Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Vista de Girona (Catalunha)

Girona

Girona

A chamada “Cidade dos Quatro Rios” possui um centro histórico dominado por construções medievais e reminiscências romanas, árabes e hebreias.

As obras do apogeu de sua história ficam no recinto amuralhado da Força Vella. Sua situação privilegiada entre a Cordilheira Pirenaica e a Costa Brava possibilita a realização de diversas excursões, tanto a vilarejos como a espaços naturais dignos de menção. Em todos estes lugares o viajante terá a oportunidade de conhecer a culinária regional, que une em suas receitas produtos do mar e da montanha.

A cidade de Girona se situa no vale do Ter, na confluência de quatro rios. Um deles, o Onyar, separa o centro histórico da cidade moderna.O núcleo antigo desta cidade catalã conserva marcas de sua longa história, desde que foi fundada pelos romanos, no século I a. C. A eles devemos a primitiva muralha, cujos restos vão do Paseo Arqueológico até os Jardins da Muralha.

A Força Vella

Emoldurada neste recinto amuralhado (a Força Vella), impõe-se a Catedral. Sua origem românica se mostra em seu aspecto de fortaleza e sua localização estratégica, embora o elemento mais destacável seja uma imensa nave gótica, a mais larga da arquitetura medieval europeia. Em seu interior se conserva uma das joias têxteis do românico catalão, a Tapeçaria da Criação. Ao lado da escadaria de entrada da catedral se encontra a Pia Alomoina, uma antiga instituição beneficente de estilo gótico.Girona conta com outras peças importantes da arquitetura religiosa, como o mosteiro beneditino de Sant Pere de Galligants, monumento histórico-artístico; e a igreja de Sant Nicolau. Trata-se de templos românicos cujas absides e cúpulas octogonais merecem uma atenta observação, já que constituem elementos fundamentais do período medieval catalão. Rodeado de jardins, o convento de Sant Doménech se impõe com sua fachada gótica. É um claro exemplo da importância das ordens religiosas na colonização e repovoamento da Catalunha durante a Idade Média.A este período histórico pertencem também importantes manifestações artísticas árabes e hebreias, fruto dos séculos de convivência destas culturas com a cristã. Assim, descobrimos diversas pequenas ruas que formavam o Call, o bairro judeu de Girona. A rua Força é o eixo central deste bairro, que contava com uma sinagoga e centros de estudo da Cabala. A plaça del Oli e a plaça del Vi mantêm todo o seu sabor; e nelas ficam alguma das melhores joias da arquitetura palaciana medieval, como a Fontana d'Or. Atualmente, o Call é um dos bairros judeus mais bem conservados da Espanha.Não muito longe, em um convento capuchinho, funcionam os Banhos Árabes, onde merece destaque um coreto sustentado por oito finas colunas e coroado por uma cúpula octogonal.Antes de atravessar o rio rumo à parte moderna de Girona, você pode subir até o campanário de Sant Feliu ou ir à Pont de Pedra sobre o rio Onyar, onde terá uma vista de todo o casario da cidade e das fachadas coloridas. Do outro lado do rio você verá os exemplos mais bonitos do modernismo catalão assinados por Rafael Masó. Edifícios destacados são a Fábrica Teixidor e a casa de la Punxa, entre outros. O Hospital de Santa Caterina, uma construção de estilo barroco do século XVII, também se situa nesta área. E no outro lado do Paseig Devesa se estende um dos lugares de recreio dos moradores de Girona: o Parc Devesa. Trata-se de uma exótica massa florestal composta principalmente por bananeiras, que contrasta fortemente com a arquitetura medieval da cidade.

A Costa Brava

A situação privilegiada de Girona, entre o último setor da Cordilheira Pirenaica e a Costa Brava, que banha o mar Mediterrâneo, permite que você percorra toda a província. O litoral que se estende de Portbou (no norte) até Blanes (no sul) oferece templos medievais, povoados pesqueiros, ruínas romanas e extensas praias e enseadas com águas transparentes no meio de áreas com falésias. Em todas elas, a união do mar com a montanha compõe uma paisagem inesquecível. Não perca lugares como El Port de la Selva, onde fica o mosteiro de Sant Pere de Rodes; o Parque Natural Cap de Creus; as paisagens de Cadaqués e do golfo de Roses; conjuntos histórico-artísticos como Pals; e recintos amuralhados na beira do mar, como Tossa del Mar. E estes são apenas alguns exemplos.E na Costa Brava, na localidade de Begur, mais precisamente na praia de Aiguablava fica o Parador de Turismo. Trata-se de uma construção moderna que conta com vários tipos de instalações de lazer e oferece uma vista incrível das falésias da Punta D’es Muts, sobre a qual se situa. Este bonito local, rodeado de mar e de pinheiros, é um lugar excepcional para conhecer a cozinha gerundense. A combinação de produtos da costa e do interior cria receitas como o guisado de caracóis, verduras à brasa com molho romesco (feito com amêndoas e pimentão choricero) e arrozes com peixe, isso só de entrada. Entre os pratos principais, você pode escolher entre peixes grelhados, frango com lagosta ou coelho com chocolate. A crema catalana (creme com açúcar caramelizado por cima) ou o mil-folhas de maçã podem ser alguma das sobremesas escolhidas. Tudo isso convenientemente acompanhado pelos vinhos brancos, tintos e rosados da Denominação de Origem de Ampurdán-Costa Brava.Os picos e vales do Pirineu oriental também merecem uma visita. Os vales do Ribes e Núria suavizam uma paisagem montanhosa coroada por altos cumes e cortada por caudalosos rios. A riqueza natural e paisagística do Pireneu fica ainda melhor com as construções medievais de Puigcerdá e Sant Joan de les Abadesses, a arquitetura popular de vilarejos de montanha como Queralbs, e as estações invernais como as de La Molina ou Masella.O alto valor natural de Girona mereceu a proteção, com o status de parque natural, das Zonas Úmidas do Empordà e da Zona Vulcânica da Garrotxa. Lugares bem diferentes entre si, que falam da riqueza desta província catalã e cujos espaços podem ser conhecidos graças às informações oferecidas pelos seus Centros de Interpretação.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

Agenda

Exposições, festivais, esportes...


Consulta alguns dos eventos mais relevantes que você poderá aproveitar no destino.