Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Catedral de Ciudad Real

Ciudad Real

Ciudad Real

Situada no Campo de Calatrava, uma paisagem dominada por diversos morros, Ciudad Real oferece um traçado moderno que soube manter todo o seu sabor manchego.

Bem comunicada graças ao trem de alta velocidade AVE Madri-Sevilha, esta cidade oferece uma culinária excepcional centrada na caça, no queijo e no vinho. Além disso, os parques nacionais de Cabañeros e as Tablas de Daimiel demonstram a riqueza de seus ecossistemas.

Quatro quilômetros de muralhas e cento e trinta torreões protegiam durante a Idade Média uma população composta por cristãos, mouros e judeus. Após a unificação dos reinos peninsulares pelos Reis Católicos, foi no século XVII que Ciudad Real se tornou a capital da província de La Mancha. Este fato favorece um desenvolvimento econômico, que é demonstrado em importantes construções.Uma boa amostra da arquitetura mudéjar manchega (séc. XIV) é a Puerta de Toledo, uma das oito portas que existiam no recinto amuralhado da cidade. Seus arcos de ferradura e apontados são ladeados por dois torreões de planta quadrada.

Alfonso X o Sábio

O peculiar estilo gótico desta cidade se mostra em um conjunto artístico planejado por Alfonso X o Sábio, o fundador desta vila, e é formado por três igrejas. Entre elas se destaca a igreja de Santiago, a mais antiga das que são conservadas. Sua origem é gótica, mas mais tarde foi enriquecida com um telhado mudéjar e uma abóbada barroca. Merecem atenção suas pinturas murais. Uma delas representa um dragão apocalíptico de sete cabeças.A Catedral de Santa María del Prado é outro bom exemplo da combinação de estilos, uma consequência de um longo processo de construção. Seus primeiros elementos correspondem ao século XIII, enquanto os últimos datam do século XIX. Em seu interior, destaque especial para o retábulo barroco e o cadeiral do coro.A terceira destas igrejas é a de San Pedro, um templo gótico do final do século XIV cujo perfil é semelhante ao de uma fortaleza. Seus três pórticos contam com uma decoração formada por arquivoltas, rosetas e capitéis historiados. A arquitetura desta época utiliza indistintamente elementos cristãos e muçulmanos, alternando arcos ogivais góticos e arcos de ferradura mudéjares, o que dá como resultado uma fusão muito peculiar.Os arredores da Plaza Mayor são um bom lugar para experimentar o vinho das denominações de origem de La Mancha e de Valdepeñas, bem acompanhado de algumas porções de queijo da região. Perto desta praça você pode conhecer os elementos típicos de um casarão nobre de La Mancha. A Casa de Hernán López del Pulgar mostra em seu interior um pátio com colunas e uma escada renascentista.O resto do traçado atual de Ciudad Real data do século XIX e início do XX, e se destacam o antigo Palácio Medrano –Reitorado da Universidade-, o antigo Cassino –atual sede do Conservatório de Música- e o Palácio da Diputación Provincial. Por sua vez, a oferta de museus em Ciudad Real centra-se nos tesouros arqueológicos do Museu Provincial –aqui se conserva a porta de entrada de uma antiga sinagoga- e no Museu Diocesano.

“Dom Quixote de la Mancha”

Em Ciudad Real existem muitas possibilidades para conhecer esta província, imortalizada na obra de Cervantes “Dom Quixote de La Mancha”. Na região do Campo de Calatrava fica Almagro, muito famosa por seu Curral de Comédias (Monumento Nacional) e seu Festival Internacional de Teatro Clássico. Além de outras interessantes construções, merecem uma visita seu Museu Nacional do Teatro e seu Parador de Turismo.Este antigo convento do século XVI aproximará você um pouco mais à história e à arte de La Mancha, além da sua culinária. Trata-se de um lugar excepcional para conhecer uma cozinha de origem rural e pastoril. Os queijos manchegos e as berinjelas de Almagro, ambos com Denominação de Origem própria, servem de aperitivo para pratos de caça como coelho ao alho, lebre com arroz, guisado de perdiz... As “gachas” (espécie de mingau elaborado com farinha), as “migas” (miolos de pão e acompanhados com derivados do porco) e o “tiznao” (bacalhau com pimentão, cebola e alho) são algumas das sugestões. E de sobremesa, pestiños (massa de farinha frita e açucarada) ou mostillo (doce de mosto), entre muitas outras receitas.O Campo de Calatrava também oferece castelos, palácios e localidades de grande importância histórico-artística, como El Viso del Marqués, Almuradiel e Calzada de Calatrava. Por sua vez, a região de Campo de Montiel revelará os restos medievais de Montiel, o Parque Natural das Lagunas de Ruidera, e localidades como Villanueva de los Infantes e Villamanrique.A riqueza paisagística e natural desta província fica evidente em dois importantes parques nacionais: Cabañeros e Tablas de Daimiel. Bosques mediterrâneos acompanhados de pastos e zonas alagadiças em plena estepe de La Mancha compõem as características principais destes espaços protegidos.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

O que fazer

Planos para inspirar-se


Agenda

Exposições, festivais, esportes...


Consulta alguns dos eventos mais relevantes que você poderá aproveitar no destino.