Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Jávea, em Alicante (Comunidade Valenciana)

Jávea / Xàbia

Alicante-Alacant

Situada entre os cabos de San Antonio e de La Nao, Jávea é um dos destinos turísticos mais importantes da Costa Branca de Alicante.

Seu centro histórico, localizado a dois quilômetros da linha de costa, esconde belos exemplos de arquitetura local, além de monumentos distintivos como a igreja de San Bartolomé, centro nevrálgico da vila.Uma das principais atrações desta cidade de Alicante é o seu extenso litoral. Nada menos que vinte quilômetros de praias e bonitas enseadas onde você pode dar um bom mergulho e praticar uma grande variedade de esportes náuticos.

Do Cabo de la Nao até a Cala Granadella, Jávea oferece ao visitante vinte quilômetros de praias e enseadas ideais para desfrutar do sol, do mar e dos esportes aquáticos.Este lugar da Costa Branca de Alicante mostra seu lado mais turístico na zona portuária. Além de uma ampla oferta de acomodações, restaurantes, bares e lazer em geral, o porto permite praticar vários tipos de esportes náuticos, como velejo e windsurf, e inclusive fazer uma excursão de barco até Denia.A praia de El Arenal é uma das mais emblemáticas do litoral de Jávea. Neste lugar, junto ao Canal de la Fontana, fica o Parador de TurismoCosta Branca” em um lugar privilegiado a poucos metros da praia.Um dos trechos mais bonitos da faixa costeira fica entre as ilhas de Portixol e do Descubridor. Suas águas transparentes e seus excelentes fundos marinhos são o cenário ideal para a prática do mergulho.Esta modalidade subaquática também é popular em Cala Granadella que, com sua areia fina e dourada, é um dos lugares mais populares da costa de Jávea.

A cidade

Situado em uma planície no pé do maciço do Montgó, o centro histórico de Jávea se desenvolveu terra adentro em torno à igreja fortaleza de San Bartolomé, um belo exemplo do gótico isabelino que surgiu como defesa contra os ataques de piratas.Nas ruas do centro histórico, chamam a atenção do visitante os muitos exemplos de arquitetura típica, presente em elementos como as grades das casas e os dintéis de pedra “tosca”.Outro lugar de visita obrigatória no passeio pelo centro da cidade é o Museu Arqueológico e Etnográfico, onde é possível conhecer o passado da cidade.Enquanto isso, na zona portuária vale a pena ir até a igreja de Nuestra Señora de Loreto, que se assemelha à quilha de um barco. 

Culinária, festas e arredores

Jávea baseia sua culinária nos alimentos próprios da dieta mediterrânea. Como é comum nas cidades valencianas, o produto estrela é o arroz. A paella é talvez a receita mais conhecida, mas aqui é servida com feijão e nabo ou assada no forno. O peixe da região chega à mesa tanto guisado ou frito como em caldo. O alho e o azeite de oliva se unem para formar o molho ali-oli, que acompanha diversos pratos.A amêndoa, as passas, os figos e as laranjas são os frutos mais típicos desta zona e normalmente são usados nos doces. Tortas de amêndoa, torrones e sorvetes são alguns dos mais apetitosos. Como acompanhamento, Jávea oferece vinhos da Denominação de Origem de Alicante, misteleta (vinho doce) e orchata (refresco feito de chufa).Quanto ao calendário festivo, Jávea comemora no dia 16 de julho as festas da Virgen del Carmen. Alguns dias depois, no penúltimo fim de semana do mês, acontece a festa de Mouros e Cristãos.Os arredores de Jávea oferecem numerosas possibilidades. Os faróis e a Reserva Natural Marina del Cabo de San Antonio são excelentes excursões para os amantes da natureza. Esta visita pode continuar no Parque Natural do Montgó, lugar onde os perfis montanhosos se precipitam para o Mediterrâneo criando bonitas falésias.Também é possível visitar cidades interessantes como Denia, capital da Marina Alta. Ao outro lado do cabo de La Nao fica Teulada. Por sua vez, junto ao Parque Natural del Peñón de Ifach fica Calpe, uma harmoniosa cidade que soube combinar a conservação do seu patrimônio monumental com as infraestruturas turísticas.Outra interessante vila monumental em plena Costa Branca é Villajoyosa, capital da Marina Baja. E atravessando a Serra de Aitana, o interior setentrional proporciona um percurso por Cocentaina, um importante núcleo medieval de casas com cerâmicas e ruas árabes.As montanhas de Alicante oferecem também a possibilidade de percorrer o Parque Natural del Carracal de la Font Roja, com abruptos relevos na face norte, e a cidade de Alcoy/Alcoi, em cujo centro medieval é realizada todos os anos a festa de “Mouros e Cristãos”, declarada de Interesse Turístico Internacional.

Agenda

Exposições, festivais, esportes...


Consulta alguns dos eventos mais relevantes que você poderá aproveitar no destino.