Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Vista da Igreja de Santa Ana das muralhas de Jerez de los Caballeros, em Badajoz (Extremadura)

Jerez de los Caballeros

Badajoz

É uma cidade de Badajoz na que se unem culturas, saberes e estilos artísticos, do pré-histórico ao gótico ou ao barroco.

Encontra-se rodeada de pastagens nas que crescem excelentes pastos para a sua pecuária, que é a base da economia local. Seu centro histórico foi declarado Bem de Interesse Cultural.

A origem de Jerez de los Caballeros remonta aos fenícios, embora sempre tenha sido habitada pelas diferentes culturas que chegaram à Península. O achado arqueológico mais antigo da região é o Dólmen da Granja de Torriñuelo, Monumento Nacional, ao lado do qual apareceram pinturas e um interessante enxoval funerário. Vilas romanas, restos visigodos e influências árabes fazem parte da paisagem deste enclave, na metade do caminho entre Portugal e Andaluzia. Esta diversidade cultural também se deixa ver em uma infinidade de tradições e costumes.Mas a Extremadura foi sempre berço de descobridores e conquistadores e, justamente, Jerez de los Caballeros viu nascer o primeiro europeu que divisou o Oceano Pacífico, Vasco Núñez de Balboa. Após a colonização da América muitos nobres e cargos públicos regressaram a sua terra natal, trazendo consigo riquezas do Novo Mundo. Assim, o centro histórico de Jerez de los Caballeros mistura sua arquitetura popular com antigas igrejas, conventos, casas nobres e palácios, tudo isso presidido pela imponente fortaleza templária de origem árabe.

Patrimônio monumental

O perímetro amuralhado de Jerez de los Caballeros alcança um quilômetro e meio de extensão. Está construído com alvenaria e pedra talhada (séculos XV-XVI) sobre as muralhas árabes. Reforçado mediante cubos e torreões defensivos, conserva vários portais e, em seu interior, o castelo templário do século XIII, que foi reformado no século XVI.Quanto a edifícios religiosos, destacam-se as igrejas da Encarnación (século XVI), San Bartolomé (séculos XV-XVII), San Miguel (séculos XVI-XVIII e Santa Catalina (século XVI), além do convento de San Agustín, sede atual da Prefeitura.Na arquitetura civil, cabe citar a Casa da Câmara (século XVI); os hospitais de San Bartolomé e da Caridade, e os palácios do Bachiller Martínez de Logroño, do Marqués de la Lastra, dos Guzmanes e dos duques de T'Serclaes-Tilly.Ruas estreitas de fachadas caiadas e salpicadas com torres de pedra acolhem as procissões religiosas durante a Semana Santa, festa declarada de Interesse Turístico Regional. As imagens, veneradas nas igrejas, percorrem a cidade para alegria de centenas de participantes.Outro excelente momento para conhecer Jerez de los Caballeros é na celebração do Salão do Jamón. Durante uns dias, os produtos da Denominação de Origem Dehesa de Extremadura concorrem entre si, oferecendo os melhores jamones e embutidos elaborados com porco ibérico alimentado com bolotas. A degustação gastronômica pode continuar com sopas de tomate, cordeiro assado ou em caldeirada, ou diferentes tipos de queijos. Qualquer guisado deve realizar-se com os deliciosos azeites da região. E junto a estas desejáveis viandas, o vinho da Denominação de Origem Ribera del Guadiana converte-se em um excelente companheiro.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

O que fazer

Planos para inspirar-se


Agenda

Exposições, festivais, esportes...


Consulta alguns dos eventos mais relevantes que você poderá aproveitar no destino.