Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Imagem panorâmica de Puerto del Rosario, na ilha de Fuerteventura (Ilhas Canárias)

Puerto del Rosario

Fuerteventura

Banhada pelas águas azuis e cristalinas do oceano Atlântico, Puerto del Rosario é uma ativa cidade comercial repleta de atrações turísticas.

Abrigada pelo seu importante porto, a capital de Fuerteventura se desenvolveu na forma de um ordenado conjunto de casas e ruas brancas que fica orientado para um pitoresco calçadão à beira-mar. E junto a ela você verá povoados muito típicos e um bonito litoral dotado de modernas infraestruturas e ideal para a prática de windsurf.

Puerto del Rosario surgiu no final do século XVIII como um pequeno núcleo pecuário em torno da atual baía. Na metade do século XVIII, a cidade, conhecida então como Puerto de Cabras, se converteu em um próspero porto mercantil, um fato que favoreceu em 1860 sua declaração como capital de Fuerteventura, condição que até então era ostentada por Betancuria.Com excelentes comunicações por via marítima e aérea, Puerto del Rosario é na atualidade a principal porta de acesso da ilha, além de oferecer diversos apelos turísticos, como as temperaturas amenas durante o ano inteiro e as lindas praias do seu litoral. Praias como as de Puerto Lajas, Jarugo e Playa Blanca, esta última dotada de modernas infraestruturas que incluem hotéis, restaurantes, lojas e instalações esportivas. Qualquer um destes lugares reúne as condições ideais para praticar surf, windsurf ou velejar, sem esquecer das modalidades subaquáticas, como o mergulho e a pesca esportiva.Cultura e patrimônioPasseando pelo centro histórico de Puerto del Rosario, o visitante descobrirá um luminoso conjunto de casas com ruas brancas, onde ficam notáveis exemplos de arquitetura, como a igreja de Nuestra Señora del Rosario e a Casa-Museu Miguel de Unamuno, situada numa casa do século XIX. Fotografias, móveis do princípios do século XX e outros artigos da época configuram um interessante passeio por este recinto, onde se hospedou o escritor espanhol.Outra atração turística fica no Paseo Marítimo, convertido em um autêntico museu ao ar livre graças às esculturas de búzios realizadas pelo escultor canarino Juan Bordes.ArredoresDeixando para trás a capital, Fuerteventura oferece muitas surpresas. A aridez do seu solo deu lugar à formação de barrancos, enquanto ao longo do litoral se estendem praias paradisíacas de areia fina e incríveis dunas junto a um mar de águas azul-turquesa. Precisamente, o mar é uma das maiores atrações da ilha, não só pela fascinante riqueza biológica dos seus fundos marinhos, mas também por ser um dos melhores lugares do mundo para a prática da navegação a vela e principalmente do windsurf, esporte que todos os anos atrai a este lugar milhares de praticantes e profissionais.A ilha conta com vários centros turísticos. No extremo norte fica Corralejo, um povoado que conta com uma extensa praia de dunas. No centro, a poucos quilômetros da capital, está situada Caleta de Fustes. Mais ao sul, na península de Jandía, concentra-se a maior infraestrutura turística da ilha, com núcleos como os de Costa Calma, situado junto à praia de Sotavento, e Morro Jable. Quem quiser pode se iniciar no windsurf e em outras disciplinas náuticas, como surf ou mergulho, em qualquer uma das escolas existentes nestes lugares.O escasso povoamento de Fuerteventura permitiu a conservação de ecossistemas quase virgens como o Parque Natural de Corralejo, que ocupa a faixa nordeste da ilha e se destaca por suas imponentes dunas costeiras. Em frente a ele fica o Parque Natural del Islote de Lobos, com um valioso habitat onde crescem espécies de flora autóctones. Por último, no sul fica o Parque Natural de Jandía, um espaço com muitos exemplos de fauna e flora locais.CulináriaA culinária da ilha se baseia tanto nos produtos da terra como nos excelentes peixes frescos que seu litoral proporciona. Espécies como a “vieja” (peixe autóctone), o chicharro e a sama costumam ser servidos fritos ou assados, embora também sejam típicas as conservas em sal. Na seção de carnes, é preciso destacar o baifo (cabrito) assado e o porco no forno ou adobado. Tudo isso sem esquecer outras especialidades das receitas tradicionais canárias, como o puchero canario (cozido) e as papas arrugadas (batatas fervidas com pele) com mojos (molhos típicos). O queijo majorero, elaborado à base de leite de cabra, goza de grande prestígio e conta com denominação de origem própria.Os únicos vinhos da província são produzidos na ilha vizinha de Lanzarote, em cuja denominação de origem sobressaem as magníficas produções da variedade Malvasia, com aromáticos vinhos brancos e deliciosos doces.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.

Não deixe escapar

O que visitar


Selecione na lista ou navegue pelo mapa para descobrir os pontos de interesse.