Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Praia do Silêncio (Cudillero, Astúrias), na Costa Verde

Costa Verde

Costa Verde

costa-verde

O mar Cantábrico banha durante 350 quilômetros a costa asturiana, onde praticamente os prados e as falésias se fundem com a água.

Um panorama único em que natureza, mar e aldeias de pescadores criam um cenário idílico que os amantes do esporte, da praia ou da boa mesa desfrutarão com gosto.

Um percurso pela costa

Atapetado pelo verde de seus prados, a costa asturiana veste seus azuis intensos e suas areias douradas com um manto natural que fascinará o viajante. Ali, entre praia e praia, espera-lhe uma paisagem de vilas pesqueiras repletas de encanto. Amarelos, vermelhos e azuis intercalam-se com o branco das casas destas aldeias de pescadores. Cudillero, Llanes, Luarca, Candás o Luanco dão-lhe as boas-vindas a um ambiente em que o mar é o protagonista. Um bom plano é percorrer os passeios marítimos destas vilas, para contemplar a beleza do mar Cantábrico. Se você prefere um roteiro mais movimentado, nas Astúrias encontrará um destino idôneo para a prática dos esportes náuticos. Prepare sua prancha de surfe, porque as praias de Tapia de Casariego, Gozón o Salinas são perfeitas para “galopar” as ondas.Vale a pena madrugar para ver como os barcos pesqueiros chegam ao porto. Ali as pescas do dia desembarcam nos mercados de peixe, impregnando a atmosfera com o perfume salgado que caracteriza estas cidades. Depois desta experiência, o melhor é fartar-se com a saborosa gastronomia asturiana. Peixes na brasa e mariscos como o ouriço-do-mar ou o bugre –bogavante- convivem com pratos de colher, como a clássica fabada asturiana (feijoada) ou seus imponentes queijos.

A outra face das Astúrias

A dupla vertente das Astúrias leva-nos terra dentro. História e montanhas recebem-no em uma região em que nada falta. Um paraíso natural interior que tem início nos Picos de Europa, um Parque Nacional em que habita, entre outros, o emblema da região: o urso pardo. Também dentro do parque você encontrará uma das grandes joias históricas e arquitetônicas das Astúrias, o Real Sitio de Covadonga.À medida que descemos, os rios que brotam destes cumes enchem de vida os vales da região, deixando na sua passagem cidades tão imponentes como Oviedo, cheia de encantos arquitetônicos como o Teatro Campoamor, sua Catedral ou o palácio de Santa María del Naranco, exemplo do estilo pré-românico.Junto a eles, aparecem as construções de estilo indiano. Estes, emigrantes que foram fazer fortuna na América, deram novos ares aos edifícios locais com pórticos, varandas e cores em muitos das suas aldeias e cidades. Além disso, se você quer descobrir uma rota cheio de espiritualidade pode percorrer o Caminho de Santiago na sua passagem pelas Astúrias, denominado Caminho Primitivo, compreendido entre Oviedo e Santiago de Compostela.

Onde ir

Visitas imprescindíveis