Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Hoces del Duratón, em Segóvia

Parque Natural Hoces del Río Duratón

Segovia

A força do rio Duratón


A passagem das águas do rio Duratón escavou neste parque profundos desfiladeiros (“hoces”), que hoje em dia são um espetacular refúgio para numerosas aves de rapina florestais.

Situado ao nordeste de Segóvia, se destaca por sua grande riqueza arqueológica e histórica, junto à sua beleza natural. Após passar por Sepúlveda, a água do rio Duratón fica estancada em um canyon com zonas de mais de 100 metros de desnível. Um espetáculo impressionante que é seguido pela paisagem desenhada pelo rio Duratón que, com a força de suas águas, escavou nas terras calcárias profundos desfiladeiros onde aninha uma grande quantidade de aves de rapina (fundamentalmente o abutre-fouveiro). O parque se divide entre os municípios de Sepúlveda, Sebúlcor e Carrascal del Río. Podem ser feitos dois tipos de percursos básicos: o de cima, bordeando o abismo, e o de baixo, seguindo a margem do curso do rio.

Parque Natural Hoces del Río Duratón


Sepúlveda, Segóvia  (Castela e Leão)

Espécie de área:Parque Natural Superfície:5.037 hectares E-mail:cp.duraton@patrimonionatural.org Tel.:+34 921 540 322 Web:Parque Natural Hoces del Río Duratón

Segóvia (Castela e Leão):

Sepúlveda.

Informações importantes

O que é preciso saber


  • Informações culturais

    Em Sepúlveda, além do conjunto arquitetônico da cidade, é obrigatório provar os típicos assados. A quatro quilômetros de Cantalejo podem ser vistas as áreas alagadiças, com uma grande quantidade de aves aquáticas. É preciso visitar também a vila medieval de Pedraza de la Sierra e Sebúlcor, conhecida como “El Sepulcro” durante a Idade Média.

  • Informações meio ambientais

    Abriga uma importante comunidade de aves de rapina florestais, entre as quais se destacam os abutres-fouveiros, os abutres-do-egito, as águias-reais e o açor. Entre sua flora, é preciso mencionar os bosques abertos de sabina branca e zimbros, e os bosques de ribeira formados por salgueiros, freixos, álamos, olmos e alissos.

  • Informações visitas

    O Centro de Interpretação das Hoces del Duratón proporciona os passes para acessar a área de reserva do parque durante os meses de acasalamento dos abutres (janeiro- julho).