Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança
Imagem panorâmica de Valldemossa, na ilha de Maiorca (Ilhas Baleares)

Valldemossa

Mallorca

Entre a serra de Tramuntana e o mar Mediterrâneo está situado o conjunto monumental de Valldemossa, a poucos quilômetros da chamada Costa Nord maiorquina.

O cuidadoso traçado de seu núcleo urbano tem ruas íngremes, fachadas de pedra e importantes construções religiosas, no meio de uma frondosa vegetação. Em poucos quilômetros, as montanhas desta zona dão lugar a praias e enseadas onde é possível fundear qualquer embarcação. O porto de Valldemossa mantém o ar marítimo de outrora. Os peixes frescos e os produtos do interior são combinados sabiamente para oferecer ao visitante as receitas mais apetitosas.

Situada a apenas 17 quilômetros de Palma e a 400 metros sobre o nível do mar, a vila de Valldemossa se estende no vale da Serra de Tramuntana. Uma parte de suas casas de pedra sobem pela colina próxima, dando lugar a ruas íngremes e excelentes mirantes naturais. Todo o conjunto é rodeado de frondosos bosques repletos de oliveiras e amendoeiras, regados pelos abundantes mananciais da zona.A cor verde das portas e janelas das casas contrasta com a sóbria pedra de suas paredes. Desta mesma cor são os azulejos que cobrem o campanário de La Cartuja, provavelmente o monumento mais emblemático deste lugar. Este antigo mosteiro, que em sua origem foi a residência de Jaime II, foi habitado pelos padres cartuxos entre 1399 e 1835. Seu importante legado histórico é conservado em claustros, celas, jardins e museus; assim como as lembranças de dois ilustres visitantes: Frédéric Chopin e George Sand. Aqui estão reunidas partituras, documentos escritos, móveis e cartas relacionados com sua estadia na ilha, além do piano “Pleyel”. Em homenagem ao ilustre compositor polonês, no verão são feitos concertos no claustro e nos jardins de La Cartuja.O Museu MunicipalEntre outras dependências desta construção religiosa, destacam-se a antiga botica e a igreja, cujos afrescos das abóbadas são obra de Miguel Bayeu, cunhado de Goya. Também vale a pena visitar o Museu Municipal instalado no local. Uma antiga gráfica Guasp e algumas de suas 1.450 chapas xilográficas fazem parte da coleção. Também é preciso acrescentar diversos materiais recompilados pelo Arquiduque Luis Salvador de Austria (séc. XIX-XX) sobre a ilha e uma pinacoteca cujo tema principal é a Serra de Tramuntana. Uma sala dedicada à Arte Contemporânea expõe obras de Miró, Picasso e Tápies, entre outros artistas famosos.Além do campanário de La Cartuja, outra torre domina os telhados desta cidade maiorquina: a da igreja paroquial de San Bartolomé, do século XIII. A galeria que percorre esta edificação é de construção posterior.Em Valldemossa também é possível conhecer a casa natal de Santa Catalina Thomas, nascida aqui, embora seu corpo incorrupto permaneça no convento das Canonesas Agustinas de Santa Magdalena de Palma. A antiga cartuxa, o palácio do Rei Sancho, também tem uma torre defensiva, um claustro e uma escadaria de acesso de grande interesse histórico. Esta antiga residência real já acolheu escritores como Jovellanos, Ruben Darío, Unamuno e Azorín.Porto de ValldemossaNo sopé da montanha onde fica Valldemossa há uma pequena ermida. Esta pequena comunidade ermita oferece uma vista de uma das paisagens mais representativas da vila. É preciso continuar até o Porto de Valldemossa para chegar ao mar Mediterrâneo. Um pequeno porto pesqueiro demonstra sua profunda tradição marítima. Pinhais e falésias compõem o perfil costeiro desta região, com várias enseadas e praias de águas transparentes. Son Marroig, na ponta de Na Foradada, é um bom exemplo. Um paraíso para os amantes da tranquilidade e do contato com a natureza.De Valldemossa o viajante pode visitar as bonitas paisagens da Serra de Tramuntana e cidades como Deià, Sóller, Banyalbufar, Santa Maria del Camí ou Palma. Oliveiras e amendoeiras se entremesclam com antigas casas maiorquinas de pedra. O conjunto arquitetônico de Deià se distribui na ladeira de uma pequena colina com vista para o Mediterrâneo. Por sua vez, Sóller reúne bonitas mansões senhoriais e palacetes entre campos de laranjeiras. Um antigo trem conduz até o Porto de Sóller, um lugar apropriado para saborear os pratos maiorquinos elaborados com peixes e frutos do mar frescos.As rochas chegam até a água em lugares como Banyalbufar, onde é possível admirar um sistema de cultivo em terraços, típico de terras com relevo acidentado. Mais para o interior da ilha fica Santa Maria del Camí, fundada no século I a. C. pelos romanos. O artesanato é um de seus maiores apelos turísticos, já que é possível adquirir objetos de ferro forjado, cerâmica, bordados...Palma de MaiorcaO visitante também deve conhecer Palma. A capital das Ilhas Baleares, conhecida por seu turismo de mar e praia, possui um lindo centro histórico profundamente marcado por seu passado. A Catedral, o Palácio da Almudaina, a Lonja e a Plaza Mayor são alguns dos lugares que o viajante deve visitar. Os barcos de pescadores, os pinheiros e as palmeiras circundam os monumentos mais bonitos.Em qualquer um destes lugares você pode se aproximar à mesa balear, um fiel reflexo da cozinha mediterrânea. Produtos com Denominação de Origem própria, como a sobrassada, o queijo de Mahón e os vinhos de Binissalem-Mallorca complementam receitas locais. O tumbet (um guisado de verdura feito com batata, pimentão frito e berinjela no molho de tomate), os arrozes de peixe e o “pa amb oli” (fatia de pão untada com azeite de oliva e tomate) não devem faltar. Carnes de caça, peixes e frutos do mar, além de frutas e verduras, demonstram a variedade gastronômica das ilhas. De sobremesa, nada melhor que uma ensaimada e alguma das bebidas que aqui são destiladas (“palo”, gim e licor de ervas).

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

Agenda

Exposições, festivais, esportes...


Consulta alguns dos eventos mais relevantes que você poderá aproveitar no destino.