedentes do Reino Unido

Desde 26 de julho, o Reino Unido estabeleceu a obrigação de respeitar uma quarentena de 14 dias para todos os viajantes provenientes de, entre outros países, Espanha.  Você pode obter mais informações aqui.