Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Las Palmas de Gran Canaria (Ilhas Canárias)

Las Palmas de Gran Canaria

Gran Canaria

Coroando uma ilha de altas falésias ao norte e extensas praias ao sul, Las Palmas de Gran Canaria é uma cidade que oferece sol, praia e um excepcional legado histórico.

Esta cidade mestiça goza de temperaturas suaves durante o ano inteiro. A combinação de cultura guanche aborígene com o passado colonial, e o fato de estar situada a 90 milhas da costa africana, cria um caráter próprio, fruto da fusão entre Europa, América e África.

A capital da província oriental das ilhas Canárias articula-se em torno de dois pontos principais: Las Palmas de Gran Canaria e o Puerto de la Luz. As palmeiras, que crescem por toda a ilha, acrescentam exotismo a um traçado urbano de ruas de pedra. Por sua vez, a importância do Puerto de la Luz desde o século XIX e suas relações comerciais com a Grã Bretanha fizeram com que a cidade conservasse bonitas construções modernistas.Mestiçagem culturalOs bairros históricos, pertencentes à cidade antiga fundada pelo avançado dos Reis Católicos Juan Rejón em 1478, são os de San Antoni, Vegueta e Triana. Lá se assentaram os primeiros colonizadores, dando às suas ruas um peculiar sabor, uma mistura de colonial e andaluz. La Vegueta conserva arquitetura colonial dos séculos XV e XVI em bonitos pátios e varandas.O núcleo mais carregado de história é a Praça de Santa Ana. Ao seu lado fica uma das maiores joias da cidade: a Catedral. O templo canário possui uma mistura de estilos que vai do gótico até o neoclássico, fruto de um longo período de construção. Destacam-se o altar principal e os tesouros do seu Museu Diocesano de Arte Sacra.A Casa de Colombo é uma visita obrigatória para aqueles que querem saber um pouco mais sobre a descoberta da América. Trata-se do antigo palácio dos governadores da ilha, que foi utilizado por Cristóvão Colombo como residência durante sua estadia em Gran Canaria. Em suas dependências funciona um museu dedicado a motivos colombinos: mapas, maquetes, fragmentos de diários de Colombo...Para continuar se aprofundando na cultura da ilha, existe outro lugar obrigatório: o Museu Canário. Nele são conservados importantes restos da cultura guanche, os povoadores das ilhas Canárias na época pré-colombiana. Sua coleção tem um grande valor arqueológico e antropológico. Outra oferta cultural é o Centro Atlântico de Arte Moderna (CAAM), que exibe as exposições mais vanguardistas.No também antigo bairro de Triana, mais próximo ao mar, você pode visitar o Gabinete Literário, declarado monumento histórico-artístico; e o Teatro Pérez Galdós, decorado com pinturas modernistas. Nestas ruas também é possível conhecer a Casa Museu do citado escritor.Seguindo o caminho da costa até o Puerto de la Luz e a Isleta (o outro núcleo da cidade), você entrará na parte moderna. Primeiro é preciso passar pela calle Triana, uma rua só para pedestres que é um dos melhores lugares da ilha para fazer compras. Quase no limite da Cidade Jardim – uma área residencial composta por construções dos mais variados estilos-, você chegará ao grande pulmão verde de Las Palmas de Gran Canaria. Os Jardins Rubio e Dorama são o lar do Zoológico e do Pueblo Canario. De lá você pode subir a colina rumo ao bairro de Altavista, onde obterá uma das melhores vistas da paisagem circundante.E chegará ao Puerto de la Luz. Construído no século XIX, marca o início da zona mais dedicada ao verão. O porto e a praia de Alcaravaneras são os dois pontos mais importantes da área. Dois dos melhores lugares para desfrutar da noite canária. Aqui a terra forma uma ponta que se estreita, depois da qual se estende a Isleta. Este istmo, propriamente dito, é o bairro de Santa Catalina, onde se situam alguns dos melhores restaurantes para poder degustar os peixes mais saborosos e as mais exóticas frutas, próprias deste clima tropical. A um lado encontra-se o cais, enquanto ao outro lado se estendem as areias douradas da Praia de Las Canteras.Você já está na Isleta, bairro marítimo e militar, onde ainda pode esperar algumas surpresas. O Porto marcou os nomes do lugar: a Ermida da Luz e o Castelo da Luz. O castelo foi a primeira fortaleza construída na ilha na época da conquista, embora hoje tenha deixado de lado sua origem defensiva e acolhe diversas atividades culturais. E entre estes modernos bulevares e urbanizações se encontra o Mercado do Porto. Trata-se de uma construção de ferro forjado e estilo modernista, que lembra ao visitante que se trata de um antigo porto pesqueiro.Gran CanariaLas Palmas de Gran Canaria é uma base perfeita para conhecer toda a ilha. Mais de 200 quilômetros de litoral estão à disposição do visitante para oferecer falésias que descem até o mar e praias como as de San Agustín, a Praia do Inglês e Maspalomas, que são apenas alguns exemplos. Lugares para poder praticar esportes náuticos e terrestres, como golfe. As crianças também vão gostar das infraestruturas da ilha: parque aquático, circuito de karts, parque de atrações, mini-trem ou safári de camelo são algumas das possibilidades para os menores.Os amantes da natureza têm a possibilidade de conhecer diversos ecossistemas sem precisar percorrer muitos quilômetros. A origem vulcânica da ilha possibilita a contemplação de caldeiras e cones vulcânicos. O clima subtropical gerou uma riqueza impressionante de fauna e flora. Mas indo para o sul, o que era exuberante se transforma em um deserto de dunas, mais próprias de um clima semidesértico. A paisagem continua surpreendendo com bosques próprios do Terciário, rochedos, represas naturais e desfiladeiros.Por sua vez, as vilas, povoados e cidades levam o visitante de volta ao período colonial, tanto no interior como na costa. Gáldar, Arucase Telde são alguns dos mais interessantes. Qualquer um destes lugares oferecerá uma deliciosa cozinha baseada na culinária canária. Guisados de verduras, atum condimentado, chouriços parecidos com a sobrassada, morcilhas doces (com passas e amêndoas) são algumas das especialidades da região. Não se esqueça que você está numa zona de clima subtropical, o que proporciona abacates, mangas e verduras, geralmente durante o ano todo. Entre os doces, os marzipãs são os mais famosos. Os vinhos da Denominação de Origem de Gran Canaria são uma boa opção para acompanhar qualquer receita.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.