Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Centro Niemeyer, em Avilés

Avilés, arquitetura transformadora

Asturias

O eixo cosmopolita do Centro Niemeyer


Avilés (Astúrias) viveu uma recuperação do espaço urbano. Esta cidade do norte da Espanha começou um apaixonante affaire com a arquitetura. O Centro Cultural Niemeyer é um bom exemplo disso. Assim como passear pelas ribeiras de sua ria. Um clima de harmonia entre tradição e vanguarda, gastronomia local e de autor, lugares que serviram de inspiração para grandes cineastas como Woody Allen e Kevin Spacey. Estes são alguns dos motivos pelos quais a vila de Avilés consegue deslumbrar o visitante.

Da siderurgia às artes cênicas

A construção do Centro Cultural Niemeyer (2011) revolucionou a antiga zona industrial de Avilés. A modernidade chegou através da arquitetura e na forma de música, cinema, teatro, dança, exposições e gastronomia, sem deixar para trás a história e conseguindo um equilíbrio visual agradável. A paisagem dos cais da ria –ambientalmente recuperada e dotada de novos calçadões- convive com o vanguardista complexo cultural, presente do arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer para Astúrias. O Centro Cultural Niemeyer foi sua primeira e última obra na Espanha, e a mais relevante na Europa.

Centro Niemeyer, Avilés

Uma ponte entre culturas

Definido pelo próprio Niemeyer como “um lugar para a convivência, a educação, a cultura e a paz”, a construção é formada por cinco espaços: um auditório (cujo cenário pode ser aberto para o exterior), uma cúpula, uma torre, um edifício polivalente e uma praça aberta à ria como símbolo de abertura a seus visitantes e ao mundo. A intervenção do brasileiro inclui uma passarela que une o moderno centro cultural com o centro histórico de Avilés. Assim, é possível conectar em apenas alguns passos as linhas curvas de Niemeyer com os chamativos alpendres do centro da cidade –praça da Espanha e arredores-, declarado conjunto histórico-artístico e que inclui restos medievais e dos estilos românico, gótico, barroco e modernista.  

Centro Niemeyer, Avilés

Sabores de ontem e de hoje

O atrativo de Avilés é transportável à sua cozinha. Assim, no coração da cidade é possível saborear tanto as típicas fabes con almejas (feijão branco com vôngole) como atrevidas propostas culinárias de chefs mais vanguardistas. Não é de se estranhar, portanto, que locais centenários como a Casa Tataguyo convivam com gastrobares como Ewan Food, no calçadão da praia de Salinas. A região de Astúrias também é um bom destino para “praticar” esse costume tão espanhol das tapas. É recomendável acompanhá-las de uma boa sidra. O modo tão particular de servir esta bebida típica de elaboração artesanal não deixa ninguém indiferente.

Fabada

Tradição cinematográfica e mineradora

Apesar de sua discreta popularidade, a cidade de Avilés pode ser considerada cenário de cinema porque diretores de todas as épocas filmaram em suas ruas. "Vicky Cristina Barcelona" de Woody Allen; "You're the One" de José Luis Garci, e "O milagre de P. Tinto", de Javier Fesser, são algumas das produções mais famosas. Os jardins do Palácio de Ferrera, hoje parte de um luxuoso hotel do século XVII, foram uma das localizações escolhidas por Woody Allen, enquanto a igreja de San Nicolás de Bari, a praça da prefeitura, o parque do cais e o farol de Avilés inspiraram outros cineastas.Outro símbolo de identidade desta região do norte da Espanha é sua vinculação à mineração. Por isso, uma visita interessante pode ser feita ao Museu da Mina de Arnao, situado em uma falésia a apenas 7 quilômetros de Avilés. Trata-se da exploração de carvão mineral mais antiga da Península Ibérica e a única mina submarina da Europa. Definitivamente, Avilés é tradição, mas também vanguarda, e talvez exatamente essa singular combinação seja um de seus maiores atrativos.

Jardins do Palácio de Ferrera
Descubra mais sobre...