Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Vista de Sierra Espuña, em Múrcia

O que fazer em Múrcia: Sierra Espuña é pura natureza

Região de Múrcia

Sierra Espuña é um destino ideal para praticantes de trekking, amantes da observação de aves e pessoas apaixonadas por tirar grandes fotos panorâmicas com apenas um clique. Um lugar onde é fácil perder a noção do tempo e se reencontrar consigo mesmo.   Situada na parte leste da Cordilheira Bética, em Múrcia, Sierra Espuña oferece mais de 17.000 hectares para percorrer. Uma paisagem imensa que cobre os municípios de Aledo, Alhama, Mula, Pliego e Totana. Povoados, vilarejos, pitorescos lugarejos e uma paisagem de incalculável valor natural que convida você a passear. 

Você caminhará pela Senda del Caracol, um ziguezague até o céu

Seu itinerário começa suavemente, na bacia do vale de Leyva, onde a tranquilidade sem igual invadirá sua mente. Você descobrirá espécies nativas da região e a flora mais predominante, o conhecido pinheiro carrasco. Logo encontrará sua primeira parada, a Senda del Caracol (Caminho do Caracol), uma curiosa escadaria em forma de ziguezague que levará você diretamente a um platô de 1.500 metros de altura, de onde terá a oportunidade de apreciar todo o território da serra. 

Grupo de excursionistas subindo a Senda del Caracol em Sierra Espuña, Múrcia

Você conhecerá as Paredes de Leyva, uma paisagem nas alturas

As Paredes de Leyva são um dos pontos mais reconhecidos da região. Após seguir as indicações, você verá aparecer ao longe uma imensa parede vertical branca. São dois quilômetros de puro abismo. Não é à toa que se tornou um objetivo para escaladores, com vias de escalada de mais de 200 metros de comprimento. Uma paisagem inesquecível para todos, onde também poderá observar a coruja bufo-real e a águia-real, fauna que fez com que essa região fosse declarada Zona de Especial Proteção para as Aves (ZEPA)..

Vista das Paredes de Leyva, Múrcia

Você descobrirá a Senda del Dinosaurio, uma viagem ao passado

Embora não se saiba ao certo se houve dinossauros na época, os restos encontrados na Sierra Espuña parecem indicar que sim. Prepare-se para entrar na Senda del Dinosaurio (Caminho do Dinossauro) e tirar suas próprias conclusões. Lá você encontrará uma colossal pegada de dinossauro atravessada numa pedra do caminho. Para chegar até ela, deverá cruzar uma linda ponte suspensa, atravessar o barranco de Leiva e caminhar durante dois quilômetros por uma suave trilha, que pode ser percorrida com crianças. Pouco a pouco, poderá ver o pico do Turullón, o vale do rio Espuña e inclusive o Morrón de Alhama. Além disso, não precisa se preocupar, já que a rota está perfeitamente sinalizada a partir da área recreativa de La Perdiz. 

Excursionistas atravessando a ponte suspensa a caminho da Senda del Dinosaurio, Múrcia

Arco de Sigismondi, um portal para outro mundo

Além disso, você também não pode deixar de ver o Arco de Sigismondi. A erosão da pedra criou uma obra de arte natural perfeita. Você conseguirá se desconectar da rotina olhando para o horizonte a mais de 1.500 metros de altitude. Sentirá a brisa no rosto e contemplará a paisagem antes de iniciar a descida. Um lugar suficientemente grande, bonito e incrível, para se apaixonar e repetir o passeio.  E falando em repetir, uma das melhores formas de descobrir a serra é de parapente. Lá de cima você verá como a natureza consegue abranger diferentes cidades, todas elas impressionantes em termos de culinária, cultura e beleza. Prepare-se para uma viagem inesquecível e para conhecer todos os roteiros aqui.

Arco de Sigismondi, erosão na pedra a mais de 1.500 metros de altitude em Sierra Espuña, Múrcia
Descubra mais sobre...