Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Cogumelos de Sevilha

Quatro centros de arte que saem dos padrões na Andaluzia

none

Pense em um museu. O que você imagina que vai encontrar? Talvez um lugar que tem obras de arte em seu interior? Pense agora na Andaluzia. O que vem à sua mente? Talvez imponentes monumentos como a Alhambra de Granada, a Mesquita de Córdoba ou suas catedrais? Tudo isso é correto, mas hoje você vai ver quatro espaços que rompem com essa imagem e vão muito além. São museus cuja primeira obra de arte é seu exterior. Ou seja, sua arquitetura, um contraponto dos monumentos mais clássicos da região. São a cara da Andaluzia mais moderna.

  • Vista aérea dos cogumelos do Metropol de Sevilha

    Cogumelos de Sevilha

    Seu nome se deve às suas peculiares formas. Na tradicional praça de La Encarnación fica nem mais nem menos que a maior estrutura de madeira do mundo, projetada por Jürgen Mayer. Um amplo espaço onde você pode achar um museu arqueológico, bares e restaurantes, e um espetacular mirante a quase 30 metros de altura. Uma linda vista está garantida.

  • Centro Pompidou de Málaga

    Centre Pompidou de Málaga

    Você vai notar rapidamente a revolução cultural experimentada pela cidade de Málaga ao passear por suas ruas e ver seus novos museus. Entre eles, o Centre Pompidou, cujo famoso Cubo colorido de Daniel Buren atrai a atenção de todos. Em seu interior você vai encontrar obras de arte selecionadas dos séculos XX e XXI.

  • Centro de Interpretação de Medina Azahara

    Centro de Interpretação de Medina Azahara, em Córdoba

    Design minimalista, uso de cores como o branco e o vermelho, e uma estrutura interna que lembra o urbanismo islâmico são algumas das características deste moderno edifício que combina tão bem com o impressionante sítio arqueológico da que foi conhecida como a “cidade brilhante” e capital do Califado. Os arquitetos incluem outra pista: grande parte está soterrada para que o visitante descubra Medina Azahara como se fosse um arqueólogo: trabalhando sobre o que está enterrado.

  • CaixaForum de Sevilha

    CaixaForum Sevilha

    A primeira coisa que surpreende é sua localização, aos pés da torre mais alta da cidade. O centro em si é de aparência simples, mas um edifício inovador com muito reconhecimento internacional graças à sua adaptação ao espaço e ao aproveitamento da luz. Ele faz isso como se fosse uma planta, que se estende debaixo da terra e emerge na superfície só para mostrar sua flor.