Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Menina observando a catedral de Valência

Uma escapada na Comunidade Valenciana: a arte arquitetônica que você tem que ver

Comunitat Valenciana

Se ao viajar você gosta de mergulhar na cultura e descobrir a história de uma cidade, e uma das suas grandes paixões é a arte... continue lendo para se apaixonar pela Comunidade Valenciana. Três paradas modernistas que você deve fazer na cidade. 

Primeira parada: Cidade das Artes e das Ciências, uma cidade dentro de cidade

Inaugurada em 1998 e com mais de 300 mil metros quadrados, a Cidade das Artes e das Ciências é um autêntico complexo arquitetônico, cultural e de entretenimento, situado no último trecho do rio Turia. Uma parada obrigatória para os amantes da arquitetura e da ciênciQuando você chegar, entrará no conhecido Hemisfèric e seu incrível planetário; seguirá pelo Museu da Ciência e dezenas de exposições científicas interativas; mergulhará no Oceanográfic entre interessantes habitats marinhos; passeará pelo Umbracle com mais de 17.500 metros de jardins, lagos e uma vegetação típica do Mediterrâneo; assistirá às melhores óperas e representações cênicas nos auditórios do Palácio das Artes Reina Sofía; e, por último, caminhará pelo edifício Ágora, surpreendendo-se com os eventos que são realizados entre espetaculares estruturas metálicas e vidros reluzentes. 

Vista do Hemisfèric na Cidade das Artes e das Ciências de Valência

Segunda parada: O Porto e Veles e Vents, para continuar navegando por Valência 

Entre 2005 e 2006, David Chipperfield e Fermín Vázquez decidiram construir um autêntico espetáculo para a vista: o emblemático edifício Veles e Vents. Aço pintado de branco, madeiras nobres originárias do Brasil e revestimentos do vidro mais resistente. Modernidade em estado puro. Caminhando pelo Porto de Valência, você o verá em questão de segundos, já que além de sua altura que se destaca, ele ocupa mais de 120 mil metros quadrados. Quatro plataformas de diferentes alturas que parecem estar flutuando no ar e que compõem um mirante perfeito. 

Vista do edifício Veles e Vents no Porto de Valência

Terceira parada: o centro da cidade, essência modernista.

O centro de Valência é um daqueles centros históricos que combinam o moderno com o antigo. Um estilo altamente urbanista que não passa despercebido para ninguém que o visita. E menos ainda para você.Entre ruas e ruelas, você descobrirá emblemáticos edifícios, como o do telégrafo; viajará no tempo com a València Estació del Nord, classificada como Bem de Interesse Cultural em 1983; se apaixonará entre os aromas do Mercado Central da cidade de Valência, um espetacular bazar com cúpulas de vidro e grossas colunas de estilo modernista; conhecerá a Lonja de la Seda, uma obra-prima declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1996, de grande valor arquitetônico e um exemplo excepcional do estilo gótico tardio e da riqueza das cidades mercantis mediterrâneas; e finalmente, se perderá entre fachadas históricas, como a da Igreja de Santa Catalina, o Palácio do Marquês de Dos Aguas, a Igreja de San Juan del Hospital, a Basílica Metropolitana de Santa María e a Basílica de Nuestra Señora de los Desamparados.

Sala de contratação da Lonja de la Seda em Valência
Descubra mais sobre...